Login do usuário

Aramis

Livro de Visitas

Utilize este espaço para dar a sua opinião sobre o nosso projeto e sobre este site. Caso queira falar sobre algum tema específico abordado nos textos publicados, sugerimos que escreva seu comentário no próprio artigo, assim mais pessoas poderão trocar idéias e informações a respeito. Obrigado pela sua visita, ela é fundamental para a continuidade do nosso trabalho !

Adicionar mensagem no Livro de Visitas

CAPTCHA
Esta questão é para verificar se você é um humano e para prevenir dos spams automáticos.
Image CAPTCHA
Digite os caracteres que aparecem na imagem.
Giuseppe Marcello Mastrangelo

UM SITE INEFÁVEL!... UM CONVITE À SENSIBILIDADE DO BOM GOSTO; SOB DIVERSOS PRISMAS. OUTROSSIM, APRAZÍVEL E EM PROL DA INDUBITÁVEL CULTURA COSMOPOLITA. O TABLÓIDE DIGITAL É A MORFOLOGIA PLENA AO AFERIR PARADIGMAS ENVOLTOS DOS ALICERCES DA MATURIDADE DIGITAL.

Giuseppe Marcello Mastrangelo
ATOR
RECIFE - PE - Brasil

Ana Cristina Bianco

Parabéns! O projeto é maravilhoso e super bem-vindo. Os textos do Millarch nos ensinam a escrever e a pensar.

Ana Cristina Bianco
Jornalismo, Musica e Turismo
Campo Largo - PR - Brasil

Ivanhoé Eggler Ferreira

Homens como Aramis Millarch são íluminados. E sua luz se derrama sobre nosso País tão na escuridão da contra cultura...precisaríamos muitos Aramis para dar uma reviravolta em tudo isso que aí está, com a conivência da midia brasileira, com esse oportunismo barato e de mau gosto que chega aos ouvidos e olhos do povo brasileiro. Saber que seu legado, trabalho de muitos e muitos anos, coletando, guardando, tenha que ser vendido ao estrangeiro para não se deteriorar, deveria nos deixar a todos envergonhados, pois ele, fez sua parte...ficamos devendo a nossa!!!!
Parabéns Aramis Millarch..onde vc estiver...

Ivanhoé Eggler Ferreira
publicitário
São Paulo - SP - Brasil

Clair Lima Vasconcelos

Acho importante essa pesquisa e registro dos escritores e representantes de todas as esferas da arte do nosso espaço Paraná. Pesquiso por conta própria os escritores paranaenses e sua memória.Estou coletando dados do eu feminino enquanto poeta do Paraná. Farei contato outras vezes

Clair Lima Vasconcelos
Professora/ Língua Portuguesa
Guarapuava - PR - Brasil

josé carlos do nascimento

Acho que deveriam fazer um trabalho de divugação mais profundo,principalmente em escolas e se for de interesse de vocês nas escolas públicas,onde a nata maior da comunidade é excluida de muitas informações.
Um abraço para todos!

josé carlos do nascimento
ator,arte-educador .
camaragibe - PE - Brasil

José Luís da Silveira Baldy

Fui amigo de Aramis Milharch. Ele esteve em Londrina (creio que duas vezes) na década de 1970. Foi quando o conheci. Estive em Curitiba, onde o encontrei, pelo menos uma vez. Estive no seu estúdio, onde meu amigo Edilson Leal ficava "hospedado" às vezes. Tenho muita saudade e boas lembranças do pequeno mas rico convívivo que tive com Aramis. Continuo a lembrar-me dele e de sua obra de grande valor cultural e humanístico.

José Luís da Silveira Baldy
Médico e produtor de programa sobre música popular brasileira do passado na Rádio Universidade-FM
Londrina - PR - Brasil

Luis Eduardo Tuleski Artigas

Olá!

Muito bom o site. Meu pai (Fernando Artigas) era primo do Aramis Millarch e afilhado do tio Eugênio e da tia Fifa.

Sou neto de José Marcelino Artigas e de Adelaide Millarch Artigas.

Cordialmente,
Luis Eduardo

Engenheiro Civil
Piraquara - PR - Brasil

Geferson Antonio Marcon

Uma máquina do tempo o site, é maravilhoso poder ver noticias de épocas distantes (período em que era garoto) rever noticias sobre acontecimentos os quais me recordo de terem causado polemica ou mesmo comoção no momento em que os fatos ocorriam. Um abraço deste leitor de sempre.

Geferson Antonio Marcon

Wellington Rodrigues

Parabéns ao excelente trabalho de memória do Brasil!!! Com esse site estou conhecendo coisas que sempre quis e nunca tive oportunidade... maravilhoso site!!! precisa de mais divulgação!!!

Wellington Rodrigues
Rio de Janeiro - RJ - Brasil

Andre Pereira Geronimo

palavras não resumem minha gratidão
pra com idealizadores altamente gabaritados,
a proposta do site traz luz a um passado glorioso do qual nós somos herdeiros.

muito obrigado..............................

andre pereira geronimo
musico
São bernardo do campo - sp - Brasil

Cacilda Camargo

Ahei interessante o tablóide digital , gostaria de receber as novidades.
Atenciosamente
Cacilda

Cacilda Camargo
Advogada
Curitiba - PR - Brasil

Nilton Junior

Achei o site excelente, com ótima visualização.
Gostaria de contribuir na medida do possível, pois minhas pesquisas versão sobre MPB.
P A R A B É N S !!!!!
Que o projeto esteja sempre em alta.
Abraços,

Nilton Junior
Antropólogo
Rio de Janeiro - RJ - Brasil

Luciana Beck

Parabéns pelo trabalho que vocês estão realizando.Achei muito interessante este site,e muito bem elaborado.

luciana beck
Pinhais - PR - Brasil

Daniele Nagre Da Silva

olha eu adorei o seu site, muito legal...PARABÉNS...

