Login do usuário

Aramis
Conteúdo sindicalizado RSS Aluizio Falcão

Aluizio Falcão

Pantanal pavimenta rota para o "new caipirismo"

Se outros méritos não tivesse, "Pantanal" - a grande surpresa da telenovela brasileira em 1990 - já valeria por ter dado uma necessária catipultuagem [catapultagem] na carreira de dois excelentes intérpretes da música de raízes: Sérgio Reis e, especialmente, Almir Sater.

O que vai faltar na homenagem a Vinícius

Como teve a felicidade de ter se tornado amigo de Vinícius de Moraes a partir da primeira vinda do Poeta a Curitiba, em 27 de dezembro de 1971, para a inauguração do Teatro Paiol - nome que ficou por sugestão do próprio - o prefeito Jaime Lerner evitou que os 10 anos da morte do autor de "Para Viver um Grande Amor" ficasse em branco. Assim determinou à Fundação Cultural de Curitiba que organizasse um projeto especial para lembrar aquele que foi o Poeta mais amado deste país - e cujos 10 anos de ausência - estão merecendo vários eventos.

Continua a ótima safra de nossa música instrumental

Domingo passado falamos de bons discos instrumentais que têm aparecido neste ano. Especialmente pequenos selos - como a Kuarup, Som da Gente, L'Art, Visom e, agora, a Caju Music, além da Chorus, tem valorizado nossos bons instrumentistas-compositores, os quais saindo de um lado cinzento de acompanhantes dos ditos "canários" (superstars da canção) adquirem vida própria.

Livro sobre Cassino Ahú finalmente será editado

Finalmente, a decisão foi favorável: o conselho editorial da Secretaria da Cultura aprovou a edição do livro do professor e pesquisador Alceu Schwaab sobre o Cassino Ahú e a sua importância no roteiro dos artistas de nossa MPB que passaram por Curitiba nos anos dourados em que aquele estabelecimento funcionou. Desde quando o incansável Schwaab começou a trabalhar neste projeto, com a calma e segurança que caracteriza tudo que desenvolve, temos acompanhado seu rigor de pesquisador, sua preocupação em oferecer informações confiáveis.

O som que Vargas inspirou para ajudar os brizolistas

A partir da próxima semana o Movimento Nacional Leonel Brizola intensificará as vendas do primeiro produto cultural destinado a engordar o cofre da campanha do PDT: um disco intitulado "O Grande Presidente", idealizado e produzido por Aluízio Falcão, com o selo da "Idéia Livre" e que descontados o custo industrial, terá toda sua renda destinada a fazer fundos na campanha para levar Brizola ao Palácio do Planalto.

Mais de 200 candidatos na espera dos troféus

Eis a relação completa dos indicados para o Prêmio Sharp da Música, nas oito categorias. Pop/rock Arranjador: Ari Mendes (lp "Angela Ro Ro", Eldorado); Leo Gandelman (lp "Nico Rezende", WEA) e Portinho (lp "18 anos sem sucesso", com o Joelho de Porco, Eldorado). Revelação masculina: Ed Motta (lp "Ed Motta e Conexão Japeri", WEA); Fábio Fonseca (WEA) e João Figar (3M). Música: "Brasil" (Cazuza, George Israel, Nilo Romero), com Gal Costa; "Faz parte do meu show" (Cazuza/Ladeira, com Cazuza); "Ideologia" (Cazuza/Frejat, com Cazuza).

Quem recebeu os prêmios da Sharp

Dos indicados para as 60 premiações nas oito categorias, poucos foram os que não compareceram ao Golden Room do Hotel Copacabana Palace na festa de entrega dos troféus criados pelo designer Ariel Severino (e mais um cheque, entregue posteriormente, no valor de US$ 2 mil, a cada escolhido). Hermeto Paschoal, duplamente premiado - disco "Por Diferentes Caminhos", Som da Gente e música ("Pixotitinha"), na categoria instrumental, foi representado por sua esposa e nora. Nana Caymmi, melhor cantora, está em São Paulo, mas sua filha, Stela Maria, recebeu o troféu.

Carlinhos, presença amiga de boa música

Carlinhos Vergueiro é uma das pessoas mais estimadas dentro da música brasileira. Prova disto é a força que os melhores compositores sempre deram na carreira deste paulista, 36 anos, 15 de carreira musical e por seu talento, simpatia e, sobretudo, aquela capacidade de fazer amigos, conquistou uma platéia significativa em Curitiba - aqui retornando no próximo dia 17 (Teatro do Paiol e bar Habbeas Corpus).

O samba de João e o violão de Baden

No sábado, em sua única apresentação em Curitiba dentro do Projeto Brasileirinho (Teatro da Esquina/SESC), o sambista João Nogueira teve uma alegria especial: na lotada platéia, seus amigos Baden Powell e a esposa Silvia. Antes de ir para o "505", encerrar a temporada que ali fez, o nosso maior violonista fez questão de prestigiar o show do amigo - que na noite anterior estava entre os mais entusiásticos espectadores no clube noturno das Mercês.
© 1996-2016. tabloide digital - 35 anos de jornalismo sob a ótica de Aramis Millarch - Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por Altermedia.com.br