Login do usuário

Aramis
Conteúdo sindicalizado RSS Álvaro Dias

Álvaro Dias

Uma lição do mestre Francis na imprensa

Existem textos que merecem ser afixados defronte nossos olhares pela carga de verdade que trazem. Durante anos, o jornalista Mussa José Assis, 47 anos, ex-secretário de Comunicação Social do governo Álvaro Dias e que, esperamos, retorne agora à nossa redação - cujo comando teve sua marca desde 1965 - manteve sobre o vidro de sua mesa de trabalho um antológico texto de Ernest Hemingway (1899-1961), no qual o autor de "Adeus às Armas" fala sobre a profissão de repórter.

Mussa, esse grande cidadão curitibano

Protegido pelo vidro na mesa que ocupa há 25 anos na redação de O Estado - e da qual só está afastado há cinco meses, por ter assumido a Secretaria da Comunicação Social - o jornalista Mussa José Assis sempre espelhou-se num texto curti, objetivo, em que Ernest Hemingway (1899-1961) fala de que antes de ser um escritor, sempre se considerou um repórter.

Como será o day after da cultura no Paraná?

Seja por não acreditarem no potencial do eleitorado que se preocupa - e participa - da questão cultural, seja por necessidade de concentrarem as tônicas de suas campanhas em temas mais diretamente ligados à população - economia, custo de vida, mercado de trabalho, combate à corrupção etc. - o fato é que até agora, faltando apenas sete dias para as eleições, nenhum dos candidatos ao Governo se deteve em discutir como vai tratar a cultura no Estado.

Fucucu vai gastar milhões para trazer os filmes estrangeiros

Está confirmado: a 14ª Mostra Internacional de Cinema de São Paulo inicia dia 17 de outubro e virá, ao que consta, completa - com 170 filmes - a Curitiba. Custará US$ 700 mil e entre os financiadores está a Fundação Cultural/Secretaria Municipal de Cultura, conforme a imprensa paulista vem divulgando.

São Paulo terá 11 "teatros Barracão"

As boas idéias fazem escola: Na última terça-feira, 5, numa viagem ultra-rápida a São Paulo, o secretário René Dotti, da Cultura, e o superintendente da Fundação Teatro Guaíra, Constantino Viaro, ouviram da secretária da Cultura do município, professora e filósofa Marilena Chauí, a confirmação de que não apenas o Teatro Barracão, proposto informalmente por Viaro, será erguido numa praça na Vila Mariana, como a Prefeitura, entusiasmada com o projeto, decidiu, por sua conta, bancar o projeto para fazer 10 outras unidades semelhantes em diferentes pontos da cidade.

No campo de batalha

Mais uma escola de música na cidade: a pianista Márcia Gomes Silva reuniu seus trocados, alugou um conjunto num prédio na Avenida N. S. da Luz, 17, e inaugurou dia 6 o Mozarteum. Agora é ver se há professores a altura do nome escolhido. xxx No hall do Auditório Bento Munhoz da Rocha Neto, uma didática mostra de 102 fotografias organizadas pelo Goethe e o Museu Alemão do Teatro de Munique sobre as grandes montagens cênicas feitas na Alemanha. xxx

Mulheres II: uma noite de abraços para a grande Inge

Ingeborg Rust teve uma prova de quanto é estimada nesta cidade que ela, alemã da Floresta Negra, "descendente de vikings" - como gosta de dizer, adotou em 1951, na noite da última sexta-feira: o seu Humel-Humel, na praça da Ordem, foi pequeno para o número de amigos que foram cumprimentá-lo pelo seu aniversário. xxx

No campo de batalha

O químico paranaense Marcelo Schwaab Casemiro, 32 anos, de Ponta Grossa - atualmente na Antártica, em Getúlio Vargas, RS, viaja para a Alemanha em busca de um novo título: o de mestre-cervejeiro. Fará curso de doutoramento numa das três universidades que oferecem cursos superiores na arte de se fazer o melhor chopp. Em Munique, naturalmente. Prost! xxx

Uma casa de muito trabalho

Embora só agora divulgado oficialmente no "Diário Oficial do Estado" (09/05/90), o relatório de atividade da Casa Civil referente a 1989 traz informações curiosas em relação ao governo. Por exemplo, ao sintetizar seus recursos humanos, há uma explicação indireta porque é difícil passar um dia sem que o "Diário Oficial" publique alguma nomeação, substituição ou transferência em cargos de confiança. É que cabe a Chefia da Casa Civil encaminhar pessoal de assessoramento para várias unidades especiais. Assim, em 1989, de sua folha, nada menos que 208 estavam "à disposição de outros órgãos".

Vídeo, leituras e cursos de Débora, nossa Primeira Dama

Na próxima visita a sua avó paterna, dona Mercedes Amaral de Almeida, em Ponta Grossa, a Sra. Débora Almeida Dias, Primeira Dama do Paraná, estará fazendo uma experiência de vídeo-maker. Utilizando uma moderna filmadora que possui há algum tempo, vai documentar, demoradamente, não só a sua idosa avó - 94 anos, mas com excelente saúde e muito bom humor - mas, principalmente, a casa em que ela reside.
© 1996-2016. tabloide digital - 35 anos de jornalismo sob a ótica de Aramis Millarch - Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por Altermedia.com.br