Login do usuário

Aramis
Conteúdo sindicalizado RSS Blade Runner

Blade Runner

Um feriadão rico em estréia nas telas

Numa semana apetitosa, com rendas estimuladas pelo feriadão, acontecem cinco auspiciosas estréias - enquanto outros filmes com boa bilheteria prosseguem em cartaz ("Cabo do medo", no Condor; "Bugsy", no Groff; "Uma Luz na Escuridão", no Bristol; "Desejos", no Astor; "O Silêncio dos Inocentes", no Itália; "Meu primeiro Amor", no Cinema I; "Thelma e Louise", no lido II).

"Alucinações do Passado" é a melhor estréia da semana

É Carnaval e portanto época de vacas magras para os cinemas. Apesar do feriadão, os exibidores queixam-se de que o público prefere assistir aos desfiles das grandes escolas pela televisão, sair às ruas - os que ainda acreditam que Momo existe em Curitiba - ou, aqueles que podem, viajar para as praias. Assim, as estréias mais importantes ficam para as próximas semanas - ainda mais agora, com toda motivação dos filmes indicados ao Oscar.

Adriana, retrato da artista ainda jovem

Quase três anos de uma carreira nacional ainda não foram suficientes para acabar com a timidez de seus tempos de colegial. Uma timidez tão grande que, à primeira vista, pode passar a imagem de (mais) uma estrela afetada pelo sucesso rápido e que se esconde atrás de longos silêncios, respostas quase monossilábicas e um pavor de enfrentar o público que não seja aquele que está na platéia, na hora de sua apresentação.

Resnais discute em quadrinhos o choque cultural França-EUA

No início dos anos 60, quando o preconceito e mesmo a intolerância cercavam as histórias em quadrinhos - e os chamados "gibis" eram combatidos por pais e educadores como inimigos mortais - o fato de dois brilhantes cineastas europeus terem assumido sua admiração pelos comics, fez com que muitas vozes inimigas dos super-heróis se calasse: Alain Resnais e Federico Fellini curtiam os gibis e confessavam, inclusive, influências estéticas de suas leituras.

Um festival (consagrado) em cenário europeu

Apesar de um orçamento menor que os Cr$ 200 milhões que o governo do Distrito Federal investiu no XXIV Festival de Brasília do Cinema Brasileiro (3 a 10 de julho), Gramado inicia amanhã a 19ª edição de seu XIX Festival. Premiações menores que de Brasília - que também ofereceu o estímulo de Cr$ 5 milhões de aluguel para os filmes inéditos que lá concorreram - não reduziram o interesse dos realizadores pelo festival que acontece desde 1972 numa das mais acolhedoras cidades turísticas do Brasil.

Mesmo sem ajuda, nosso vídeo vive

Durante dois anos e meio a infeliz administração da Fundação Cultural de Curitiba não só ignorou totalmente o setor de vídeo como também fez tudo para prejudicar a regulamentação do fundo Municipal de Cinema, projeto aprovado na excelente administração Roberto Requião por iniciativa do combativo vereador José Maria Correa. Denúncias sucessivas levantadas pelo vereador Mário Celso, um dos mais atentos fiscais dos desmandos na área cultural e a recente intimação à sra.

Artigo em 28.06.1991

Uma coincidência, que só os curitibanos mais antigos se lambraram: o novo intendente de Assunção, cuja posse foi prestigiada pelo vice prefeito Algaci Túlio, é homônimo de um dos advogados mais competentes da Prefeitura de Curitiba: Carlos Fiziolla. Com seu bem cuidado cavanhaque branco, chapéu coco, elegância britânica, Fiziolla era uma figura conhecidíssima e estimada na cidade. Profissional competente, era um homem bem humorado era um homem bem humorado, apreciador dos prazeres do mundo - os bons vinhos (excelente cozinheiro em fins de semana) e admirador do belo sexo.

Na maioria das cidades, só na telinha os filmes da CIC

Em time que está ganhando não se troca jogador. Esta deve ser a filosofia dos executivos da CIC Vídeo que dispondo de um dos acervos mais amplos para comercializar em tela pequena, vem preferindo produções de aceitação certa, entre filmes lançados recentemente em seu circuito ou mesmo produções inéditas nos cinemas.

Nick, caçador de nipos, debaixo da Chuva Negra

"Chuva Negra" (lançamento nacional hoje; em Curitiba, Cine Condor, 5 sessões) é daqueles filmes que oferecem um puzzle em sua apreciação. Apesar da história ser relativamente linear - e até acadêmica, na estrutura básica do roteiro de Craig Bolotin e Warren Lewis - este filme chega precedido de grande expectativa.
© 1996-2016. tabloide digital - 35 anos de jornalismo sob a ótica de Aramis Millarch - Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por Altermedia.com.br