Daniele Nagre Da Silva
Marilia - SP - Brasil

VANDERLEI STELLA

É muito bom lermos artigos do Aramis sobre uma Curitiba que já não existe. Quando fala do prédio da Hermes Macedo, de belarmino e Gabriela, enfim de coisas sobre a nossa cidade que deixarão de existir somente em nossas histórias contadas e serem lidas nas cronicas escritas neste site.
Parabéns.

VANDERLEI STELLA
Publicitário

Maria Helena Moraes de Souza

Nós temos a memória curta, esquecemos nossa história seguimos o individualismo o consumismo...segue-se o Neoliberalismo, outra queiramos ou não nos tornamos saudosistas.Outrora muita informação pouca formação hoje muita informação e pouca formação.
Esse saite é explendido, parabéns

Maria Helena Moraes de Souza
Militante de Movimentos Sociais...
São Paulo - SP - Brasil

Sergio Caldieri

Que bom reve os artigos do Aramis. Nasci aí no Paraná (Assai), e sempre lí suas colunas no Estado do Paraná.
Aqui no Rio, encontrei-o no encontro de pesquisadores e em vários festivais de jazz e cinema.
Estive procurando uma matéria sobre Alberto Cavalcanti, e não achei. Não me lembro se era de quando ele morreu ou era aniversário.
Mas o Aramis publicou na sua coluna.
Vocês estão de parabéns pela página e relembrar das suas colunas e comentários.
Eu escrevi o livro Alberto Cavalcanti - O Cineasta do Mundo.

Um abraço do Sergio Caldieri

Jornalista
Niterói - RJ - Brasil

Michelle Magri

Parabéns Aramis Millarch!!!
Adorei o site..
Pretendo me formar em jornalismo e fazer história como o senhor está fazendo ao digitalizar esses artigos que nos proporcionam grande conhecimento.

Grata, Michelle

Michelle Magri
São Paulo - SP - Brasil

Marco Leite

O Aramis, como o Vitor Assis Brasil, foram pessoas que nos foram "tiradas" sem a menor responsabilidade. Tanto é assim que, de alguma forma, fazemos questão de lembrarmos sempre delas. Ou isto não é a prova?

Marco Leite

Irati - PR - Brasil

Luiz Octavio Bonfa Burnier

Rio de Janeiro 24/10/06
Escrevo ao Aramis Millarch com lágrimas nos olhos. Soube agora 2006 de seu falecimento em 92. Francisco, não lembro se o conheci. Lembro agora do Aramis, da mesma forma que lembro de meu tio Luiz Bonfa, que maquiado pelo carinho que sentia por eles, o pensamento me fez acreditar que durariam para sempre. Duram. Mas a gente não vê pessoalmente mais. Aquela foto que abre o tabloide é como lembro dele. Visão tão familiar quanto a do meu tio. Tão carinhoso conosco. Tá bom, vou contar alguma coisa que me lembro agora mesmo: Está registrado o ano, pois quando estive em Curitiba e o conheci, ele o registrou. Eu era o Burnier da dupla Burnier & Cartier e lançava o primeiro Lp pela RCA Victor. Não lembro se voltei quando lançamos o segundo Lp da dupla, que hoje está digitalizado em CD pela EMI Music. Porém, mais tarde, terminada a dupla e quando eu adotei o pseudônimo artístico de Octavio Burnier voltei a Curitiba a convite de Tatára, que fazia dupla com o Cabelo, para fazermos junto com Claudia Telles e o vozerão do Lúcio Alvez um memorável show no Teatro Guaíra. Reencontrei o Aramis nesta ocasião. Ele como sempre o fazia, deve ter registrado isso. Ele era sempre muito agitado e pontual nos encontros. Lembro que ele agora teria uma espécie de galpão e que lá dentro tinha dois ou três andares e muito, muito papel e discos, etc... Ele foi realmente especial e cuidou do registro de tantas coisas importantes, a um nível que uma pessoa comum nem sabe o que é isso. Um jornalista com "J" grande. Sobre o Tatára, que foi um grande admirador e de certa forma colaborador do Aramis, soube mais tarde alguma coisa e até tinha seu telefone. Grande sujeito. Grande mesmo, além de alegre e bastante magro. Gostaria de reencontrá-lo para bebermos e falar, não necessáriamente nessa ordem. Fico tristemente feliz de saber do Aramis Millarch e da continuação de sua equipe no levantamento de seus escritos. Fiquem à vontade quanto a digitalizar algumas de suas reportagens. Basta a instrução dos formatos e maneiras. Especialmente se for sobre a época de nossos encontros. Abraços à toda a equipe. Subscrevo-me com meu novo, oitavo e último pseudônimo. Tavynho Bonfa

Luiz Octavio Bonfa Burnier
Artista - músico
Rio de Janeiro - RJ - Brasil

© 1996-2016. tabloide digital - 35 anos de jornalismo sob a ótica de Aramis Millarch - Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por Altermedia.com.br