Login do usuário

Aramis

Artigos por data (1985 - Fevereiro)

Programa lírico

Um programa para os (muitos) curitibanos que apreciam o canto lírico. O casal Mazias e Deny de Oliveria, apresenta um recital com árias de óperas e canções brasileiras, hoje, às 20,30 horas, no auditório do Cefet (Avenida 7 de Setembro). No programa, estão árias de "La Boheme", "Traviatta", "Fausto", "Butterfly" e "Falsfatt", entre outros. xxx O tenor Mazias e a soprano Deny moram em Santa Maria, onde lecionam no curso de música da Universidade Federal. Retornaram há poucos meses dos Estados Unidos, onde se completou mestrado em Ópera e Canto. xxx

Contrapontos da literatura

Uma das mais antigas editoras brasileiras, a Vozes tem um dos mais respeitados catálogos de obras destinadas ao público universitário. São centenas de títulos cobrindo as mais diferentes áreas. Agora, mais um bom lançamento abre uma nova coleção - a Debate Cultural: "Os Contrapontos da Literatura" (Arte, Ciência e Filosofia).

Alguns homens grandes que escrevem para os pequenos

Na literatura infantil ocorre, aparentemente, uma espécie de matriarcado. Da informação especializada, através do sério trabalho desenvolvido por jornalistas que se dedicam ao setor (Ana Maria Machado, Fanny Abramovich, Paula Saldanha, Laura Sandroni, entre outras) às autoras, só homens perdem em número. Entretanto, isto não significa que os escritores também não se voltem, vez por outra, ao fértil território das crianças. Eis alguns positivos exemplos de autores de livros infantis.

A poesia anos 80 de Miguel Almeida

A poesia é necessária. Uma verdade que se repete a cada vez que mergulhamos numa leitura de um bom autor - famoso ou jovem - que procura sua verdade através das palavras que monta/cria/sensibiliza o leitor. Sente-se isto perante vários livros que, lançados mais ou menos recentemente, nos aproximam de poetas com muita sensibilidade.

Balcão de Ofertas - Explicações de Langoni para a dívida externa

Lançado no último dia 31 de janeiro, na sede da Confederação Nacional do Comércio, no Rio de Janeiro, "A Crise do Desenvolvimento - Uma Estratégia para o Futuro", entra, forçosamente, na lista dos mais vendidos na categoria de não ficção. Justifica-se: seu autor é Carlos Geraldo Langoni, que até há poucos meses era presidente do Banco Central - e portanto integrava a tríade de maior força da descabelada economia brasileira.

O som dos pampas (II) - Galileu e Coelho com suas canções de amor

GALILEU ARRUDA (Passo Fundo, RS, 1953) - é o exemplo da força de vontade, dedicação e entusiasmo somado a um grande talento. Em 1982, durante as várias eliminatórias do MPB-Shell, de cujo júri fizemos parte, tivemos ocasião de conhecer Galileu Garcia, então morando no Rio de Janeiro e buscando seu espaço num terreno movediço e difícil. Em inesquecíveis almoços-jantares na casa de uma das pessoas que mais força dava a Galileu, a incrível e eclética Isolda D'Ambrósio (cuja importância na MPB em trabalho dos bastidores, um dia será reconhecido em prosa e verso), conhecemos a música de Galileu.

Ópera sem canto

Há mais de 20 anos a RCA editou em seu prestigioso selo Red Seal um disco que alcançou grande vendagem em todo o mundo: "Ópera Sem Canto". Uma grande sinfônica interpretando aberturas de óperas famosas num trabalho didático: a apresentação da belíssima música criada pelos grandes compositores de óperas em tratamento apenas orquestral.

Jazz sem concessões (e muita vanguarda)

A Barclay (ex-Ariola) agiu com a maior inteligência em termos de seus lançamentos de jazz no ano passado: ao lado de um pacote com tesouros de etiquetas especializadas como a Riverside, Prestige, Fantasy e Milestone - com preciosidades registradas pelos mais importantes jazzístas especialmente nos anos 50 - também assumiu a ECM, a prestigiosa etiqueta de Manfred Eicher, da Alemanha Ocidental, que se orgulha de ter o menor - mas o mais selecionado - elenco de Gênios da música contemporânea.

Um belo duo que vai do clássico ao jazz

As aproximações entre o clássico e o jazz são mais frequentes do que se possa imaginar. Afinal, para um grande virtuose tanto a chamada música erudita como a liberdade do improviso jazzístico oferecem idêntica fascinação. Friedrich Gulda, por exemplo, sempre contrapôs aos seus célebres recitais eruditos com espontâneas jam-sessions - muitas das quais registradas em elepê, como a recente "The Duet", com Chick Corea, lançando num belíssimo lp da Barclay há poucos meses.
© 1996-2016. tabloide digital - 35 anos de jornalismo sob a ótica de Aramis Millarch - Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por Altermedia.com.br