Login do usuário

Aramis

Artigos por data (1987 - Janeiro)

Pela 21ª vez, os melhores do cinema

Pela 21ª vez, O Estado do Paraná publicará domingo, dia 4, a página dos melhores do cinema - com a listagem dos 10 melhores filmes lançados em Curitiba durante o ano. Além de ser o jornal que mantém este ranking com a maior periodicidade, também o levantamento apresenta uma característica única: é o único, em toda a imprensa brasileira, que faz o levantamento dos preferidos do público. xxx

Muitos candidatos e poucas vagas nos clubes da cidade

A decisão de alguns velhos associados da Sociedade Garibaldi em obstruírem, juridicamente, a propalada fusão com o Santa Mônica Clube de Campo não surpreende a quem acompanha o movimento clubístico no Paraná. Afinal, já em diferentes ocasiões, tentativas de união de entidades esbarraram em reclamações de associados, especialmente quando as assembléias gerais são convocadas de forma nebulosa, sem os devidos esclarecimentos.

Clubes de campo, o negócio de sucesso

Há alguns meses o sr. José Antônio Castagnoli, técnico em marketing, elaborou um estudo sobre as potencialidades de lazer e concluiu que Curitiba oferece fértil campo a empreendimentos sociais. O boom da população e a ascensão do poder aquisitivo de uma grande faixa - entre pequenos empresários, profissionais liberais, executivos e mesmo funcionários públicos qualificados - faz com que exista a demanda por espaços que ofereçam condições de lazer nos fins de semana.

Papai Noel, um ônibus e um casal apaixonado

Nas mãos de mestres como Rubem Braga ou Fernando Sabino, seria um tema para uma crônica antológica, daquelas de figurar obrigatoriamente em antologias de Natal. Como somos apenas um repórter, contamos a história para que a imaginação criadora dos cronistas ou, por que não, dramaturgos, a transformem um dia numa peça literária ou uma cena em palco.

Os filmes de Brasília e um sonho de Denise

Dois projetos que Denise Stocklos gostaria de realizar em Curitiba mas que tiveram que ser adiados para 1987 devido seus compromissos em Nova Iorque, onde fará cursos e uma temporada no Teatro La Mamma, no Greenwich Village: gravar o teipe para a série "Bicho do Paraná", do Bamerindus e fazer um curta ou média-metragem em que revisita Curitiba.

Um novo mercado que abre com o cinema em sua casa

Definitivamente consolidado no Brasil, o vídeo-tape trouxe um novo tipo de consumidor cinematográfico: aquele que sem deixar o conforto doméstico recorre às locadoras para assistir aos filmes do momento. Isto porque embora o acervo de muitas locadoras ultrapasse 2 ou 3 mil títulos, 80% dos interessados concentra-se apenas na produção mais recente, muitas das quais lançadas - em cópias seladas ou (principalmente) pirateadas - simultaneamente à exibição dos filmes nos circuitos comerciais.

Os melhores títulos lançados durante 86

Pouco a pouco, organizam-se as distribuidoras de videocassetes no Brasil. Assim, em 1986 apareceram diversas empresas que, legalmente, estão colocando títulos no mercado, devidamente selados e respeitando os direitos autorais. A partir de agora já é possível começar a se estabelecer um novo ranking: os dez melhores títulos de tapes colocados à disposição das locadoras e videomaníacos.

A pirataria que traz prejuízos

No início, era a pirataria. Única e exclusiva forma de abastecer os primeiros videoclubes (que, como clubes, hoje, desapareceram) e locadoras. Hoje, com um crescimento irracional do mercado consumidor, embora ainda longe da disciplina e (indispensável) saneamento, já começam a existir o oferecimento de fitas legalizadas. Das 70 locadoras existentes em Curitiba - desde as maiores (Tape Clube do Paraná, Master, Vídeo Clube Batel, etc.) até improvisadas instalações em garagens suburbanas (como o Space Vídeo), poucas - muito poucas - são as que dispõem apenas de vídeos legalizados.

O boom fonográfico só prejudica os talentos

Muito mais complexa do que a escolha dos melhores filmes lançados durante o ano é a indicação dos discos mais importantes a cada doze meses. A própria diversificação de gêneros e estilos, multiplicidade de edições e falta de parâmetros que indiquem exatamente as edições faz com que toda indicação corra o risco de conter injustiças. Portanto, desde quando - em 1968 - passamos a coordenar uma espécie de music pool, temos procurado diversificar as escolhas, buscando sempre pessoas que, profissional ou apenas entusiasticamente, acompanham o ano musical.

11 lembranças do 86 musical

1 - Continuidade do projeto MEMÓRIA, patrocinado pela Elebra Eletrônica, de São Paulo, com a produção de excelentes elepês de música popular coordenados por Pelão (João Carlos Botezelli). O terceiro volume é dedicado aos clássicos do Carnaval dos anos 30.

