Login do usuário

Aramis

Artigos por data (1979)

Teatro, memória & livros

Já está impresso - e aguardando apenas a data de lançamento - o tão aguardado "Aspecto da História do Teatro na Cultura Paranaense", de Benedito Nicolau dos Santos Filho, 238 páginas, editado após anos dos originais correrem gabinetes de vários setores culturais - e que, concretamente, teve na atual diretoria da Fundação Teatro Guaíra, apoiado pelo conselho deliberativo, o instrumento para sua viabilização.

Em todas as rotações

Elisa Mara é uma nova cantora que a Chantecler está lançando num elepê com o repertório dos mais comerciais, destinados a um público simples, mas que deve garantir a aceitação desta cantora que interpreta composições de duplas sertanejas, como o Zé Claudinho ("Apenas Um Pecado), Potyguar-Zamboni ("também Sou Filho de Deus"), e até a Fred Jorge, especialista em versões, dividindo com José Joaquim "Eu Me Perdi". O título do elepê é "Para Sempre Contigo" e até uma faixa intitulada "Meu Mundo Caiu" que não é clássico de Maisa, mas sim de uma certa Mabel.

Sambão

A odeon está colocando dois novos elepês de grupos de samba na praça: um estreante e outro veterano. Os estreantes são. Os Devaneios, grupo instrumental-vocal que se mostra otimista a partir do título: "O conjunto que faz você vibrar". Formado por Dum Dum (pistom). Netinho (sax), simões (trombone), Luiz (guitarra). Tico (baixo), Edmilson (bateria).

Toda religião não tem autocrítica

De todos os tópicos de que falo - políticos, sociais, morais sexuais, o que suscita mais indignação é sempre, e ainda, o religioso. Todo o grupo religioso, grande ou pequeno, de qualquer coloração, e sempre taccioso, intransigente, agressivo, sem auto-crítica, totalitário. Falo de cadeira - tenho violenta e sofrida experiência pessoal do assunto. Nenhum grupo religioso dos que conheço admite que alguém possa não acreditar no seu credo e ironiza-ló, mesmo inocentemente, critíca-ló, mesmo em suas maiores besteiras.

Trilhas Sonoras

Embora tenha, astutamente, sido o primeiro a industrializar o chamado "som disco"- ou "a discotheque", o maior marketing comercial em 1978, Robert Stigwood, da RSQ, não pode, evidentemente, ser o único a manter a exclusividade de tão lucrativa reciclagem de música - padronizada e feita para consumo imediato, junto a faixa jovem - num fenômeno de comportamento a espera das primeiras interpretações mais profundas.

Um superglobo terrestre

Um lançamento destinado a servir de precioso auxiliar apara as crianças (e os adultos também) entenderem melhor o nosso mundo é o que está sendo oferecido à venda, diretamente pelo serviço de reembolso postal, através de Borges & Damasceno (Rua Equador, 716, 20.200, Rio-RJ). Trata-se do mais sofisticado sistema de globo - o chamado "Sport Glob", que oferece a emoção de ver a terra girando em torno de si mesma, em seu movimento de rotação. E com um simples toque de botão se vê completamente iluminada tal como se ela estivesse suspensa no espaço.

A volta de Susi

A estrela continua lançando mensalmente novos brinquedos, dentro de uma natural preocupação de despertar o interesse das crianças - compradores em potencial de todas as novidades. Recentemente colocou nas lojas uma nova versão da boneca Susi, apresentada com um elegante e variado guarda-roupas. É a Susi, prática e moderna, com um lindo conjunto de calças compridas indo às compras, ou é a Susi com um longo maravilhoso, chiquérrima, para uma festa e até uma Susi muito bonita vestida de noiva. Ela ganhou um pente, uma escova e um espelhinho para inventar mil penteados.

No campo de batalha

A professora Yvelise Szaniawski, da Universidade Federal do Paraná, faltará sobre o Teatro Francês no Século XX, amanhã, às 20 horas, no auditório da Biblioteca Pública. Professora de francês há muitos anos, Yvelise tem também participado de alguns projetos cinematográficos, inclusive de um curta-metragem, em super 8mm, realizado põe seu marido, o advogado Elimar Szaniawski, que chegou até a ser premiado internacionalmente.

A corrida do poder

Nota-se nestas duas primeiras semanas do governo Ney Braga uma verdadeira corrida entre todos os secretários, cada um mais preocupado do que o outro em mostrar serviço, vender uma imagem de eficiência e criatividade. O velho axíoma de "vassoura nova varre bem" se aplica, mais do que nunca, em várias pastas - onde os novos secretários - e suas equipes diretas - têm mostrado uma disposição de inovar e ampliar as perpesctivas.

