Login do usuário

Aramis
Conteúdo sindicalizado RSS Avenida Luiz Xavier

Avenida Luiz Xavier

No Rívoli, domingo, a sua útima sessão de cinema

No domingo, dia 3 de janeiro, Curitiba perde mais um cinema. Após a última projeção de "A Rainha do Sadismo", às 22 horas, as portas do Cine Rivoli, serão fechadas e só voltarão a abrir para a retirada de suas poltronas e do equipamento de projeção – cujo destino ainda não foi definido, pelo sr. João Aracheski, executivo da Fama Filmes no Paraná.

As dicas para candidatos segundo Marisa

Como era previsível, o período pré-eleitoral estimula edições de manuais, ensaios e mesmo teses relacionadas à comunicação, opinião pública, técnicas de marketing eleitoral etc. a bibliografia, em português com títulos traduzidos mas, especialmente obras de autores brasileiros - evidencialmente melhores conhecedores de nossa realidade - amplia-se através de produções de editores ou mesmo trabalhos independentes.

O cinto de segurança rompeu no acidente que matou Gonzaguinha

Somente hoje à noite, após o final de "Pense N'Eu - Gonzagão/Gonzaga/Gonzaguinha" (Avenida Luiz Xavier, à partir das 19h), Renato Costa, advogado, animador cultural e maior responsável por este evento em homenagem a Luiz Gonzaga e, especialmente, Gonzaguinha - na data do 1º ano de morte do autor de "Explode, Coração" - revelará, um fato da maior gravidade e que, por um ano, foi de conhecimento de

O Poeta morreu na estrada mas suas canções ficarão

Há exatamente um ano, um domingo, no principal clube de Pato Branco, Luiz Gonzaga Júnior fazia a sua última apresentação. Em excursão pelo Sul - que havia iniciado oito dias antes, no Teatro do Paiol, com o espetáculo "Cavaleiro Solitário", mostrava uma nova fase, como intérprete solo, acrescentando a um repertório já cinhecido por inúmeros sucessos oito novas canções.

O eco-enredo da Unidos do Botão

A Ex-Cola de Samba Unidos do Botão, que pela segunda vez participa alternativamente do Carnaval curitibano, já desfilou no sábado na Avenida Luiz Xavier. Com sete minicarros alegóricos - um dos quais foi, até agora, a única mostra de que os escândalos do Ministério da Saúde refletiram no Carnaval ("Saúde Segundo Alceni") a original agremiação fundada e presidida por Hélio Leites tem um belo samba-de-enredo, de autoria de Carlos Careqa, Rodrigo Homem e do próprio Hélio Leites.

Artes e amores de Violeta, a rebelde

Se o programa editorial deslanchado na administração dotteana na Secretaria da Cultura tiver prosseguimento sob a competente orientação de Regina Benitez, um livro que deveria ser reeditado é o tratado paranista que aborda a geologia e tribos indígenas paranaenses, escrita há mais de 50 anos pelo geólogo Paulino Franco de Carvalho. Pelo menos, o secretário da Administração, advogado Luiz Gastão de Alencar Franco de Carvalho e sua irmã, a pintora Violeta Franco, ficariam felizes.

Os bons tempos da Clube, Guairacá, Marumby, Colombo e outros prefixos

A nossa pioneira "Clube" - a PRB-2, Radio Clube Paranaense, cujas primeiras transmissões foram ao ar numa fria noite de 27 de junho de 1924 - num pioneirismo de um grupo de paranaenses que colocou a novidade praticamente ao mesmo tempo que acontecia o início efetivo das rádios do Rio de Janeiro e Pernambuco - a próxima Rádio Exclusiva, a 13ª FM que entrará no ar dentro de seis semanas (elevando o número de rádios para 26, somente em Curitiba) muita coisa mudou.

Curitiba grafitti na saudade daqueles meninos dos anos 60

A juventude, este país maravilhoso que todos nós habitamos um dia, adquire, com a chegada da meia idade, o sabor caleidoscópico de uma viagem maravilhosa.

Em Curitiba, as imagens chegaram dez anos depois

A televisão chegou em Curitiba com um atraso de dez anos, e 42 dias. Se as primeiras imagens da televisão brasileira foram ao ar, da TV-Tupi em São Paulo, exatamente no dia 18 de setembro de 1950, em Curitiba a primeira estação de televisão - a Emissora Paranaense foi inaugurada em 30 de outubro de 1960 - numa operação corre-corre determinada pelo advogado e empresário Nagib Chede, que não desejava perder para a então toda-poderosa Rede Associada, a condição de pioneiro.
© 1996-2016. tabloide digital - 35 anos de jornalismo sob a ótica de Aramis Millarch - Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por Altermedia.com.br