Login do usuário

Aramis
Conteúdo sindicalizado RSS Breno Rossi

Breno Rossi

Clássicos e jazz chegam em imagens

Uma prova do amadurecimento do mercado de vídeo: ao lado de centenas de lixo descartável que chegam às locadoras, começa a aparecer uma sofisticada produção de vídeos musicais. Embora com 80% dos títulos voltados ao pop/rock, graças à entrada no mercado de novas distribuidoras, também o clássico e o jazz terão espaço. Até agora, os apaixonados por estes gêneros estavam recorrendo a fitas piratas, conseguidas com imensas dificuldades - geralmente através de reproduções dos videodiscos (de qualidade técnica esplêndida).

Kennedy, o violinista punk que toca vivaldi

Há 20 anos, Maurício Quadrio, com sua visão do mercado musical, já prognosticava ao idealizar o projeto "Quem Tem Medo de Música Clássica?", que representou a primeira jogada inteligente de marketing para fazer a música dita clássica chegar ao grande público - um êxito para a Polygram, que desde então passou a ter uma liderança no gênero.

O bravo Jonas faz a Imagem ganhar agora produções CD

Quem acompanha o movimento fonográfico nestes últimos 20 anos aprendeu a admirar e respeitar o trabalho de um nordestino cariocarizado que tem dedicado sua vida a divulgar a melhor música: Jonas Silva. Desde os tempos de modesto vendedor de uma loja de discos (Murray's).

Videonotas

Embora tenha reduzido seu material promocional, a CIC Vídeo é uma das poucas distribuidoras que realiza um bom trabalho de relações públicas, oferecendo fitas para serem vistas, antecipadamente, pelas locadoras e alguns jornalistas. Afinal, oferece material confiável, de qualidade, podendo assim mostrar o que produz, sem receio de impor gato por lebre. Em compensação, outras distribuidoras continuam vendendo fitas de péssima qualidade.

"Retratos da Vida" e outros bons títulos

Em 1990 a 20th Century Fox também vai entrar no mercado de vídeo. Com isto, todas as chamadas majors - ou seja, as grandes produtoras americanas - estarão no Brasil, fazendo edições legais de seus filmes e reduzindo as chances da pirataria ( no Paraná, muitas locadoras ainda insistem nesta fórmula). A Warner foi a distribuidora do ano, com laçamentos explêndidos, muitos feitos em colaboração com a cadeia Breno Rossi que os tem comercializado em suas lojas, já que afora as locadoras há também o interesse dos colecionadores - mesmo com o custo de NCz$ 500,00 a unidade.

O vanguardista Boulez regendo os clássicos

A associação de um empresário de grande visão artística, Henrique Sverner, presidente da cadeia Breno Rossi - e irmão da pianista Clara Sverner (que tem gravado discos tão importantes para a música brasileira, três deles em parcerias com o clarinetista Paulo Moura) - com a CBS, vem proporcionando que esta multinacional se acorage a fazer edições que, Breno Rossi antecipa da exclusividade nas vendas, e assim a gravadora não corre o risco de prejuízo - ao contrário, contabiliza já uma lucratividade imediata.

Novamente, a Sinfônica de NY, com o maestro Leonard (em lp)

Com a morte do lendário Herbert von Karajan, aos 81 anos, no dia 16 de julho último, sem dúvida que o maestro mais famoso em todo o mundo passou a ser o americano Leonard Bernstein, 71 anos, compositor e regente, que através de suas aproximações com musicais da Broadway ("West Side Story", 1957; "Candide", 1956; "On The Town", 1949), chegou a faixas bem mais amplas de público. Educado em Harvard e no Curtis Institut of Music, na Filadélfia, professor na Universidade Brandeis (1951-56), seria, entretanto como titular da Filarmônica de Nova York (1958-69) que teria seu período mais áureo.

O velho olhos azuis está de volta!

Você já viu este filme. Ou leu esta manchete: Aos 73 (ou 75, há discussões a respeito) anos completados no último dia 12 de setembro, the old blue eyes está de volta. E tem mais: já se anuncia que na excursão mundial iniciada há meses e que até agora já passou pelas maiores metrópoles do mundo estará incluída, ainda neste trimestre, uma única apresentação no Maracanã, no Rio de Janeiro. Há uma razão sentimental para que The Voice deseje, pela primeira vez, voltar a pisar em solo brasileiro.
© 1996-2016. tabloide digital - 35 anos de jornalismo sob a ótica de Aramis Millarch - Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por Altermedia.com.br