Login do usuário

Aramis

Artigos por data (1974 - Outubro)

Dick, [romântico] e sempre excelente

Se não é um fenômeno é um caso ao menos muito especial dentro da música popular brasileira: DICK FARNEY. Caso do bom sentido da palavra: excelente cantor, sensível pianista e, sobretudo, honesto em sua carreira que chega aos 34 anos agora começou como crooner da Rádio Mayrink Veiga, marcada de sucessos discretos, [músicas] menos conhecidas, mas sempre de extraordinário bom gôsto.

Wandick, o candidato

A Saude S/A - Saneamento, Urbanização e Desenvolvimento, empresa de economia mista da cidade de Goioerê, convocou assembléia geral extraordinária para amanhã, quando elegerá novos membros da diretoria.

As novas da Phonogram

JAIR RODRIGES JAIR está preparando um novo disco a ser lançado em novembro. As músicas serão de IVAN LINS (As minhas leis), BENITO DE PAULA (Amanhã vai ser bom), ZUZUCA (Credo Cruz), VICENTE M. BARRETO (De onde vêm essa nêga?), EDIL PACHECO e JAYME (Abra o sorriso novamente - uma marcha rancho), ALBERTO LUIZ (A vassoura) e CATULO DA PAIXÃO CEARENSE (Luar do Sertão - com um arranjo novo e que será acompanhado pelo QUINTETO VIOLADO). A produção será de MAZOLA e os arranjos de CEZAR MARIANO e ZE ROBERTO. CHICO

Mansões & mão-de-obra

Frente à carência crescente de mão-de-obra para serviços domésticos, os arquitetos de maior imaginação da cidade estão se preocupando em convencer os seus clientes, em especial os novos ricos preocupados em ostentar prosperidade em busca de status social através de construções de residências acima dos mil metros quadrados, para que substituam a vaidade pela praticabilidade.

As mulheres, Rockfeller e uma tese

O vice presidente dos Estados Unidos, Nelson Rockefeller, um homem organizado e que não esquece as velhas amizades. Quem acaba de ter uma comprovação disto é a sra. Beatriz Paciornick, a executiva da Serete do Paraná, norte-americana de nascimento e que antes de vir para o Brasil trabalhou, algum tempo, na década de 50, como secretária de Rockfeller em Nova Iorque.

Suave música para um grande consumo

Cinco lançamentos de diferentes etiquetas, destinadas ao público que gosta da música suave, bem [tranqüila] e com pitadas de nostalgia, como está tão em moda nos dias atuais. Com uma orquestra de cordas, com arranjos e regência do maestro Renato de Oliveira, Julio Nagib produziu "Música à Luz da Meditação", cujo primeiro volume vendeu tão bem que agora sai o 2º número de uma série que não vai ficar por [aí] temos certeza.

Artigo em 03.10.1974

A supervalorização dos apartamentos de luxo, advinda da fixação em Curitiba de mais de mil técnicos de algo nível e empresários [atraídos] por diversos empreendimentos (Petrobrás, Itaipu, Cidade Industrial, etc.) está provocando também maior inflação no aluguel de residências. Ainda na semana passada, uma grande mansão foi alugada (a uma família) por Cr$ 12 mil mensais. Também nos prédios luxuosos recém-inaugurados o custo do condomínio é altíssimo: num deles (Rua Almirante Tamandaré) cada condômino está pagando Cr$ 1.000 por mês.

Chico Xavier e a música Umbanda

A indústria fonográfica é uma prova de que as coisas não vão tão mal assim em termos financeiros para o povo. Basta percorrer as lojas de discos mais modestas - como o Rei do Disco, na Rua Desembargador Wetphalen, para ver o número de pessoas humildes que diariamente ali deixam Cr$ 45,00 por cada disco de música sertaneja ou cantores classe "c" e "d", que tem seu sucesso assegurado graças ao entusiasmo de consumidores de poucos recursos que, sacrificando muitas vezes o orçamento familiar, não deixam de comprar os discos de seus "ídolos".

A Feira dos Violados

Dando uma pequena lição de Brasil e um público que só agora começa a descobrir a beleza e sinceridade da cultura popular do Nordeste, o Quinteto Violado oferece em "A Feira" (Teatro Paiol, até domingo, 21 horas) 120 minutos de imensa riqueza melódica, conduzida com muito bom humor e espontaneidade pelos cinco músicos nordestinos, mais a participação do acorcordeonista Dominguinhos (José Domingos Morais, 33 anos), o autor (em parceria com Anastasia) do maior sucesso de Gilberto Gil no ano passado: "Eu Só Quero Um Xodó".

Turismo em Foz do Iguaçu

Os números não podem ser esquecidos quando se fala em turismo e apenas um pequeno exemplo dá a dimensão da escala de interesse internacional por Foz do Iguaçu, onde a cada mês, cresce o número de visitantes. Ao lado do intenso tráfego aéreo - ainda o que traz maior número de turistas estrangeiros, começam a aparecem também muitas famílias em automóveis e utilitários, com placas de outros países.

