Login do usuário

Aramis
Conteúdo sindicalizado RSS Carlos Scliar

Carlos Scliar

Os cem anos de Plácido e Silva merecem intensas comemorações

Entre as efemérides culturais do Paraná neste 1992 está uma que, até o momento, ninguém quase lembrou: o centenário de nascimento do jurista, professor, jornalista e editor Oscar Joseph de Plácido e Silva (Maceió, 18/6/1892 - Curitiba, 16/1/1963).

No campo de batalha

Perguntar não ofende: a Mansão dos Gomm - tombada pelo Patrimônio mas que está abandonada devido a briguinha entre prefeito e governador - está recebendo obras - que ninguém até agora explicou quem autorizou. Será que a ecológica (sic) administração municipal mudou de pensamento a respeito de sua conservação? xxx

No campo de batalha

O arquiteto Waldir Simões de Assis Neto programa poucas exposições em sua galeria de arte (Rua Duque de Caxias, 511-A) mas esbanja categoria. A individualidade de Cícero Dias, 83 anos, desde 1945 residindo em Paris, entre os dias 15 de outubro a 8 de novembro, será um dos acontecimentos do ano. Apenas 19 pinturas inéditas, cotadas acima dos US$ 5 mil - mas para o qual a freguesia yuppie de Waldir - já está fazendo reservas antecipadas. xxx

No campo de batalha

Domício Pedroso e Cassiana Licia Lacerda enriqueceram seus acervos artísticos ao jantar com Carybé na noite de quarta-feira. O grande artista porteño-baiano, inspirado pela presença de dois de seus maiores amigos na mesa, Poty e Orlando Villas-Boas, fez aquilo que lhe diverte muito: deliciosas charges provocativas ao Poty, sem censura, desenhadas nos brancos guardanapos, que se transformarão em obras raras para as pinacotecas de Domício e Cassiana. xxx

Memórias de Scliar, o gráfico e o cineasta

Desde que chegou a Curitiba, na tarde de quarta-feira, o pintor Carlos Scliar está desdobrando-se para atender múltiplas solicitações. Poucos artistas plásticos são tão estimados como este gaúcho de prestígio internacional, um dos grandes mestres da pintura brasileira e que apesar da fama se mantém simples cordial e amigo - características dos verdadeiros talentos. Na noite de quarta-feira, um de seus mais caros discípulos, Carlos Eduardo Zimmermann - um dos nomes da nova geração de artistas paranaenses em projeção nacional - o recebeu com um jantar.

O "Tango"inteligente do gaúcho Vitor Ramil

Eclipsado pela fama dos irmãos Kleyton & Kledir, ex-dupla, hoje buscando caminhos solos, o caçula dos Ramil, Vitor, estreou timidamente há 6 anos ("É bom saber que és parte de mim, assim como és parte das manhãs", Polygram, 1981), mas seria há três anos que sacudiria a poeira musical gaúcha, Borghetinho garantia, e assim poucos se lembraram de Vitor - que, entretanto, mereceu lugar entre os 10 melhores discos do ano, em nossa relação.

No campo de batalha

Os Cines Lido I, II e Condor, estão cumprindo a lei que obriga a projeção de curtas nacionais nas sessões de filmes estrangeiros. Pena que os programas não sejam anunciados adequadamente - e se repitam em todas as salas, o que acaba irritando o já arisco público para este gênero. Um interessante documentário do crítico e cineasta pernambucano Fernando Spencer, "A Santa dos Maracatus", sobre a grande estimuladora dos Maracatus de Recife, Maria do Nascimento (1877-1962), foi projetado por 3 semanas consecutivas. xxx

O livro que era revista nos tempos de José Cury

Mais do que uma simples homenagem a um dos mais estimados homens da comunicação no Paraná, o jantar que deve reunir centenas de pessoas em torno de José Cury (dia 23, restaurante Madalosso, adesões a Cz$ 200,00) significa o reconhecimento a um homem que, dentro das limitações e dificuldades da imprensa regional, há quase 50 anos vem dando uma grande contribuição editorial.
© 1996-2016. tabloide digital - 35 anos de jornalismo sob a ótica de Aramis Millarch - Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por Altermedia.com.br