Login do usuário

Aramis
Conteúdo sindicalizado RSS Casa Civil

Casa Civil

Um estudo profundo sobre os partidos militares no Brasil

A natural repercussão que o documento distribuído no último fim de semana pelo grupo "Guararapes", formando por oficiais da reserva (entre os quais, o general Euclydes Figueiredo, irmão do ex-presidente João Baptista) coloca, mais uma vez, em evidência a presença dos militares na política - num processo que, obviamente provoca grande repercussão.

Sebastiani, um depoimento sincero por dentro do MDB

A raquítica estante política paranaense está enriquecida desde ontem com um livro-depoimento que deverá ter sua tiragem inicial de 3 mil exemplares absorvida rapidamente: "Por Dentro do MDB", de Sylvio Sebastiani (edição do autor, com ajuda da revista Nova Fase, 144 páginas, revisão de Marise Manoel, Cr$ 25.000,00).

Quase mil anos da jovem MPB com as Cantoras do Rádio e Meninos do Rio

Está na mãos da [Sra.] Marlene Montenegro, administradora-programadora do auditório Maria José Andrade Vieira - e, naturalmente, na sensibilidade da presidente da Fundação Cultural Avelino Vieira, a elegante Maria Cristina Vieira, a realização em Curitiba de dois eventos do maior significado para a memória da música brasileira: a promoção de temporadas de "As Cantoras do Rádio" e a estréia de "Os Meninos do Rio", reunindo quase mil anos de talentos de nossa mais autêntica MPB.

O Poeta morreu na estrada mas suas canções ficarão

Há exatamente um ano, um domingo, no principal clube de Pato Branco, Luiz Gonzaga Júnior fazia a sua última apresentação. Em excursão pelo Sul - que havia iniciado oito dias antes, no Teatro do Paiol, com o espetáculo "Cavaleiro Solitário", mostrava uma nova fase, como intérprete solo, acrescentando a um repertório já cinhecido por inúmeros sucessos oito novas canções.

Requião vai a Exu homenagear o "Lua"

O governador Roberto Requião está dando provas de quanto admirava o imenso Luiz Gonzaga e seu filho, o Gonzaguinha. Após ter sido anfitrião da bela festa em homenagem aos Gonzagas há algumas semanas, em Curitiba, Requião confirmou ontem ao advogado Renato Costa, presidente da Fundação Aza Branca - oficialmente implantada em ato realizado na Boca Maldita, na noite de 28 de abril último, sua presença em Exu, no dia 22 de junho.

A morte de Gonzaguinha e a ressurreição de Renato

Renato Manoel Costa, gostaria de legalmente poder alterar seu registro civil para indicar duas datas de nascimento: a primeira, há 33 anos, 12 de agosto de 1957, em Bragança Paulista, SP; a segunda, em Francisco Beltrão, em 29 de abril de 1991. Na última quarta-feira, 29, em Curitiba, Renato Manoel comemorou com alguns amigos, que aqui fez, os "meus primeiros nove meses desta nova vida que Deus me concedeu".

Perfil - Neivo, um deputado com múltiplas preocupações

Quando Neivo Beraldin decidiu candidatar-se a uma cadeira na Câmara de Curitiba, há 10 anos passados, muitos ironizaram o fato. Gaúcho de Erechim, tendo chegado ao Paraná nos anos 60 e mais conhecido na área artística do que política, Neivo - e seu irmão Ary - circulavam Paraná afora como empresários. Eficientes, honestos e principalmente bem relacionados acompanhavam nomes populares por shows em todas as partes e ninguém pensaria que deixariam tão cedo este setor - na época em que tinham como principal concorrente outro paranaense de ação, o pernambucano Avelar Amorim.

A MPB ameaçada de perder seu espaço na Secretaria

Deve-se a sensibilidade do professor Renê Dotti, quando secretário da Cultura, a criação de uma Divisão de Música Popular, que ligada à Coordenadoria de Ação Cultural, desenvolveu entre 1989/90, um bom trabalho de estímulo e difusão de nossos artistas.

A ciranda do poder

Foi em Paris, durante um dos muitos jantares cinco estrelas, com vinho da melhor safra, no apartamento-estúdio do pintor Juarez Machado - e preparados por sua esposa, Eliete - que o governador eleito Roberto Requião e Maristela, aconselharam-se sobre mudanças nas artes plásticas do Paraná. Como Juarez não iria trocar os US$ 30 mil que fatura (no mínimo) mensalmente na Cidade Luz para vir assumir a direção do Museu de Arte Contemporânea, lembrou o nome de seu maior amigo no Paraná, João Osório Brzezinski, 51 anos, como o nome ideal para dirigir o MAC.

A guerra dos DAS-5

Uma bolsa das mais originais e exclusivas está acontecendo no primeiro escalão do governo Roberto Requião: a permuta das disputadas funções gratificadas dos gabinetes.
© 1996-2016. tabloide digital - 35 anos de jornalismo sob a ótica de Aramis Millarch - Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por Altermedia.com.br