Login do usuário

Aramis

Artigos por data (1979 - Junho)

Artigo em 01.06.1979

E Altou a força do improviso, do repente, da criação espontânea. Toda a criatividade que esse notável Sivuca esparrama em seus shows ficou cerceada pelo ambiente frio de um estúdio e esse seu LP lançado pela Copacabana não consegue captar toda a vibração que o instrumentista põe em seus trabalhos. Mesmo porque (com fim comercial?

A bênção, poeta!

Durante pelo menos 10 anos Vinícius de Moraes era uma espécie de Frank Sinatra nacional, em termos de sua presença em Curitiba. Diplomata, poeta, dramaturgo e, sobretudo, o grande letrista da Bossa Nova, Vinícius de Moraes permanecia curtido apenas em disco e livros nos anos 50/60, pois apesar de todos os convites e propostas nunca pode aceitar vir a Curitiba.

Cocaco, 20 anos depois...

Mais do que uma vernissage, entre tantas que semanalmente acontecem em Curitiba, a abertura da mostra "209 anos depois...". que um grupo de artistas plásticos organizou e praticamente financiou na galeria de arte Cocaco teve um sentido de (re)encontro de amizades, que fez com que não só nomes colunáveis, mas, o que é importante, pessoas que há muito não compareciam às exposições de artes plásticas - cada vez mais comercializadas, num mercantilísmo necessário de ser denunciado de ser denunciado - ali fossem, com pouco de emoção.

Didático Debret

A museóloga Neide Gomes de Oliveira, da Fundação Raymundo Ottoni de Castro Maya, do Rio de Janeiro, passou uma semana na cidade ajudando a Domínio e Leila Pedroso a montarem a exposição de 129 aquarelas de Jean Baptista Debret (1768-1848), que pela primeira vez, em tal número, deixaram Chácara do Céu, no Rio de Janeiro, e podem ser vistas numa exposição de sentido didático, como Domínio sabe organizar.

Vinícius & Toquinho, amor & esperança

No palco, em 90 minutos, 10 anos de Brasil. A síntese pode parecer pretensiosa, mas é extremamente emotiva e sincera. "10 anos de Toquinho & Vinícius" (auditório Bento Munhoz da Rocha Neto, hoje e amanhã, 21 horas) é, antes de tudo, um retrato sonoro de uma década de encontro & desencontro, caminhos percorridos e, antes de tudo, sobretudo, amor, esperança e confiança no novo dia que vai nascer.

Cinematográficas...

Quando, finalmente, "Mar de (")", primeiro filme de ficção, longa-metragem, de Ana Carolina, chega ao circuito comercial de Curitiba (Cinema 1), do Rio de Janeiro a atriz e relações públicas (") Brasil, que esteve na cidade à alguns meses, promovendo a temporada da peça "Se Chovesse (") Se Molhavam Todos", (") anda contar que Ana já iniciou (") novo filme, "Das Tripas coração", "uma tragicómedia com o peso do cotidiano de um colégio de meninas e que ainda traz o momento tipo de humor que "Mar de Rosas" iniciou e que considero inédito no cinema brasileiro".

Violões

O violão, bandolim e mesmo banjo-instrumentos de múltiplos recursos - podem ser apreciados, num "pacote"- para utilizar um termo bastante em evidências - colocados no mercado, nas últimas semanas. Chorinho, samba, jazz, clássico e pop-desenvolvidos por instrumentistas da maior competência, nas mais diversas linhas.

Em todas as rotações

1 - Dois interessantes discos para quem curte o piano popular: "Pedrinho Mattar/Especial - Volume 2" (RGE, 1979) e "Meu Concerto para Você" com Aluizio Pontes (Chantecler): Mattar é um pianista correto, competente, que mesmo utilizando um esquema comercial - sem pretensões maiores - dos mais requisitados para atuar em boites e pianos-bares elegantes no eixo Rio-São Paulo, cujos fregueses já garantem o consumo de seus elepês.

O jornal dos garotos

Já registramos a iniciativa uma vez e, com satisfação, voltamos a fazê-lo: Paulo Astor Soethe, filho do jornalista Hermes Astor Soethe e neto do fundador da revista "Panorama", professor Adolfo Soethe, mostra que jornalismo também se herda: vem editando "A Esperança", que tem o subtitulo de "um jornalzinho feito por meninos para meninos".

O Saci de Milena

Se alguém tinha alguma dúvida dos talentos de Milena Morozowicz e Agnalda Trinkel Miranda na área da dança, as apresentações de "O Saci", baseado nos personagens criado por Monteiro Lobato, ocorridas no último fim-de-semana, no auditório Bento Munhoz da Rocha Neto, por certo, de agora em diante, só pode ter palavras de elogios.

