Login do usuário

Aramis

Artigos por data (1986 - Julho)

Uma cinebiografia bem à moda antiga

As cinebiografias constituíram no passado um gênero fértil para o cinema americano. Das superproduções (para a época) em que William Dieterle (1893-1972), usando o seu ator favorito, Paul Muni (1895-1949) levou à tela as vidas de Louis Pasteur, Emile Zola e Benito Juarez as nem sempre realistas biografias de nomes famosos do show bussines - o gênero chegou a fazer escola. Hoje, entretanto, em que pesem surpresas como o recente "Amadeus" (mas motivado mais pelo êxito da peça de Peter Schaeffer) as cinebiografias rarearam nas telas.

Em memória ao maestro Idílio

Uma missa ao cair da tarde de hoje, dia 1°, na Igreja do Rosário, lembará para os amigos do maestro Idílio Donati, a passagem de um ano de sua morte. Na ocasião serão executadas algumas peças de sua autoria, com a participação do Madrigal Pro Arte, sob a regência do maestro Aldo Hasse. Uma cerimônia simples mas significativa em homenagem a memória de um homem que procurou dar sua energia, seu talento a Curitiba - mas não teve, em vida, o reconhecimento devido. xxx

No campo de batalha

Os produtores de pornoproduções da Boca do Lixo, em São Paulo, estão cada vez mais audaciosos não só nos títulos das fitas de sexo explícito, como também no "batismo" das atrizes que se dispõem a participar das mesmas. Por exemplo, "Chi! Cometa", exibido na semana passada no Glória I, trouxe uma certa Priscilla Plesley - ou seja, "quase" o mesmo nome da viúva de Elvis Presley! xxx

Oscar & Mr. Moon (uma relação muito delicada)

O deputado Oscar Alves está procurando, de todas as maneiras, esclarecer a sua ligação com o movimento liderado pelo reverendo Moon - depois que o "Correio Brasiliense" (22/6) publicou em ampla reportagem a sua participação numa manifestação desta seita de radicais anticomunistas.

Compositores contra a pirataria do PTB

Um alerta para os políticos que pretendem usar músicas populares em suas campanhas sem a devida autorização dos autores: os compositores estão atentos para processar a quem piratear suas obras em mensagens não autorizadas. Um exemplo foi a decisão de Francisco Mário, Aldir Blanc, Cláudio Cartier, Paulo Cesar Feital e Maurício Tapajós em denunciarem o PTB que em programa nacional, por rádio e televisão, no dia 29 de abril, usou músicas destes autores (e mais Márcio Borges, Wagner Tiso, Egberto Gismonti). xxx

Memórias de Mazzaropi

Poucos sabem que Mazzaropi quando tinha 10 anos de idade sonhava já com a vida artística e para que não fugisse com um circo, os seus pais o enviaram para Curitiba, onde um de seus tios, Domingos Mazzaropi, tinha um comércio de cassemira. Agora, quando fazem 5 anos da morte do popular comediante, um jovem apaixonado por sua vida e obra, Luiz Carlos Schroder de Oliveira escreveu um livro sobre o artista - "Mazzaropi - Saudade de um povo" (editora CEDM, junho/86), lançado na semana passada em Londrina, com distribuição nacional de Fernando Schnaglia. xxx

Industrial Hilário é agora cantor nacional

Paulo Hilário, double de industrial e compositor-cantor, entregou na semana passada ao sr. Eny de Oliveira, executivo da Polygram, a arte para a capa de seu elepê, produzido em Curitiba mas que terá distribuição nacional da Fonobrás.

Laura, a musical presença gaúcha

Seu nome é musical. Lembra a mulher-tema que há 42 anos inspirou ao cineasta Otto Preminger um clássico filme noir e que ganhou o emolduramento sonoro perfeito da canção de David Raskin e Johnny Mercer: Laura. Gaúcha de Porto Alegre, modificou um pouco o sobrenome para a carreira artística: Finokiaro. Cabelos morenos, um toque levemente punk, mas de uma cordialidade extrema, está há 3 anos em São Paulo batalhando pelo seu espaço num mercado competitivo.

Motoqueiros parnaguaras num roteiro de 6 mil km

Percorrer quase seis mil quilômetros em 30 dias, enfrentando as mais difíceis situações é um desafio mesmo para quem tenha muita experiência. Mas espírito de aventura, coragem e disposição não faltam a três parnanguaras, funcionários da Petrobrás, que decidiram gastar suas férias fazendo um pesadíssimo percurso em motcicleta: de Paranaguá a Porto Velho, percorrendo estradas, picadas e até mesmo embrenhando-se em trilhas pela selva - "onde existir condições de passar com uma moto", explica Jorge Luís Guilherme Cancella, 31 anos, um dos corajosos idealizadores desta aventura. xxx

A arte de Teca e Tião

Sebastião Tapajós é o exemplo de como um artista pode se tornar querido numa cidade. Até dez anos passados, raros eram os que tinham ouvido falar neste violonista paraense que vinha se apresentando mais na Argentina do que no Brasil. Mas bastou o bom Tião descobrir Curitiba para aqui fazer uma espécie de ponto de apoio para suas andanças internacionais. Simples, cordial e, sobretudo amigo dedicado, Sebastião vem dando uma das maiores contribuições artísticas a muitos músicos da terra.

