Login do usuário

Aramis

Artigos por data (1986 - Agosto)

Mercadores de armas e o marketing da guerra

Algumas coicidências: o filme "Uma tacada da pesada", exibido no Astor, aborda, em forma de comédia, a questão dos industriais da morte - os multinacionais fabricantes de armas e seu sujo comércio em todo o mundo. Fred Mustard Stewart em "O Titã" (Record) faz uma ficção sobre um homem que se torna trilionário comerciando com armas.

A bela Vera Gimenez vende agora "bottons" políticos

Por certo, nem o mais ocupado dos nossos políticos - seja Álvaro Dias ou o deputado Alencar Furtado - deixarão de receber uma pessoa muito especial que chega hoje a Curitiba: Vera Gimenez. Uma das mais belas atrizes do cinema brasileiro nos anos 70, tendo estrelado vários filmes produzidos e dirigidos por Jece Valadão, a bela Vera hoje está atuando numa área totalmente diferente: é representante de uma empresa que trabalha na confecção de produtos ligados a campanhas políticas - como bottons, brindes infantis, mensagens criativas etc. xxx

Operação de Lala, uma peça que a vida prega

Um dia de aflição para os milhares de amigos de Lala Schneider, a estimada atriz que ontem se submeteu a uma delicada intervenção cirúrgica no Hospital Cajuru, onde está internada há duas semanas. Lala estava ensaiando a peça "A Sedução", adaptada por Edson Bueno - também o diretor - de contos de Oscar Wilde (Oscar Wingall O'Flahertte Wills, Dublin - 1856 - Paris, 1900), quando sentiu-se mal e, acometida de fortes dores, foi internada imediatamente.

De Volpi a Douglas, exposições em marcha

Ao menos uma tela de Volpi que se encontra no Paraná - o belo óleo "Interior com Manequim", da década de 40, nas dimensões de 73 x 100 centímetros - está na magnífica exposição comemorativa aos 90 anos do nascimento do pintor, inaugurada na semana passada, no Museu de Arte Contemporânea em São Paulo. Esta tela - no valor de muitos e muitos mil cruzados - pertence ao colecionador Emilio Carlo Fineschi e foi fotografada por Orlando Azevedo para constar do catálogo.

Final de férias com programação censura livre

As férias chegam ao fim mas há ainda programas para a garotada. Afinal, é necessário formar novas platéias - o que só se torna possível estimulando as crianças a frequentarem os cinemas.

Muitos aplausos para Andreato em sua peça

Muitos aplausos na estréia, quinta-feira à noite, confirmaram em Curitiba, a comunicação e qualidade de "Hello, Boy" de Roberto Lage (auditório Salvador de Ferrante, hoje e amanhã, 21 horas), peça que permaneceu quatro meses no Dumas Teatro dos Jardins, em São Paulo e que agora inicia excursão. Os maiores elogios são para Elias Andreato, 33 anos, paranaense de Arapongas - mas que nunca morou no Paraná.

Fagnari, uma família unida pela fotografia

Sem dúvida José Paulo Fagnari é um homem de sorte. Há menos de um mês, trocou dois de seus veículos por modelos novos, fugindo assim da taxação de 30%. E junto com a família viajou para os Estados Unidos antes da taxação sobre passagens internacionais. Mas sua boa estrela não fica somente aí.

Com habilidade, Gil agora preside os cineclubistas

José Gil de Almeida, 29 anos, paranaense de Goioerê, há 5 anos em Curitiba, mostrou muita habilidade para voltar de Brasília como presidente do Conselho Nacional de Cineclubes. Durante 6 dias, mais de 100 dirigentes de cineclubes estiveram em delicadas reuniões discutindo a formação da nova diretoria, num intrincado jogo de interesses políticos refletindo várias tendências ideológicas.

Mais uma semana de filmes alemães

Além da estréia de "Lola" de Werner Fassbinder (cine Luz) e da surpresa de um science-fiction alemão - "1997 - O Princípio da Arca de Noé" (Groff), também o Toeth Institut/Instituto Cultural Brasileiro - Germânico, promove uma Semana do Cinema Alemão, com sessões às 20h30min, na Cinemateca. Com exceção de "Fitzcarraldo", de Werner Herzog - reapresentado ontem - esta mostra traz filmes inéditos, de realizadores ainda pouco conhecidos entre nós.

