Login do usuário

Aramis

Artigos por data (1978 - Setembro)

LARANJA MECÂNICA

UMA questão lógica que aflora frente a próxima estréia nacional (7 de setembro), de "Laranja Mecânica" (em Curitiba, Cine Astor, seis semanas de exibição segundo previsão da Fama Filmes), é esta: até que ponto a violência que o filme de Stanley Kubrick trazia, sete anos passados, pode ser chocante agora ?

De homens, fatos & coisas

Pode ser que em breve um músico curitibano esteja na Orquestra Filarmônica de Washington, ao lado de Mstislav Rostropovich. O flautista Norton Morozowicz, 32 anos, que desde 1971 integra a Sinfônica Brasileira, recebeu o convite, oficial e formal, de Rostropovich, durante a recente passagem do violoncelista do Rio de Janeiro, para se integrar a Filarmônica de Washington. Anteriormente, quando com a OSB viajou aos Estados Unidos Norton havia conhecido Rostropovich que confessou sua admiração pelo nível que o flautista atingiu.

Artigo em 01.09.1978

A melhor estréia está reservada para o próximo dia 7 de Setembro: com atraso de sete anos, finalmente os brasileiros terão chance de assistir "Laranja Mecânica" (Clock-work Orange), 1971, de Stanley Kibruck - cuja importância justifica matéria a parte nesta mesma edição. O filme estreará no Astor, onde deve permanecer, no mínimo, seis semanas em exibição. No Astor, aliás, estava em exibição aquele que é, em nosso entender, o melhor filme nacional do ano - e uma das mais sensíveis obras do cinema brasileiro em todos os tempos: "Chuvas de Verão", obra-prima de Carlos Diegues.

As mulheres & as teses

As mulheres estão cada vez mais voltadas à pesquisa e à investigação histórica. Tão logo o reitor Ocyron Cunha decida-se, afinal, a agilizar a Editora da Universidade Federal do Paraná (para qual, há mais de um ano, adormece, grande verba no Banco do Brasil) poderá sair uma dezena, no mínimo, de excelentes teses preparadas por professoras que fizeram o curso de pós-graduação em História Demográfica, só para citar uma área.

A mulher & as ruas

Sem a égide da Fundação Cultural de Curitiba - que alegou as mais diversas razões para não editá-lo oficialmente - mas tendo subvenção municipal, tanto é que a foto do prefeito Saul Raiz ocupa a terceira página, com a legenda "a quem se deve a editoração", afinal saiu o 2º volume de "Almas das Ruas" da professora Maria Nicolas. Nestas alturas, pouquíssimas pessoas lembram-se do 1º volume lançado em 1969, em papel jornal, também na época com patrocínio da Prefeitura. xxx

Lance Livre

Uma das primeiras coisas que Elis Regina fez ao chegar em Curitiba, na quinta-feira, foi entrar numa livraria e comprar mais de 20 livros sobre diversos temas - todos de "não ficção". Abasteceu-se, assim, de leitura, para, no mínimo, os próximos dois meses.

Brilhantes autênticos

"Fechado dentro de um táxi, numa transversal do tempo, acho que o amor é a ausência de engarrafamento" (Aldir Blanc/João Bosco)

Aqui, Jazz (I)

[texto ilegível] MULLIGAN

Acalantos Brasiileiros

[trecho ilegível]

Solano, o radialista

Solano Ribeiro, um dos mais conhecidos produtores de espetáculos musicais em teatro e televisão, em São Paulo, passou ontem algumas horas em Curitiba. Veio trazer documentação para habilitar o grupo do qual faz parte na concorrência que o Ministério das Telecomunicações promove para a concessão de mais uma estação de [freqüência] modulada. Às 13 horas, Solano já seguia para Porto Alegre, onde também apresentava, ainda ontem, na delegacia do Dentel, proposta para concorrer a outra estação a ser instalada na capital gaúcha. xxx

Transversais

Sábado, após apresentar o espetáculo "Transversal do Tempo", Elis Regina, o marido Cesar Camargo Mariano e mais alguns amigos foram jantar no La Chandele, um novo restaurante na Rua Emiliano Perneta. Os pratos demoraram a serem servidos e enquanto esperava pelo jantar, Elis foi procurada por um fã inesperado. Era o prefeito Saul Raiz, que estava também naquele restaurante, em companhia de amigos. Foi à mesa de Elis e disse que ele e sua esposa a admiram como cantora. E acrescentou: - Apesar das indiretas de "Transversal do Tempo", gostei muito, mas muito mesmo, do espetáculo.

Tiro Cruzado

Ao entardecer de ontem, chegou a Curitiba o jogador Reinaldo, 21 anos, centroavante do Atlético Mineiro - e que integrou o selecionado brasileiro na última Copa. Voltando recentemente dos Estados Unidos, onde submeteu-se a delicadas operações de joelhos, Reinaldo permanecerá até hoje, na cidade, em caráter particular. Evitando qualquer contato com a imprensa *** Peninha, conhecido motoqueiro e publicitário da cidade, dono de uma das maiores coleções de livros sobre ufologia, inventou um "detetor" para discos voadores.

