Login do usuário

Aramis

Artigos por data (1987 - Fevereiro)

Afinal, o nosso Fercapo ganha o seu primeiro LP

Entre tantos fatores que fizeram o movimento nativista gaúcho se firmar como um dos principais fatos culturais na década de 70, foi a preocupação de seus organizadores em preservá-los através de gravações com as finalistas de cada festival.

O melhor do nativismo na bonita voz de Alex

Entre os melhores grupos vocais-instrumentais do Rio Grande so Sul está o Caverá. Formado por Alex Hohenberger (acordeom/vocais), Mauro Harff (violão/vocais), Ceiar Mattos (vocais) e Rubem Jacob (acordeom/vocais), este quarteto já tem vários LPs gravados e é um dos conjuntos mais requisitados no Sul.

Garibaldi procura fusão para não virar uma ruína

Curitiba poderá ganhar mais um (excelente) espaço cultural, localizado em área privilegiadíssima: pelo menos 500 metros quadrados da Sociedade Garibaldi, que desde o início do século é o ponto de referência dentro do Setor Histórico da cidade. Para tanto, bastará que haja uma (difícil) concordância de alguns associados, como está, os dias da outrora gloriosa Garibaldi estão contados "e o seu destino poderá ser o de se transformar nas ruínas da Garibaldi, como já temos a vizinha ruínas do Alto do São Francisco" diz, em seu sotaque italiano o atual presidente Mario Cocchieri.

A viagem musical de Erasmo Carlos

Ao contrário de seu fiel amigo e parceiro Roberto Carlos, Erasmo Carlos (Erasmo Esteves, RJ, 5/6/1941) - o "Tremendão" da Jovem Guarda dificilmente conhecerá a glória de vender um milhão de cópias. Seu público é reduzido, embora ele se mantenha no mercado, satisfatoriamente, há tanto tempo quanto o "Rei". Enquanto o novo disco de Roberto Carlos (CBS, dezembro/86), já passou das 1.500.000 cópias vendidas, o elepê anual de Erasmo Carlos ("Abra Seus Olhos", Polydor/Polygram, novembro/86) ainda engatinha em vendas - mas teve boa acolhida.

Os garibaldinos que são contra a fusão

A revolta que provocou a convocação da assembléia geral, a partir das 7 horas da manhã do dia 26 de novembro de 1986, para tratar da fusão da Sociedade Garibaldi com o Santa Mônica, foi tão grande que nada menos que duas ações solicitando medidas cautelares para suspensão das negociações foram impetradas às vésperas da reunião.

A Sinfônica de Campinas interpreta Carlos Gomes

São raras as gravações de orquestras no Brasil. Mesmo a Sinfônica Brasileira, com toda agilidade do maestro Isaac Karabitchevsky, possui poucos elepês - e sempre patrocinados por empresas (o último foi gravado há 4 anos, com apoio da Companhia Internacional de Seguros).

A sociedade sem sede durante duas décadas

O vandalismo político-ideológico que se seguiu a entrada do Brasil na II Guerra Mundial, em 1942, fez com que a Sociedade Garibaldi - a exemplo das sociedades alemãs - a Deutsch Sangerbund (hoje Sociedade Rio Branco) e a Deutscher Tuan-Verein (Sociedade de Cultura Física Duque de Caxias) fossem apedrejadas, invadidas e quase destruídas em nome de um nacionalismo extremo. Se as sociedades alemãs, encerrada a guerra, tiveram seus patrimônios devolvidos as comunidades que as formaram, a Garibaldi teve que esperar até 1962 para reaver o seu prédio.

Elton, um novo disco e a sua voz ameaçada

Trágica ironia: na mesma semana em que Patty Mostyn, porta voz e pianista do grupo de Elton John, confirmava que o astro britânico do rock havia se submetido a uma cirurgia exploratória na garganta, em Sidney, na Austrália - o que o impedirá de cantar por vários meses - e colocou em risco inclusive sua carreira, chegava nas lojas o lp "Leather Jackets" (Polygram), seu novo elepe.

Geléia Geral

Como os caminhoneiros garantem uma boa parcela de sucessos de artistas brega, Sula Miranda, uma morena sensual, decidiu aproveitar este segmento para a boa vendagem de seu primeiro lp pelo selo Terra Nova, da gravadora 3M. Afinal, ex-integrante das Melindrosas (1978/80), que chegou a gravar 8 compactos simples e 3 LPs, Sula já ganhou experiência. Das Melindrosas, surgiu Gretchen - outra cantora que usa mais o corpo do que a voz (enquanto Iara e Paula, praticamente desapareceram depois que o grupo se desfez).

Iwersen e as suas "movie magazines"

Conseqüência direta do boom da chamada era do videoteipe, renasce o interesse pelo cinema. A prova está no crescimento das vendas das (raras) revistas que se dedicam ao cinema, a absorção de livros (caros) importados que abordam os mais diferentes aspectos dos anos de ouro de Hollyood e um interesse crescente da parte dos consumidores de vídeos por tudo que se relaciona ao cinema.

