Login do usuário

Aramis

Artigos por data (1983)

Novos Talentos

De principio é importante não confundir Denise Emmer com Denise Kalafe. De Kalafe, ponta grossense,há 13 anos radicada na Cidade do México,depois de uma passagem pelos festivais estudantis de MPB nos anos 60, na época do " Flower power ", nunca teve nenhum elepê editado no Brasil - apesar de um dezena de albuns lançados na América Latina. Denise Emmer, uma morena bonita como De Kalafe, também mostra latinismo em suas composições e interpretações, lembrando, levemente.

Conjuntos

Apesar de lançado no final de 1982, não tivemos dúvidas, em considerar o Lp da Banda Metalurgica ( Som da Gente ) como um dos melhores discos do ano passado, revelando uma excelente banda instrumental.É bem verdade que há meses já ouviamos falar deste grupo instrumental, formado por jovens músicos de valor, na faixa dos 20 anos ( se não fisicamente, ao menos mentalmente ), mas cum uma estrutura harmônica simples, sem rebuscamentos, fácil de ser apreendida - preenchendo um espaço vago na música brasileira comteporânea: o som instrumental, com força nos metais.

Cascavel a Porto Velho, a linha da migração interna

Há quatro meses, algumas dezenas, de modernos ônibus vem fazendo vários horários diários entre o Sudoeste e Norte do Paraná com a Amazônia - viajando lotados, com excelente rentabilidade.

Pedro, o juiz

Q UANDO chegou a Curitiba - e lá se vão mais de 20 anos - Pedro Ribeiro Tavares surpreendeu os funcionários, vogais e advogados da Junta de Conciliação e Julgamento, que funcionava, na época, num modesto edifício na Rua Marechal Deodoro. Isto porque entre as audiências cm que analisava as questões trabalhistas, Tavares sempre procurava falar de cinema, teatro e literatura.

Maggie, Morton, Jefferson e jazz na noite tupiniquim

MAGGIE NICHOLS, escocesa radicada cm Londres, a esplêndida vocalista do conjunto Lask - que o Goethe Institut trouxe a Curitiba, no final da semana passada, para duas apresenta9óes no Teatro Guaíra - acabou fazendo um inesperado show extra, acompanhada pelo maestro Norton Morozowicz ao piano. Foi na noite de sexta - feira, 27, antes do jantar no hotel Araucária. lnteressadissima cm música brasileira Maggie Nichois, simpática e charmosa, procurou saber detalhes da música brasileira contemporânea, já que só conheço algumas músicas de Tom Jobim ".

No campo de batalha

Modificações na estrutura da Fundação Cultural de Curitiba: ao invés de administrações isoladas nos três teatros do município, agora há apenas duas coordenações: a de música, chefiada pela sra. Suzy Lambach, e de arte cênica, entregue a Tina Camargo (ex-Teatro de Bolso) Glacy Gotardelo, a efiaen3e executiva do Teatro Universitário - que graças ao seu relacionamento na área de música popular tinha movimentada programação, agora assessora Suzy Lambach, instalada no Solar do Barão ,o setor de artes plásticas tem um coordenador dos mais capazes: Jair Mendes, também diretor do Museu Guido Viaro.

A Beta é agora da Snege, o criativo da publicidade

Desde o início da semana, a Beta Publicidade Produções SIC tem novos proprietários: Jamil Snege e Vera Backmann. Renato Schaltza, fundador daquela agência, passou as ações para Jamil e Vera, já que na tranquilidade de seus 50 anos, pretende reduziu ainda mais seu ritmo de atividades. Jornalista profissional de mareante passagem pela imprensa paranaense - especialmente no extinto "Correio do Paraná" e O ESTADO - Renatinho foi muito bem sucedido em sua vivência publicitária. Com uma pequena agencia, organizada, criou excelentes campanhas e atendeu com grande eficiência bons clientes.

O público de Itamar

Segunda-feira, 29, quase no final de sua apresentação no auditório Salvador de Ferrante, o cantor-compositor Itamar Assunção apresentou os músicos de sua banda "Isca de Polícia". Falando rapidamente, ao se aproximar do contrabaixista, antes de dizer o seu nome, disse: - No baixo Fender, temos... Antes de terminar, houve aplausos entusiásticos da juvenil platéia presente. Bem humorado, Itamar explicou: Fender é a marca do contrabaixo. O nome do baixista é Rondó. Xxx

Nos compactos surgem os novos cantores da terra

Enquanto Leozi Zilli conseguiu, após meses de insistência, uma brecha junto á multinacional Ariola, lançando seu compacto simples (e que se tiver boa vendagem, lhe garantirá a gravação de um elepê), outro jovem compositor-intérprete paranaense, Cezar Portes, se lança agora na aventura de seu primeiro disco. Curitibano mas com vivência cm São Mateus do Sul, cidade na qual residem seus pais, Cezar, 22 anos completados dia 20 de maio último, trocou os sonhos de fazer a medicina pela incerta carreira artística.

