Login do usuário

Aramis

Artigos por data (1988 - Outubro)

Santa Catarina editou o dicionário dos artistas

Como é bonito e salutar ver bem aplicado o dinheiro público em projetos culturais que visam realmente cumprir as funções nas quais se justifica a iniciativa do Estado. Duas mulheres que ocupam as mais altas funções no setor cultural em Santa Catarina - a secretária Zuleika Mussi Lenzi, da Cultura e do Esporte e Lygia Helena Roussenq Neves Xavier, superintendente da Fundação Catarinense de Cultura, dão uma mostra de competência, com a edição do "Indicador Catarinense das Artes Plásticas" (FCC Edições/Museu de Arte de Santa Catarina).

Uma tese sobre o Baião de Gonzaga

"Eu vou mostrá pra vocês Como se dança um baião E quem quiser aprender É favor prestar a atenção" (Luiz Gonzaga/Humberto Teixeira, 1945)

O dicionário de medicina legal

Discreta mas eficientemente, a Editora Universitária Champagnat da Pontifícia Universidade Católica do Paraná - Educa-PUC - vem cumprindo um programa editorial com pontos sólidos. No dia 26, no auditório do Instituto Médico Legal, houve o lançamento do "Dicionário de Medicina Legal", de autoria do professor Elias Zacharias e do médico Manif Zacharias, legistas que durante mais de três décadas atuaram na área de Medicina Forense.

Ciranda de amores frustrados

João amava Teresa que amava Raimundo que amava Maria que amava Joaquim que amava Lili que não amava ninguém. João foi para os Estados Unidos, Teresa para o convento Raimundo morreu de desastre, Maria ficou para tia, Joaquim suicidou-se e Lili casou com J. Pinto Fernandes que não tinha entrado na história. ("Quadrilha", Carlos Drummond de Andrade)

Blues em ascensão

Não será surpresa se dentro de algum tempo for anunciado um Blues Festival no Brasil. Afinal, com mais de 50 anos de atraso, começa a existir um marketing organizado para fazer com que se amplie o conhecimento em torno deste gênero musical - em cujas raízes se confundem desde nomes de jazz instrumental/vocal até os avós do rock´roll. Assim o blues é terra fértil, capaz de atingir amplos segmentos de público.

Alaide, cantora de verdade

Se existe uma definição perfeita para Alaide Costa é a de cantora de câmara. Uma voz fina, afinadíssima, perfeita, única e original - que a faria ser uma artista consagrada, valorizada profissionalmente e sem ter que se preocupar com qualquer problema material se tivesse nascido na Europa ou nos Estados Unidos - e não no Rio de Janeiro (08/12/1935).

Uma segunda morte dos garibaldinos (pobre Giuseppi!)

Após 30 (trinta) dias da publicação de nossa informação sobre a decisão da diretoria da Sociedade Garibaldi em recusar a proposta feita pelo Consulado Geral da Itália para ocupar uma parte de sua sede em troca do financiamento para a restauração do prédio - que há anos precisa de completa reforma orçada em muitos milhões de cruzados - o presidente Alfredo Sant'Anna Ribeiro enviou longa carta a "O Estado do Paraná".

Um lobo no palco (e a bela Torloni)

José Possi Neto é o novo golden boy do teatro brasileiro. O mais requisitado encenador nos palcos destes últimos cinco anos, vem acumulando sucesso em montagens que vão desde produções complexas até direção de desfiles de jóias - como fez para a H. Stern, há algum tempo.

Equilíbrio chinês

Ao sair do auditório Bento Munhoz da Rocha Neto, deslumbrado com a técnica e competência dos 26 acrobatas que abriram o Brastemp China Festival, o publicitário João José exibia seu mais dentifrício sorriso. Além do prazer de ter assistido a uma belíssima demonstração de uma arte que remonta a 220 A.C., o criativo e premiado publicitário viu acesa a idéia para um belíssimo comercial: o último número do espetáculo, no qual três acrobatas montam um verdadeiro edifício de cadeiras, tendo por base uma frágil integrante do grupo, é o que se pode classificar de harmonia-equilíbrio-segurança.

Olhar múltiplo para o que há de melhor

Até parece clima de FestRio! Múltiplos programas simultaneamente, obrigando quem se interesse em conhecer obras que normalmente não chegam aos circuitos comerciais - e muito menos nas comerciais locadoras de vídeo - a se desdobrar para assistir o que há de bom em oferta. A etapa final da Retrospectiva do Cinema Alemão (sala Brasílio Itiberê) e "Cinema Japonês: Grandes Momentos" (Cine Ritz), a "Rio Arte Vídeo" (auditório da Caixa Econômica Federal do Paraná, 10º andar) acavalam as programações - sem contar ainda filmes atraentes no circuito comercial.

35 filmes inéditos na mostra internacional

Se a Mostra do Cinema Latino-Americano no Paraná não passou mesmo de sua primeira e única edição há exatamente um ano, teremos em dezembro uma outra mostra internacional: uma semana de pré-estréias de nada menos que 35 filmes atraentes, que deverão lotar o Cine Plaza e merecer cobertura, inclusive nacional, por parte dos jornalistas que virão a Curitiba a convite de seu organizador, o curitibano José Augusto Iwersen.