Uma revista para os desaparecidos

No Brasil há 100 mil pessoas desaparecidas. Esta impressionante cifra inspirou a José Augusto Iwersen a idealizar uma nova revista, de tema curioso: "Os Desaparecidos". Em convênio com a Editora 3, circula em breve o primeiro número de "Os Desaparecidos", apoiado pela Delegacia Especializada em Pessoas Desaparecidas, já existente em São Paulo - e que com circulação nacional, trazendo fotos e informações sobre aquelas pessoas que, sem nenhuma explicação, desapareceram, tentará prestar um trabalho de utilidade pública. xxx

A lista de Stanley

Por um extravio de correspondênica, a lista de Stanley de Souza, 31 anos, redator de cinema, não nos chegou a tempo de incluí-la na edição dos melhores de 1986. Apaixonado por cinema, locutor e produtor de programas de rádio e editor do "Jornal do Cinema", Stanley fez as seguintes indicações em sua lista dos melhores filmes lançados em 1986 em Curitiba. 1 - A História Oficial, Argentina, de Luíz Puenzo. 2 - RAN, Japão, de Akira Kurosawa. 3 - Kaos, Itália, de Paolo e Vittorio Taviani. 4 - Quando Papai Saiu em Viagem de Negócios, Iugoslávia, de Emir Kusturica.

Maurício mostrou em Goiás novas aventuras da Mônica

Pousada do Rio Quente, fevereiro - num paradisíaco e ecológico santuário que há seis anos vem sendo descoberto pelo turismo interno, foram rodadas belas seqüências com a cantora Tetê Espíndola, mostrando sua bela e original voz - e revelando-se também como atriz - para conduzir o novo projeto cinematográfico dos estúdios Maurício de Souza: "Mônica e a Sereia do Rio" (lançamento nacional no dia 7, em Curitiba sessões entre 10 às 13 horas no Plaza).

Tetê, a voz da natureza é agora também cantriz

Tetê Espíndola (Teresinha Maria Miranda Espíndola, Campo Grande, Mato Grosso do Sul, 11/3/1954) é uma cantora de voz originalíssima, que desde que surgiu, há mais de dez anos, cantando com seus irmãos no grupo Lírio Selvagem (1978, Philips) tem impressionado a todos que sabem apreciar as vozes mais originais. Apesar dos elogios da crítica e conquistar um público especial, o reconhecimento do público só veio há pouco mais de um ano, quando interpretando "Escrito nas Estrelas" (Arnaldo Black/Carlos Renô), venceu o Festival dos Festivais.

Personagens ao vivo para emoldurar desenho animado

A experiência de reeditar as matinadas com desenhos animados, no caso nacionalisticamente com Mônica e sua turma, foi das mais bem sucedidas. Maurício de Souza cita números provando o sucesso de "As Novas Aventuras da Turma da Mônica" (agora lançado em vídeo), com uma excelente média de 257 espectadores por sessão.

A nostalgia musical dos tempos de Miller

Já houve época em que o cinema americano costumava levar à tela a vida dos grandes nomes da música. Eram cinebiografias romanceadas e glamorizadas, embaladas em trilhas sonoras marcantes, contando desde a vida desesperada de cantoras que soçobravam vítimas do álcool - Helen Morgan (1900-1941), em "Com Lágrimas na Voz" até Fanny Brice (1891-1951), que, interpretada por Barbara Streissand em "Fanny Girl - Garota Genial", lhe valeu o Oscar de melhor atriz em 1968.

Imagens da época das "big bands"

"Música e Lágrimas" resiste a uma revisão?

O desaparecimento nas águas do Canal

43 anos após o desaparecimento de Glenn Miller, o fato ainda continua a motivar registros. No dia 2 de janeiro de 1986, os principais jornais do mundo deram grande destaque à notícia divulgada no dia anterior pelo "The New York Times": o aparelho que transportava Glenn Miller (saindo de Bedford, na Inglaterra) teria sido derrubado pelo deslocamento de ar provocado pelas bombas lançadas por um bombardeiro britânico, um Lancaster.

Idéias de Lerner sobre as cidades

Enquanto faz conferências na Berkeley University, em San Francisco, Califórnia - e reitera, telefonicamente, a migos, de que não devem estimular as especulações sobre seu nome como candidato a prefeito de Curitiba, Jaime Lerner quer consolidar seu trabalho de arquiteto e urbanista. Hoje com seu trabalho reconhecido internacionalmente - mas desiludido, politicamente no Paraná, o ex-prefeito de Curitiba prefere, muito mais, a área técnica, embora, como executivo e administrador, tenha alimentado propósitos de contribuir com seu Estado.

A morte de Valdurga, um amante do teatro

José Maria Santos, 53 anos, 30 de teatro, sentiu mais do que ninguém aquela velha máxima do show business: "O espetáculo deve continuar". Há uma semana, soube da morte de um de seus maiores amigos, o advogado Rubem Valdurga, em Londrina, e, poucas horas depois, o ator estava no palco do auditório Salvador de Ferrante, fazendo o público rir com as piadas de "Zé Maria procura Sarney para se coçar". xxx
© 1996-2016. tabloide digital - 35 anos de jornalismo sob a ótica de Aramis Millarch - Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por Altermedia.com.br