O sucesso de Telmo, o idealizador do FENATA

"O homem da Capa Preta" filme biográfico (livremente) de Tenório Cavalcanti, grande premiado em Gramado - e com lançamento previsto para as próximas semanas - tem um bom elenco, a começar por José Wilker como o polêmico político e pistoleiro da Baixada Fluminense. No elenco de apoio, uma das atuações mais marcantes é de um ator parananense: Telmo Faria. xxx

No campo de Batalha

Uma dupla homenagem póstuma na remontagem de "A Dama de Copas e o Rei de Cubas" (Teatro 13 de Maio, a partir do dia 8): ao autor Timochenko Wehby, falecido há poucos meses, e a Antonio Carlos Kraide (1942-1983), que, há dez anos, dirigiu esta peça, com Regina Bastos, Ariel Coelho e Mara Moron. Agora, com a direção de Marcelo Marchioro, a mesma peça traz novamente ao palco a competente Regina Bastos, ao lado de Claudete Pereira Jorge e o novato Mario Schoenenberger. xxx

Um homem/ uma mulher

Guérios, o filósofo Rosário Farani Mansur guérios acostumou-se ao longo de sua vida a atender telefonemas de pessoas com dúvidas em português. Afinal, é o nosso mais respeitado filólogo, com uma obra extensa e respeitável - mais de 1.600 publicações entre livros, ensaios, monografias e dicionários e artigos de jornais.

Lady Day canta novamente - (27 anos depois continua a ser a melhor voz do jazz)

"Uma de suas canções mais famosas fala de estranhos frutos pendentes das árvores do sul. As árvores tem sangue nas folhas e nas raízes. Os frutos são cadáveres de negros linchados, que balançam ao vento" (Juarez Barrozo, 1973) Billie Holiday também foi linchada. Só que sua agonia durou um instante, não se restringiu a um momento trágico. Durou 44 anos.

Geléia Geral

Willie Nelson (Fort Worth, Texas, 1933) é hoje o maior nome da música country nos Estados Unidos. Dono de imensa popularidade, dezenas de álbuns gravados e incursões cinematográficas - após sua vigorosa presença em "O Cavaleiro Elétrico" (revisto na semana passada na televisão), Willie não ficou apenas nas canções country. Com sua voz privilegiada e arranjos muito próprios evoluiu para um repertório romântico, fazendo ao menos um lp ("Stardust") explodir nas paradas de sucesso. Com isto chegou também em destaque no Brasil, onde a música country não tem o público maior.

Num clima europeu, Campos do Jordão fez seu festival

Antônio Meneses, hoje um dos grandes violoncelistas internacionais, deveria fazer um dos principais concertos do XVII Festival de Inverno de Campos do Jordão. Entretanto, como casou há apenas um mês, com uma famosa pianista, preferiu viajar em lua-de-mel e cancelar o compromisso no Brasil.

Os virtuoses dos teclados e as excelentes gravações

João Carlos Martins, paulista, 46 anos, é o exemplo do músico que contraria a tese de que todo artista é desligado em termos empresariais. Virtuose do piano - instrumento que começou a estudar aos 8 anos - aos 13 já se apresentava no Festival de Inverno de Petrópolis (o mais antigo do País) e faria uma carreira brilhante. Um acidente num jogo de futebol - esporte que sempre o fascinou - obrigou o seu afastamento do piano por alguns anos e neste período se revelou um superexecutivo, atingindo altos cargos numa organização bancária.

No dia 13, Menezes com a orquestra de Blumenau

Com apenas 29 anos, Antonio Jerônimo Meneses já pode ser considerado um dos grandes violoncelistas da atualidade. Em 1982, conquistou o primeiro prêmio no Concurso Tchaikowsky, em Moscou - o que lhe abriu as portas internacionais. No ano passado, veio ao Brasil para fazer um concerto no Festival de Inverno de Campos do Jordão, viabilizado graças ao patrocínio da Souza Cruz. Este ano, estava novamente programado sua presença, no concerto de sexta-feira, 25, tendo ao piano Cecile Licad, e interpretando sonatas de Mendelssohn, Chopin e Shostakovich.

"A Cor Púrpura " da injustiça do Oscar

Para provar de que não é apenas o golden boy do cinema de entretenimento, capaz de acumular os maiores sucessos de bilheteria, Steven Spielberg, 40 anos, realizou no ano passado um dos filmes mais emocionantes dos últimos anos: "A Cor Púrpura". Indicado a 11 Oscars, não teve uma única premiação na noite de 24 de março, na 58ª festa de entrega dos troféus, confirmando-se, assim, mais uma clamorosa injustiça da Academia de Artes e Ciências Cinematográficas de Hollywood.

O canto da América

O público curitibano curte muito a música latino-americana. Tanto é que mesmo um grupo limitado como o Tarancon tem aqui uma platéia fiel que lota suas apresentações. Como subproduto das inúmeras temporadas do Tarancon, se formaram até conjuntos locais, que com instrumentos andinos, vem insistindo no mesmo repertório. Entretanto, em termos de qualidade musical, o que há de melhor em música latino-americana é o Raices de América, que está retornando de uma excursão à Europa e lançando um novo elepê, como os anteriores, pelo selo Eldorado.

Marisa na Justiça contra as acusações de Machado

Quando o deputado Tadeu Lucio Machado aceitou a infeliz incumbência de ler um discurso preparado pelos assessores da Secretaria da Cultura e Esportes, na sessão de 10 de abril último, não imaginou que estaria se incompatibilizando com toda classe artística do Paraná e ganhando processos judiciais.
© 1996-2016. tabloide digital - 35 anos de jornalismo sob a ótica de Aramis Millarch - Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por Altermedia.com.br