Login do usuário

Aramis
Conteúdo sindicalizado RSS Boca Maldita

Boca Maldita

Pepino roxo, elepê de Eron

O cantor e compositor paranaense Eron Vianna, radicado há 12 em Recife (PE), espera levar o cômico Tutuca hoje na Boca Maldita e amanhã, para o lançamento do seu novo disco, "Pepino Roxo", às 11h, na Livraria Dario Vellozo (praça Garibaldi, nº7). O disco conta com as participações especiais de Nhá Gabriela, Ivan Graciano e do próprio Tututca.

Requião vai a Exu homenagear o "Lua"

O governador Roberto Requião está dando provas de quanto admirava o imenso Luiz Gonzaga e seu filho, o Gonzaguinha. Após ter sido anfitrião da bela festa em homenagem aos Gonzagas há algumas semanas, em Curitiba, Requião confirmou ontem ao advogado Renato Costa, presidente da Fundação Aza Branca - oficialmente implantada em ato realizado na Boca Maldita, na noite de 28 de abril último, sua presença em Exu, no dia 22 de junho.

Artigo em 10.04.1992

Juca Chaves, depois de ler as críticas do "Diário do "Norte do Paraná" ao Teatro Reviver, lembrando que o mesmo ainda não tem luz e água, aproveitou para fazer uma sugestão-piada ao prefeito Ricardo Barros:

Memórias da Oposição (VIII - Final)

A vitória de até então desconhecido advogado Francisco Leite Chaves ao Senado, na campanha de 1974, teve aspectos tão curiosos que merece que voltemos ao assunto - abordado ontem com base nas memórias de Sylvio Sebastiani em "Por Dentro do MDB".

Um livro definitivo para lembrar quem foi o "Lua"

Antes mesmo de morrer, Luiz Gonzaga - pela sua importância maior dentro da música brasileira - já havia merecido dois apaixonados livros biográficos. Hoje, já são cinco os títulos que mostram a sua presença dentro de nossa cultura popular. Os dois últimos, "Eu Vou Contar Pra Vocês" de Assis Angelo (Icone Editora, 144 páginas, 1990) e "Luiz Gonzaga - O Matuto Que Conquistou O Mundo" de Gildson Oliveira (Editora Comunicarte, 271 páginas) teve há pouco lançada a sua terceira edição. Mais uma biografia, ainda inédita, acaba de ser concluída por Luís Fernando Vieira do Rio de Janeiro.

Ligeirinho, Jaime iria para os EUA, segundo os inimigos

Duas notas de 15 linhas, na coluna "Painel", da "folha de são Paulo", edição de sábado, 18/04/1992, trouxeram euforia ao staff do politiqueiro Grecca de Macedo. Sob o título "Marca Registrada", a primeira notícia disse: "A exposição sobre Curitiba nos EUA pode render mais do que prestígio para o Prefeito Jaime Lerner e seu sócio Cassio Taniguchi. Eles patentearam a estação em formato de tubo usada na cidade e que pode ser "exportada".

Se Lerner renunciar, Zelia ou Nelly podem chegar a prefeita

A possibilidade do prefeito Jaime Lerner disputar a prefeitura do Rio de Janeiro - em decorrência do domicílio eleitoral ficar reduzido em 100 dias - provocou, naturalmente, um vendaval de boatos e especulações neste período em que os partidos começam a definir seus candidatos. Ontem, pela manhã, um aspecto novo na questão - naturalmente sujeito a múltiplas interpretações - era analisado por vários experts em política: no caso de Lerner renunciar a prefeitura em junho para concorrer à sucessão do prefeito Marcelo Alencar, com todo apoio da máquina brizolista, quem o sucederá na prefeitura?

Os sambas-de-enredo que poucos sabem cantar em nosso Carnaval

Com humor, criatividade e amor que tem pela cidade, Hélio Leites, 40 anos, há quase dois meses já comunicava ao Sr. Nelson Santos, presidente da comissão executiva do Carnaval de Curitiba, que, pela segunda vez, a mais alternativa das agremiações momescas de Curitiba - a Ex-cola de Samba "Unidos do Botão" (com "ex" mesmo) sairia uma semana antes do Carnaval para um minimalista desfile pela Boca Maldita, apresentando seu samba-de-enredo e os sete mini-carros confeccionados por seus 21 integrantes.

As damas da Boca Rouge (e sua noite de glória)

No mais sensual estilo "rosa schocking", estreando um vestido que lhe custou pelo menos 40% de seu último salário, a vereadora Rosa Maria Chiamulera estava tão feliz na sexta-feira, no Círculo Militar do Paraná, que quase esquecia de chamar para a mesa principal a mais importante presença masculina da noite: o advogado Anfrísio Siqueira, fundador e presidente perpétuo da Boca Maldita - cavalheirescamente o maior defensor da similar feminina de sua temível instituição. xxx

Arbitrariedades culturais preocupam prefeito Jaime Lerner

Com uma dignidade e ética que, infelizmente, falta na cúpula da Fundação Cultural de Curitiba, o prefeito Jaime Lerner está preocupado com a grave crise pela qual já passou o organismo cultural do município.
© 1996-2016. tabloide digital - 35 anos de jornalismo sob a ótica de Aramis Millarch - Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por Altermedia.com.br