Clima de ficção na grande festa do Shopping Mueller

Foi pena que devido aos naturais problemas de última hora, obrigando a improvisar soluções, os empresários Salomão Soifer, Rubena Telg e Milton Gurtenstein, não tivessem tido a lembrança de encomendar a documentação em filme dos detalhes da Cesta de abertura do Mueller Shopping Center.

Bailarinas de Las Vegas no novo show de Tihany

Tihany (Franz Ceisler), o grande comandante do circo que desde o dia 19 está instalado no Tarumã, se preocupou pessoalmente, supervisionar os ensaios gerais dos novos números que estarão tendo sua estréia mundial a partir de Segunda-feira.

No campo de batalha

O jornalista Creso de Moraes, profissional dos mais respeitados, fez um acordo operacional com a Papel de Imprensa, agência editorial de Londrina, para publicar a revista "Rodonal". Os editores da revista ajo os jornalistas Carlos Brun, da assessoria de imprensa da Volvo, ex-Diário do Paraná e Marcello Hollanda, e a publicação, é do primeiro nível.

O mundo mágico de Tihany (I)

Sexta-feira, após o espetáculo, quando as luzes do Circo Tihany apagaram-se, seus artistas, técnicos e funcionários, reuniram-se numa animada festa no Pinheirão Campestre, no lado oposto da Avenida Victor do Amaral, onde o circo está montado ha duas semanas.

Afinal a Prefeitura vai esclarecer o caso da C&A

ENFIM, a Prefeitura decidiu esclarecer a questão da permuta do cinema do C&A - que seria doado a Fundação Cultural (ou a URBS?

No campo de batalha

O ator Airton Muller, animador do Mobralteca-Klabin, é o ativo representante no Paraná do Fã Clube Nacional Borba e assim distribuiu, localmente, os convites para as comemorações do aniversário da "Favorita da Marinha".

Clássicos (II)

Na semana passada registra-mos as dificuldades de gravações dos músicos eruditos no Brasil - e especialmente da difusão dos nossos compositores que se dedicam a música clássica. Por isto, quando gravadoras dão oportunidades a que se tenha registros de nossos autores em bem cuidadas interpretações, julgarnos que o rato merece especial registro. É o que faremos hoje em relação a algumas expressivas produções que saíram recentemente - e que podem ser encontradas em loja, que trabalham com discos de qualidade, como a F. Sartori e Arte & Talento, em Curitiba,

Guitarristas

04/09/83 pg. 26 Para quem curte a guitarra elétrica, o som de muitos decibéis e o rock, a recomendação é esta: "Ah? Robertinho do Mundo?" com Robertinho do Recife (Ariola, junho/83). Mais um nordestino bem sucedido, que no início pelas mãos de Fagner conseguiu andar sozinho, Robertinho de Recife demonstra neste disco sua habilidade instrumental e dose de inventividade, ao ponto de encerrar o lado 1 com um arranjo da "Bachiana no 5", de Villa Lobos, em ritmo de chorinho , juntando 4 cellos, baixo, bateria e até um pandeiro.

Muggiati conta em quatro fascículos a "rock story"

Roberto Muggiati, curitibano que depois de correr o mundo - Nova Iorque, Londres, Paris, China (foi o primeiro jornalista brasileiro a escrever um livro sobre aquele país, após Mao Tse-Tung) se fixou no Rio de Janeiro, onde dirige a revista "Manchete", foi sempre um atualizado e apaixonado pesquisador musical. Quando ainda morava em Curitiba, no final dos anos 50 - trabalhando na "Gazeta do Povo", na saudosa boemia após o fechamento do jornal, percorria as então animadas boites da cidade, para descobrir talentos musicais.

O mundo mágico de Tihany (II)

Roberto Muggiati, curitibano que depois de correr o mundo - Nova Iorque, Londres, Paris, China (foi o primeiro jornalista brasileiro a escrever um livro sobre aquele país, após Mao Tse-Tung) se fixou no Rio de Janeiro, onde dirige a revista "Manchete", foi sempre um atualizado e apaixonado pesquisador musical. Quando ainda morava em Curitiba, no final dos anos 50 - trabalhando na "Gazeta do Povo", na saudosa boemia após o fechamento do jornal, percorria as então animadas boites da cidade, para descobrir talentos musicais.

No campo de batalha

O casamento de Cristina Bakker, uma das afinadas Nymphas, no sábado ao entardecer, na Igreja Santa Terezinha, com o Erlom Silva (filho do pintor Erico da Silva), confirmou o velho adágio de "casa de ferreiro, espeto de pau". Apesar de integrar o grupo vocal desde sua fundação - e ser das mais estimadas no meio musical - Cristina dispensou qualquer sofisticação sonora: seu casamento foi simples, sem música. Suas colegas do grupo vocal estavam, elegantemente, na igreja e depois na recepção (no Ilha do Mehl), mas sem cantar.
© 1996-2016. tabloide digital - 35 anos de jornalismo sob a ótica de Aramis Millarch - Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por Altermedia.com.br