Biografias para todos os gostos

Quando repórter político do Diário do Paraná, de saudosa memória o jornalista Gilberto Larssem chegou a planejar uma biografia de Ney Braga. Achava um absurdo que o ex-governador do Paraná, que há quatro décadas é, direta ou indiretamente uma presença maior na política paranaense, não tivesse ainda um estudo de maior profundidade - capaz de explicar muitas coisas do Paraná. Hoje, poderoso assessor-chefe de comunicação de Rede Ferroviária Federal S/A - cargo para o qual foi levado pelo ex-presidente da empresa, Osires Stenguel Guimarães, Larssem, evidentemente, abandonou o projeto.

Em sua data, o filme sobre N. S. Aparecida

Para coincidir com a data em que o Brasil reverencia sua padroeira, N. S. Aparecida (12 de outubro), o ex-seminarista e hoje programador dos cinemas da Fucucu, Francisco Alves dos Santos, interrompe a carreira de "Setembro" (1988, de Woody Allen) e lança hoje (Cine Luz, 5 sessões) "O Milagre das Águas".

Vídeo faz crescer livros e revistas

Se o cinema estava em baixa como pauta jornalística até meados dos anos 70, relegado a pequenos espaços em jornais e revistas - mesmo os que tradicionalmente sempre dedicaram generosa atenção a sétima arte - a ascensão do vídeo veio não só revitalizar o cinema, como interesse dos leitores - como provocar uma abertura em publicações especializadas.

Videonews

Herbert Richers tem conseguido alguns títulos interessantes para a sua área de vídeo. Por exemplo, está lançando agora uma comédia com Peter Sellers (1925-1980) que não chegou às telas: "Onde Dói Mais?". Pode funcionar junto a faixa de admiradores do ator da série "A Pantera Cor de Rosa". xxx Mais uma distribuidora na praça: Universo Vídeo - começa com um filme de terror, sem maior importância: "Enigma do Pesadelo" (A Enigma), de L. Fulci. Tipo do lançamento apelativo. xxx

Paraná sem Sinhô e nem Cartola

É realmente lamentável que apesar da existência em Curitiba de um ativo escritório regional da Funarte, dirigido com eficiência pelo artista plástico Domício Pedroso, e de toda a boa vontade do incansável Hermínio Bello de Carvalho, diretor da Divisão de Música Popular do Instituto Nacional de Música, em relação ao Paraná, não haja condições de se operacionalizar a vinda de ao menos alguns shows que acontecem na Sala Sidney Miller, no Rio de Janeiro - que são levados à Sala Guiomar Novaes, em São Paulo.

Os tesouros sonoros do arquivo de Leon

Leon Barg viaja hoje para Recife - sua cidade Natal, que deixou há quase 40 anos - mais de 30 dos quais em Curitiba. Dono da maior coleção de discos de 78 rpm da música popular brasileira, Leon criou a etiqueta "Revivendo", exclusivamente para reeditar o que há de melhor em nossa música - e neste mês acrescentará aos doze títulos já na praça, mais quatro discos, todos gravações raríssimas. xxx

Atrações comerciais no circuito especial

Quatro estréias já ocupariam o tempo dos cinéfilos. Há, entretanto, uma mostra de importantes filmes japoneses - que raramente chegam a nossa cidade, e, nesta sexta-feira, o encerramento da mostra de vídeo de arte (auditório da Caixa Econômica Federal do Paraná, 14, 16 e 20 horas) e também da retrospectiva do Cinema Alemão (sala Brasílio Itiberê) com "O Dia dos Idiotas" (1982, de Werner Schroeter, legendas em espanhol - 19 horas) e "O Poder dos Sentimentos" (1981/82, de Alexander Kluge, 21 horas, legendas em português).

Uma cortina de luz Na Rua de Olho na Lua

O Grupo de Teatro Filhos da Lua, em co-produção com a Fundação Teatro Guaíra, estréia "Na Rua de Olho na Lua", espetáculo infantil que promete, como nas produções anteriores do grupo, movimentar o meio artístico da cidade. Será amanhã, no Guairinha, às 16 horas.

Tu & Eu neste final de semana

O espetáculo colorido que resgata a infância até a descoberta da personalidade "Tu & Eu", do autor alemão Friedrich Karl Westocher - volta a se apresentar ao público, com duas apresentações amanhã (1h30 e 16h) e domingo (10 e 16), no mini-Guairinha. Sob a direção de Hugo Mengarelli, atuam Darson Ribeiro, Francisco Moura e Lena Horn. Numa co-produção do grupo Moenda e Goethe Institut, "Tu & Eu" encerra a problemática do Outro, ou seja, o ser humano precisa necessariamente da sua outra face para sobreviver ao mundo.
© 1996-2016. tabloide digital - 35 anos de jornalismo sob a ótica de Aramis Millarch - Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por Altermedia.com.br