Anúncio classificado

Se existir algum cozinheiro chinês em Curitiba disposto a viajar por 9 capitais brasileiras a partir de 3 de novembro, ganhando um bom salário, pode procurar o empresário Marcos Veggiani no Hotel Caravelle até amanhã à tarde. Veggiani, executivo de uma das maiores agências de empresariamento artístico do Brasil, está em Curitiba transando a temporada de 5 dias que um grupo de 60 acrobatas da China Continental fará no ginásio do Círculo Militar do Paraná, a partir de 16 de novembro. xxx

De medicina, universidade & política

Se no campo da ficção são raros os escritores da terra que obtêm projeção nacional, ao menos na área científica nossos professores se destacam. São muitos mestres da Universidade Federal do Paraná com obras científicas e didáticas colocadas nacionalmente (e muitas vezes mesmo no Exterior) e agora, no próximo dia 11, no Hospital de Clínicas, haverá o lançamento da 2ª edição de "Diagnóstico e Terapêuticas das Arritmias Cardíacas" do professor Hélio Germiniani.

Cidade que cresce

"Mas isso também é Curitiba!" - a exclamação vem se repetindo, muitas vezes, por parte de centenas de pessoas que, pela primeira vez, estão trafegando pelos trechos já concluídos da Avenida das Torres. Mais do que uma importante rodovia urbana - duas pistas, ligando, no futuro, Curitiba até o aeroporto Afonso Pena, a obra - planejada há muitos anos e que teve a sua efetivação retardada várias vezes - traz a abertura urbana para uma nova região da cidade.

Artigo em 07.09.1978

CLÁUDIA Savaget é a nova voz que surge, em 78, para ficar. Descoberta e produzida por Hermínio Bello de Carvalho, essa incansável garimpeiro de talentos, Claudinha estréia num belíssimo elepê (Tapecar), cantando músicas de vários autores, inclusive um novo samba de Cartola: "Por Que Vamos Chorando?". Michael Sullivan é o pseudônimo de um compositor-cantor tupiniquim que decidiu assumir sua nacionalidade, estreando no primeiro elepê da Capital, agora funcionando independentemente no Brasil: "Sou Brasileiro".

Mensagem à violência

De certa forma o ator-produtor-diretor Clint Eastwood, 48 anos, tem alguma semelhança com Bem Shockley, resoluto personagem que interpreta em "Rota Suicida" (Cine Avenida, até domingo, 5 sessões diárias). Ator que começou fazendo bangue-bangue italianos, inexpressivos em termos artísticos, soube aprender as lições dos diretores, com quem trabalhou e investindo em produções os rendimentos obtidos como ator, vem conseguindo fazer uma razoável carreira de diretor. Assim como o detetive Shockley, homem duro e amargurado, decide cumprir a missão que é encarregado a qualquer preço.

Redescoberta do rádio

o mercado publicitário do Paraná, em termos de rádio, não é tão ruim quanto pintam alguns empresários do setor. Pois se assim fosse, não haveria tanto interesse dos maiores grupos de comunicação em disputar a concessão do último canal de [freqüência] modulada que o Ministério das Comunicações autorizará, ainda este ano, para Curitiba. Até agora dez grandes grupos já apresentaram na delegacia do Dentel documentação, habilitando-se à concessão - a ser definida nos próximos meses. xxx

"Pai Patrão", filme premiado em Cannes

Nesta Semana da Pátria, duas das melhores estréias do ano: o há muito aguardado "Laranja Mecânica" (Clockwork Orange), 1971, de Stanley Kubrick - que, afinal liberada, chega com sete anos de atraso, mas (cremos) ainda válido em suas propostas (Cine Astor), e o admirável "Pai Patrão" (Cine Plaza). "Padre Padrone", realização dos irmãos Paolo e Vittorio Taviani, baseado no livro de Gavino Ledda, obteve a Palma de Ouro do Festival de Cannes, em 1977, e o prêmio da crítica internacional. Se constitui num dos mais sérios filmes destes últimos anos.

A volta de Raulzinho

MEIO inesperadamente, chegou ontem a Curitiba o músico Raulzinho. Trombonista reconhecido nos EUA como um dos mais importantes instrumentistas de jazz, nome forte a liderar os "jazz poll" das revistas "Down Beat" e "Play boy", a partir deste ano, fez questão de voltar a cidade onde viveu muitos anos, então um músico anônimo e incompreendido. Ontem, em companhia de um de seus melhores amigos da terra, o pistonista Osvald Siqueira, Raulzinho reviu velhos amigos e inclusive esteve na Redação de O ESTADO, contando sobre o seu atual trabalho nos Estados Unidos.
© 1996-2016. tabloide digital - 35 anos de jornalismo sob a ótica de Aramis Millarch - Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por Altermedia.com.br