No campo de batalha

Dentro dos eventos motivados pelos 20 anos da morte de Bertold Brecht (Augsburg, 10-02-1898 - Berlim Oriental, 10-08-1956), uma simpática iniciativa de alguns jovens curitibanos: a criação da Associação Artística e Cultural Bertold Brecht. A entidade foi fundada no dia 2 de janeiro mas só agora começa a ter alguma presença em termos de realização. xxx

Só hoje para ver Teca e Tapajós

Pela primeira vez juntos no palco, mas apenas numa noite, estarão hoje, no auditório da Reitoria, o violonista Sebastião Tapajós e a cantora Teca Calazans. O encontro dos dois é patrocinado pelo Instituto de Pesquisa do Paraná e com o apoio do candidato comunista Marcelo Jugend. A capixaba Teca Calazans passou dez anos na Europa, a partir de 1970, quando nasceu a dupla Teca e Ricardo (Ricardo Villas então seu marido) responsável por seis discos gravados na França.

Filmes das alemãs sobre as mulheres

Mais uma vez, o "culto" público de Curitiba deu um recibo de que realmente não sabe prestigiar os grandes filmes - e que só vai mesmo ao cinema quando há atrações (sic) que ultrapassam a área artística e ficam no modismo. Assim, "Cotton Club", de Francis Ford Coppola, esplêndida superprodução sobre a época do jazz, sofisticado, com uma trilha sonora excelente, ótimo elenco, saiu de cartaz - com renda tão pequena que João Aracheski nem pensa em reprogramá-lo em outra sala.

Canções de 11 Estados consagrarão o Fercapo

Com 213 inscrições de compositores de 11 Estados o Festival Regional da Canção Popular, em Cascavel, pode até eliminar a palavra Regional de seu nome oficial. Afinal, nesta 14ª edição - de 17 a 19 de julho - o Fercapo atinge sua maioridade, consagrado não só como o mais importante evento musical do Estado, mas, também, em condições de ser comparado a outros grandes festivais de MPB - inclusive a Califórnia da Canção, em Uruguaiana e ao Musicanto, em Santa Rosa - para só citar dois exemplos maiores entre os 40 festivais anualmente promovidos no Rio Grande do Sul xxx

Julho, época de festivais

Vários festivais de música aconteceram em julho - mês tradicionalmente propício a este tipo de eventos. Assim, neste fim-de-semana, em Avaré, ocorre a III Feira Avarense de Música Popular, que se inclui hoje como um dos mais disputados eventos musicais do Interior de São Paulo e no qual foram revelados grandes compositores, inclusive os irmãos Jean e Paulo Garfunkel (netos do saudoso casal Helene e Paul Garfunkel), por sinal, já com um elepê na praça ("Trocando Figuras", Nova Copacabana).

Thiago, o canto do Brasil em Figueira

Um garotinho encantador, cabelos loiros e encaracolados - perfeita imagem do "Pequeno Príncipe" na visualização do imortal personagem de Saint Exupery que une a um talento natural para a música, também uma extraordinária vivacidade e inteligência, estará representando o Brasil na oitava edição da Gala de Pequenos Cantores, promoção internacional realizada todos os anos na cidade de Figueira da Foz, em Portugal.

Beatriz e o pioneiro banco dos imigrantes

Aposentada da Universidade Federal do Paraná, radicada hoje no Rio de Janeiro - onde se casou com o empresário Aulo Lolla - a professora Beatriz Pellizzetti há anos vem estudando aspectos da colonização do Vale do Itajaí, especialmente em Blumenau e Rio do Sul. Filha de um dos pioneiros daquela região, imigrante Ermembergo Pellizzetti, vem se preocupando em mostrar a contribuição deste homem na formação empresarial de uma das mais ricas regiões do país.

Música e informação para 500 mil pessoas

Gebran Sabbag está exibindo seu mais dentifrício sorriso. Além de ter voltado a atuar na noite, encantando o seu público com improvisações e harmonias ao piano, o bom turco acaba de ver implantado um velho sonho: o sistema de música e notícias nos terminais de transporte coletivo da cidade.

Beatriz e o pioneiro banco dos imigrantes

Aposentada da Universidade Federal do Paraná, radicada hoje no Rio de Janeiro - onde se casou com o empresário Aulo Lolla - a professora Beatriz Pellizetti há anos vem estudando aspectos da colonização do Vale do Itajaí, especialmente em Blumenau e Rio do Sul. Filha de um dos pioneiros daquela região, imigrante Ermembergo Pellizetti, vem se preocupando em mostrar a contribuição deste homem na formação empresarial de uma das mais ricas regiões do País.

Bluesmen, o canto que vem de longe

O que é um Bluesmen - palavra que se aplica melhor do que ninguém a B. B. king? Edmar Pereira, numa pesquisa bem objetiva, resumiu a questão num texto que merece transcrição: "Bluesman, como se pode descobrir em qualquer dicionário musical, é um título que tem muito mais a ver com a pessoa do que com o tipo de música que ela interprete.
© 1996-2016. tabloide digital - 35 anos de jornalismo sob a ótica de Aramis Millarch - Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por Altermedia.com.br