DECLARAÇÃO DE VOTO

Sem considerar os elepês de Beth Carvalho e Maria Bethânia - que, lançados neste finalzinho de ano, ainda não chegaram aos nossos ouvidos - pode-se dizer que 1986 foi, mais uma vez, um ano de canto das mulheres. A começar pelo retorno, há tanto ansiosamente aguardado, da Divina Elizeth Cardoso, 66 anos, que num álbum comemorativo aos seus 50 anos de carreira, foi carinhosamente produzido pelo seu mais ardoroso fã, o poeta e animador cultural Hermínio Bello de Carvalho.

Pagode, a reação verde amarela contra o rock

Se o rock continuou a ser o grande campo de investimento das principais gravadoras - especialmente as multinacionais - houve, em contrapartida, a nacionalística reação do pagode. De modestas produções na RGE, o pagode cresceu em vendas e terminou o ano ganhando os espaços nobres dos milionários programas especiais de fim de ano das redes nacionais de televisão, até mesmo no super Global especial de Roberto Carlos.

E, mais uma vez, Allen é o melhor

E mais uma vez deu Woody Allen na cabeça.

Internacional Gismonti vem explicar sua "Alma"

1987 começa com uma visita especial: Egberto Gismonti. Dando exemplo de humildade que falta a tantos (falsos) superstars, ele faz questão de, pessoalmente, acompanhar o lançamento de cada um de seus novos discos. Assim, nesta semana, Gismonti chega a Curitiba para falar com a imprensa, comparecer a emissoras - mesmo aquelas que nunca divulgam sua música - e autografar "Alma" - título de seu novo álbum - no stand fonográfico da Livraria Curitiba (Praça Santos Andrade).

José, um paranaense na prefeitura de Cruz Alta

Passando a festa de fim-de-ano em Curitiba, com a mãe, dona Joanita, e a irmã, bibliotecária Nancy, o prefeito de Cruz Alta, José Westphalen Corrêa, aproveitou para rever os muitos amigos na cidade, onde se formou em medicina há 32 anos. Primeiro radiologista na cidade de Cruz Alta, a 350 km de Porto Alegre, José Westphalen Corrêa fez carreira tanto na área médica como na política, tanto é que ocupa, pela terceira vez, a prefeitura. xxx

O rumo americano da família Lerner

O arquiteto Jaime Lerner, a esposa Fani e as filhas Ilana e Andrea, já estão arrumando as malas para dois meses de permanência em Berkeley, Califórnia. Pela segunda vez, Jaime será professor visitante de uma das mais famosas universidades americanas. Fará conferências e debates sobre aquilo que mais curte entende: planejamento urbano. xxx Há sete anos, Jaime Lerner estava também em Berkeley, como professor visitante, quando foi despertado, numa madrugada, por um telefonema internacional. De Curitiba, o então recém-eleito governador Ney Braga, perguntava:

Guarapuava vai ganhar rádio e TV educativa

Silenciosamente, sem alarde, estão sendo implantadas em Entre Rios, município de Guarapuava, uma estação de rádio e televisão educativa - que se integrarão ao Sistema Nacional de Radiodifusão Educativa, que entra em 1987 com um conjunto de 42 emissoras em operação e 11 que estão sendo montadas. Dessas, oito são emissoras de rádio e três são canais de TV (em Alfenas, Minas Gerais; João Pessoa, Paraíba e Guarapuava).

A Estadual terá sua FM (mas precisa reformas)

Presidido por Roberto Parreiras, executivo dos mais competentes e habilidosos da área cultural, que, há 12 anos, gerenciou o núcleo que se transformou na Fundação Nacional das Artes - da qual fui diretor executivo por quatro anos, a Funtevê tem hoje nova estrutura. Com a criação de uma nova Diretoria (de Educação), deixaram de existir dois dos cinco Centros que a integravam (de Multimeios Educativos e de Cinema Educativo). Também foram extintas algumas Superintendências, além de remanejadas as funções de algumas unidades.

Carbonar, o nosso homem em Assunção

O abacaxi que nasceu com a questão do convite ou não ao presidente Alfredo Stroessner, do Paraguai, para a posse do governador eleito Álvaro Dias, terá alguns espinhos também nas mãos de outro paranaense, chegado há apenas duas semanas em Assunção. É que o novo embaixador do Brasil naquele país é o curitibano Orlando Soares Carbonar, 55 anos, um dos primeiros paranaenses a fazer carreira diplomática e chegar ao ponto de embaixador. xxx

Melhores de 1986 segundo Raffaelli

A lista dos melhores discos de jazz editados em 1986 que o expert José Domingos Raffaelli (crítico do "Jornal do Brasil", co-produtor de "Arte Final: Jazz", rádio JB) preparou para o referendum de O Estado chegou incompleta; sem as indicações dos melhores discos instrumentais de músicos brasileiros. Assim, complementamos hoje a listagem de Raffaelli, que por sua competência e conhecimento da área, merece ter sua opinião divulgada.
© 1996-2016. tabloide digital - 35 anos de jornalismo sob a ótica de Aramis Millarch - Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por Altermedia.com.br