Karam, Nicolau & teatro

Mestre de português de várias gerações, em quase 40 anos de atividades em colégios públicos e particulares na Universidade Federal do Paraná, o professor Benedito Nicolau dos Santos Filho, 65 anos, têm sabido usar suas horas de aposentado para trabalhar sobre o valioso material que herdou de seu pai, o jornalista, maestro, músico e compositor Benedito Nicolau Santos (1878-1956), autor de uma obra básica, cuja reedição deve merecer especial atenção da coordenadoria implantação pelo Secretário Luís Roberto Soares, de Cultura e Esportes, para ativar a parte editorial: "Sonometria e Música", em

Cinema & Andersen

A presença de Francisco Alves dos Santos na sala Arnaldo Fontana do Museu Guido Viaro está sendo das mais positivas. Sério estudiosos dos problemas do cinema, bem relacionado e procurando somar sempre - e não dividir, tem se preocupado em melhorar a programação daquela unidade da Fundação Cultural de Curitiba, cuja nova diretoria, tomando pé agora, está preocupada em sanar problemas existentes em várias áreas.

Os sambas da anistia

Como todo o assunto da atualidade, a anistia não poderia deixar de inspirar nossos compositores populares. E duas das melhores duplas criaram sambas dos mais belos e comunicativos a respeito, que nas vozes de um excelente e novos grupos vocal - Viva - Voz - já estão se fazendo ouvir nas rádios do País, num compacto simples que antecipa o primeiro elepe do conjunto.

Heitor, Carnaval & Tonica

Seguido os passos de seu primo, Paulo Soledade, figura histórica da época risonha e franca da boêmia carioca dos anos 40/50, integrante do chamado "Clube dos Cafajestes", autor de uma das mais belas marchas-ranchos de todos os tempos ("Estão Voltando Às Flores", composta durante férias que passou no Haras Valente, no Paraná) e ex-proprietário do Zum-Zum (local onde aconteceram eventos marcantes da Bolsa Nova), o jovem Heitor Valente, 33 anos, começa a ter um reconhecimento nacional como letrista.

Imprensa regional

Apesar da massificação imposta pela televisão em suas cadeias nacionais e a agilização da imprensa nacional - com jornais e revistas do eixo Rio-São Paulo chegando a praticamente todos os Estados poucas horas após terem sido colocadas nas bancas do Rio e São Paulo, aos poucos a imprensa regional vai tentando reagir.

Oscar, um Cinquentão Desejado

Na segunda-feira, dia 9, cerca de 400 milhões de telespectadores, em mais de 30 países, estarão acompanhando, via tv, a cores, a maior festa da indústria cinematográfica: diretamente do avilhão Dorothy Chandler no Los Angeles Music Center, Califórnia, haverá a transmissão, via satélite, para todos os países interessados em receberem as imagens, a entrega dos Oscars aos melhores do cinema em 1978 - dentro dos critérios estabelecidos pela Academia de Arte e Ciências Cinematográficas de Hollywood, fundada em 1927, e que em solenidades públicas vem sendo outorgada a partir de 1929.

O cinquentenário do Avenida (I)

Por uma coincidência que chega a ser até tragicamente irônica, na próxima segunda-feira, quando, à noite, em Los Angeles Music Center, no Pavilhão Dorothy Chandler, realiza-se a 51a . solenidade festiva de entrega dos Oscars - a maior festa do cinema-indústria (e que será acompanhados por cerca de 400 milhões, via televisão), em Curitiba, sem qualquer solenidade, transcorre o 50o . aniversário de inauguração daquele que é, hoje, o 2o .mais antigo cinema da cidade - é o último bastião da resistência da outrora fulgurante Cinelândia: o Avenida.

As novas séries infantis da Ática

O que é um bom livro infantil? Ele deve proporcionar, antes de mais nada, uma experiência gratificante para a criança, despertando nela o gosto pela leitura. O objetivo da Editora Ática ao lançar quatro coleções de livros infantis, é exatamente conseguir chegar a isso. São elas: - a Coleção Gato e Rato, dirigida à criança que se está alfabetizando. Cada um dos seis livros tem uma história bem simples, em frases curtas de linguagem fácil, direta e concreta. O texto é propositadamente repetitivo, técnica que familiariza a criança com as palavras e ajuda a compreensão dos fatos.

Tippy, a nova boneca

A estrela está lançando sempre novos tipos de bonecas: depois da "Susi", que em sua nova versão apresenta um variado guarda-roupa , além de pente, escova e até espelhinho temos a Tippy, que vem acompanhada de um cavalinho e de um triciclo. Quando colocada em movimento ela pode montar ou empurrar seu cavalhinho, pedalar seu triciclo, quando deitada de costas esperneia e, quando a criança segura suas mãozinhas, anda como um bebê dando os primeiros passos.

O cinquentenário do Avenida (II)

A situação do Palácio Avenida é extremamente delicada e para sua preservação, como estrutura física e manutenção de algumas áreas, ao menos no térreo, para fins comerciais, capazes de evitarem o esvaziamento ainda maior da Avenida Luiz Xavier, a decisão é, em último instância do presidente do grupo Bamerindus, Edson Vieira.

Vocalistas

Uma política que vem sendo implantada, em termos multinacionais na indústria fonográfica é a de fazer lançamentos maciços, de dezenas de novos artistas - vocalistas, conjuntos vocais instrumentais etc - e, após uma carga promocional violenta, deixar que os computadores analisem os resultados. Aqueles que tiveram aceitação continua a serem prestigiados, com novos discos, enquanto os que não tiveram suas músicas aceitas são simplesmente esquecidos.
© 1996-2016. tabloide digital - 35 anos de jornalismo sob a ótica de Aramis Millarch - Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por Altermedia.com.br