Login do usuário

Aramis
Conteúdo sindicalizado RSS Álvaro Dias

Álvaro Dias

38 projetos estão a procura de Mecenas

Começou a circular na segunda feira, 23, uma publicação muito especial: "38 Projetos Culturais". É um volume sofisticadíssimo, 98 páginas, papel couchê, excelente apresentação gráfica - méritos à designer Teresa Cristina Montecelli - destinado a tentar sensibilizar executivos de empresas médias, grandes e mesmo multinacionais a financiarem a cultura no Paraná. O secretário René Dotti entendeu que se deveria fazer um volume enfeixando as mais variadas propostas em busca de financiamento e encarregou seu assessor especial Sebastião De França, a organizar o trabalho.

A Sanepar explica viagem do técnico. E as outras?

Pela primeira vez um órgão público tem a dignidade de encaminhar um esclarescimento sobre a razão pela qual um de seus técnicos viajou ao Exterior com mordomias oficiais. Normalmente não há o menor comentário oficial em relação às viagens de servidores do Estado que, com mais ou menos vantagens, saem do país, para participarem de cursos, seminários congressos, etc. - muitos dos quais de discutível necessidade.

Os programas que já estão comprometidos

Há projetos em busca de mecenato da Lei Sarney mas que já estão sendo desenvolvidos - ou comprometidos no calendário oficial, de forma que independente de aparecerem patrocinadores terão que ser realizados. É o caso do IX Festival de Música de Londrina, programado para julho de 1989 e que tem um custo mínimo de 25.000 OTNs.

Salvar a Biblioteca, a prioridade básica

Seria arriscado (e mesmo leviano) fazer destaques de quais os projetos prioritários dentre os 38 inventariados pela Secretaria da Cultura e que estão a procura de mecenas. Afinal, cada um tem sua justificativa e, por certo, os responsáveis pelas suas idealizações possuem argumentos para justificá-los. Entretanto, em alguns casos deverá haver maior concentração de esforços.

MIS sai do "pombal" e ganha um palácio

Apesar do carnaval - o que sempre é desculpa para adiar novos projetos - Valêncio Xavier promete que começa a ocupar a nova sede do Museu da Imagem e do Som na próxima semana. Afinal, não há tempo a perder: uma reivindicação de anos, finalmente atendida pelo governador Álvaro Dias, poderá dar um local definitivo para a mais enjeitada das instituições culturais do Estado.

Denise, uma medea-rock no Forte de Copacabana

Em Nova Iorque, onde foi assistir a estréia da ópera "Aida", no Metropolitan Opera House (e que é exatamente uma cópia da que foi apresentada no Rio de Janeiro, em 1986), o trêfego Fernando Bicudo revelou a jornalista Sônia Nolasco, do Jornal da Tarde, seu novo projeto: uma montagem moderníssima de "Medea" com a iratiense Denise Stocklos na personagem título. Aliás, Denise está novamente em Nova Iorque, para uma nova temporada no Teatro La Mama, no qual já fez apresentações em 1987, com sucesso, de "Mary Stuart" e, no início deste ano - sem o mesmo êxito - de uma versão de "Ir-A-Ti".

Senador Chaves defende agora o "caso Juliana"

O senador Francisco Leite Chaves viaja no início do ano para a Cidade do México. Vai na condição de advogado, especialista em questões de família e direito internacional, para defender uma causa semelhante a da menina Bruna, na qual atuou, gratuitamente há alguns meses. A repercussão do caso da menina curitibana fez com que os avós maternos de Juliana Monteiro, 4 anos, retida no México por seus avós paternos, exigisse uma ação internacional. Desta vez não se trata de venda de crianças, mas de um problema familiar.

Lúcia, o poder na cultura curitibana

Homem de hábitos espartanos, o secretário René Dotti acorda às 6:30 da manhã e antes mesmo do café já lê os jornais da cidade. Ontem, pela manhã, surpreendeu-se ao ler em O Estado notícia de que dá como certa a escolha da professora Lúcia Camargo para a Secretaria Municipal da Cultura. Afinal, retornando de viagem ao Rio de Janeiro, o secretário da Cultura desconhecia o fato da diretora de Arte e Programação da FTG ter sido ungida como o nome mais forte para suceder ao advogado Carlos Frederico Marés de Souza no comando da política cultural da capital. xxx

No campo de batalha

Consolidado em seus anos e agora editado em cores, "Bom Programa", criado pelo poeta Paulo Ciça e desde 1983 de propriedade da Designer Roselys Paciornik, tem estimulado alguns-concorrentes. Os quais, pelo visto, não tem conseguido maior sobrevivência. Três ou quatro ficaram no meio do caminho e atualmente há duas imitações, no mesmo formato, e buscando a mesma clientela: "Onde ir em Curitiba" (circulando há 31 semanas) e a recém-lançada "Curitiba - Night and Day". xxx

No campo de batalha

Na coluna de quinta-feira, um erro de localização: a praça N. S. Salete, cujo paisagismo foi originalmente planejado por Roberto Burle Marx, com a colaboração de Gert Hotscbach, diretor do Museu Botânico Municipal, localiza-se defronte o Centro Cívico. A (pequena) praça diante do Passeio Público tem o nome de Kalil Gebram. Duas programações atraentes em setembro no auditório Bento Munhoz da Rocha Neto: "Mitos", concerto do pianista César Camargo Mariano (mesmo nome de seu último elepê pela CBS), nos dias 9 e 10; Gal Costa, nos dias 23 e 24;
© 1996-2016. tabloide digital - 35 anos de jornalismo sob a ótica de Aramis Millarch - Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por Altermedia.com.br