O nosso (pobre) Barroco

A pobreza artística do Sul, em especial do Paraná, pode ser sentida com a leitura de "O Barroco no Brasil" (Psicologia/Remanescentes), que numa edição pouco comum em nossos tempos, em alentado volume de 314 páginas, formato 27x18 cm, acaba de ser lançado pela Melhoramentos, em convênio com a Editora da Universidade de São Paulo.

Artigo em 04.10.1974

Um dos momentos de maior entusiasmo do público que assiste "A Feira" (Teatro do Paiol, até domingo, 21 horas) é quando Marcelo Mello, violão e letrista do Quinteto Violado, diz alguns versos de Zé Limeira, um dos mais famosos cantadores do Nordeste, nascido na Paraíba e cuja fama já justificou inclusive ensaios críticos sobre sua literatura de cordel, adjetivada de "O Surrealismo dos Pobres". Uma vez, querendo elogias a filha do delegado da cidade em que se encontrara, Zé Limeira disse estes versos: Esta moça se parece Com um pé de vegetação Porteira de pau a pique

As piadas do Pasquim (segundo Ziraldo)

Reunindo há três anos as anedotas de salão numa das páginas de maior leitura do semanário "Pasquim", o seu editor, Ziraldo (Alves Pinto) decidiu agora selecionar as mais expressivas para uma série de livros ("As Anedotas do Pasquim") cujo primeiro volume só agora chega às bancas e livrarias. Num primeiro exemplar que entregou ao chargista Dante Mendonça, na semana passada, Ziraldo escreveu na dedicatória, sem falsa modéstia: "Alguém conhece mais piadas do que eu?

As Primeiras Gravações (I)

Quando insistimos em destacar o trabalho de Mauricio Quadrio dentro da Phonogram é que raramente o esforço de um produtor obtem o merecido destaque, sobrepujado pelos nomes dos compositores e intérpretes. E no caso de Quadrio, a música brasileira muito lhe deve.

Artigo em 04.10.1974

Gilda Horta, executiva da nova e poderosa empresa Kosly & Elis, que surge no mercado de show-bussines tupiniquim com projetos audaciosos e alicerçados na sólida fortuna de um dos proprietários da firma (Kosly) e no know-how internacional de Elis, chega nas próximas horas a Curitiba. Vem acertar com a diretoria do Círculo Militar do Paraná o aluguel do ginásio de esportes para a apresentação do grupo de [música] popular Traffic, da Inglaterra, no dia 17 de outubro, dentro do roteiro que o conjunto está fazendo pela América Latina.

Artigo em 04.10.1974

Sábado passado, ao contrário do que normalmente acontece, o Edifício Dom Pedro II, da Universidade Federal do Paraná (ex-faculdade de Filosofia, Ciências e Letras) esteve aberto à tarde. É que na sala 605, a professora Ana Maria Burmester defendia sua tese de Mestrado sobre o tema "A população de Curitiba no Século XVIII segundo os registros paraquiais" . A autora, licenciada em História pela UFP e que concluiu aqui o seu Curso de Mestrado sob a orientação da professora Oksana Boruszenko, apresenta em sua tese (atenção comissão editorial da UFP: quando a mesma será publicada?

A cidade, as ruas & os nomes

Existem na cidade aproximadamente 2 mil ruas ainda sem nomes, o que não deixa de ser um prato apetitoso aos vereadores desejosos de prestarem homenagem a quem (acham) merece designar nossas vias públicas. Ao lado das iniciativas do Legislativo, há também as mensagens do próprio Executivo municipal, propondo designações às ruas e logradouros, sendo que neste aspecto, há muito, existe a intenção de uma melhor nomenclatura, agrupando por bairros ou setores, nomes ligados entre si. Por exemplo, num bairro nomes de escritores, em outro de estadistas, e num terceiro de compositores.

Históricas Reedições

A elevação do padrão cultural dos consumidores de música, o crescente interesse pela nossa MPB e, principalmente, o redescobrimento dos grandes valores das décadas passadas, está contribuindo para que as gravadoras estejam revolvendo seus arquivos de matrizes, submetendo os primitivos registros a processos de correção das distorções sonoras e apresentando aos colecionadores de menos idade valiosos relançamentos, com nomes importantes mas que, devido [à] inexistência de discos no mercado, permaneciam(em) ignorados.

Udigrudi baiano

Produzido (com imensas dificuldades há 5 anos, premiado no Festival de Brasília de 1969, mas até hoje só exibido em Salvador e no Cinema - I (GB), o filme Meteorango Kid, o Herói Intergalático", de André Luiz de Oliveira, finalmente poderá ser curtido pelos interessados em cinema nacional da cidade.

Artigo em 05.10.1974

Ao receber a contagem dos votos dos deputados da Arena para a eleição dos srs. Jayme Canet Junior e Otávio Cesário para governador e vice, na sessão de quinta-feira, o deputado Jorge Sato, 1º secretário da Assembléia Legislativa, enganou-se ao anunciar a soma, disse 39 ao invés de 38, já que a bancada do MDB se absteve. Antes que o presidente João Mansur corrigisse, o deputado José Muggiati Filho, presidente do MDB, teve tempo de comentar: - Este 39º voto é, por osmose, do deputado Nelson Buffata.
© 1996-2016. tabloide digital - 35 anos de jornalismo sob a ótica de Aramis Millarch - Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por Altermedia.com.br