A Esperança

Um dos maiores eventos de 1978 foi o II.º FOLPOC ( 2.º festival de música, poeta e folclore). As categorias foram divididas em: nível 1, nível 2 e folclore só para nível 1. Entre 33 concorrentes 11 saíram vencedores. Foram estes: POESIA: Nível 1: 1.º lugar - O homem e a vida morta, Claudia da Silva; 2.º lugar - O cego, Ricardo Ruoso, 3.º lugar - Vida, José Carlos Ludovico. Nível 2: 1.º lugar - A menina, Silvia Okamora; 2.º - A infância, Karine Hoffmann.

A Esperança

No começo era só água Depois um pouco de terra Depois plantas, árvores, Animais, pássaros e o homem Para começar a guerra. Era guerra ainda tão logo não acabou E pelo jeito tão logo não acabará Pois é o homem quem a comanda E só homem há de ficar. E este mundo tão bonito Onde havia flores e bichos É que o homem está destruindo Ficando indeterminado o seu destino. E as plantas, os peixes, os pássaros. O que fizeram? Nada. E tem que ficar sem o seu habitat. Para dar lugar ao homem Para o homem poder se abrigar

A Esperança

Não é pelo fato de nosso jornalzinho ser pequeno e feito por crianças que não poderá dar opiniões e sujestões aos adultos e especialmente aos políticos. Principalmente agora quando inicia o ano internacional da criança abrem-se oportunidades para que também nós possamos expressar opiniões e especialmente fazer reinvidicações às autoridades constituídas. Não queremos dizer que deixamos de acreditar nos homens que dirigem o nosso país. Muito pelo contrário: tivemos no presidente Geisel um exemplo de homem correto e abnegado ao dirigir a nossa. Nação.

A música no Sul

Enquanto as áreas musicais de nossas Universidades continuam ainda à espera de uma agilização, o Centro de Cultura Musical da Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul, presidida pelo irmão Ernesto Dewes, vem mantendo constantes atividades - tendo inclusive sido responsável pela manutenção do Projeto Espiral, em seu primeiro ano, naquela Capital.

As gravuras de Sandra

Apesar do frio e da neve, Célia Lazarotto, mineira de Belo Horizonte, ex-diretora da Casa do Brasil em Paris, tradutora e, principalmente, a grande companheira do compadre Poty - o nosso artista plástico de maior renome nacional, está na cidade. O casal veio passar alguns dias, Poty, caladão como sempre mas rodeado de centenas de amigos que aqui tem 1 especialmente feliz com o reencontro com Franco Giglio, uma das pessoas com quem mais se identifica em seu trabalho.

No campo de batalha

Herberto Sales, autor de vários livros e pelo (") um clássico ("Cascalho"), que foi até qua-(") em 1957, nas "Edições Maravilhosa", da (") ex-presidente do Instituto Nacional do Livro, (") breve no Japão, no ano passado e, como jornalista escritor que sempre foi, reuniu suas anotações (") livro de 78 páginas, que a própria Embaixada (") Japão, em Brasília cuidou de editar e distribuir nacionalmente.

Escola de Homens (para o ano 2000)

Durante toda a manhà de domingo, no centro esportivo da Praça Oswaldo Cruz, mais de 250 crianças - entre 6 e 9 anos tiveram uma bela experiência de vivência esportiva, atletismo e, principalmente integrando humana.

Nossos cartunistas

O editor Werner Zotz conseguiu não só provar as possibilidades de manter uma editora destinada exclusivamente a publicar autores regionais, como também colocar os seus lançamentos - Editora Beija Flor - em escada nacional. Hoje, os livros que tem editado regularmente - uma média de 2 novos títulos por mês, impressos na M. Cavalcanti Ltda. - já estão nos principais pontos de vendas do Brasil - aliás tão carente de livrarias. E a imprensa nacional vem dando um justo e merecido apoiamento ao trabalho de Zotz.

Bandinhas do Sul

Quando Percy Tamplim decidiu trocar sua carreira de professor de música no Colégio Estadual do Paraná e pianista pela corajosa tentativa de implantar um estúdio de som, em nível profissional, em Curitiba, há 4 anos, muitos o chamaram de visionário. Hoje não só praticamente já recuperou o investimento feito - mais de 4 milhões de cruzeiros - como tem ampliado suas equipes para poder atender não apenas a parte de gravações, mas de filmagens, setor ao qual também vem atendendo, por enquanto na área publicitária.

As crianças na Ecologia

Se há um tema atualíssimo em nossos dias é a Ecologia. Atual e necessário, sob pena de nossos netos - ou mesmo filhos - viverem num mundo terrível, semelhante aqueles que filmes como "No Mundo 2020" e alguns outros tem mostrado - quase que numa espécie de documentários de antecipação. Por isso, um dos livros mais importantes destinados a infância - mas cuja leitura interessa também aos pais responsáveis - é "S.O.S. Para o Planeta Terra" (Salamandra, 60 páginas), de Alessandro Pacini e Gian Carlo Masini.
© 1996-2016. tabloide digital - 35 anos de jornalismo sob a ótica de Aramis Millarch - Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por Altermedia.com.br