Login do usuário

Aramis
Conteúdo sindicalizado RSS Cine Astor

Cine Astor

Ricardo III, hoje, à noite, no Canal 4

A filmografia Shakespeare é extensa. Afinal, a obra do gênio de Strat-ford-on-Avon é eterna e nela estão os elementos da farsa e da tragédia a serem permanentemente revisitados. Ainda hoje, pode ser visto, no Cine Astor, um filme relacionado a uma das mais belas peças de Shakespeare ( "King Lear"): "O Fiel Camareiro".

Na tela, o palco iluminado da vida

Duas visões dos bastidores do teatro tendo por cenário a II Guerra Mundial: a Paris ocupada em Ö Último Metrô"(Cinema I, somente hoje às 14, 16, 18 e 20 horas) e a Inglaterra bombardeia nazistas em "O fiel Camareiro"(Cine Astor, hoje e amanhã). Se "Le Dernier Metro", que François Truffaut realizou há quatro anos é um filme abrangente, sobre um grupo teatral da resistência que procurava sobreviver no período mais difícil da ocupação, em "The Dresser "o texto de Ronald Harwood mergulha no sentimento e tragédia de velhos tempos profissionais do teatro.

Astor fecha, mas o "Cárcere" continua

APESAR da excelente bilheteria que vem fazendo (a maior do ano, em termos de cinema nacional), "Memórias do Cárcere" tem, hoje, suas últimas três exibições, no Cine Astor. Entretanto, continua em cartaz na cidade, agora em sistema road-show, no Cinema I, ou seja, enquanto houver público, estará sendo apresentado, assim como aconteceu com "Retratos da Vida" (Les Uns et Les Autres, 81, de Claude Chabrol), que bateu todos os recordes em Curitiba, permanecendo seis meses em cartaz. xxx

Festival do Rio (IV) II Fesrio já tem data: novembro, 85

RIO (Especial para O ESTADO DO PARANA) - Ao encerramento do I Festival de Cinema, televisão e vídeo, terça-feira última, uma coisa já era definitiva: a realização de sua segunda edição, em novembro 1985, com uma estrutura bem mais ampliada e uma planificaçãoantecipada, corrigindo-se as deficiências observadas durante os últimos dez dias. Praticamente independente dos recursos oficiais - a contribuição da Flumitur ficou em menos de Cr$ 300 milhões e o Fesrio custou mais de Cr$ 6 bilhões - e justamente por não ficar atrelada à máquina estatal é que esse festival poderá consolidar-se.

"Silkwood", retrato de uma ameaça a todos nós

Silkwood, ou o despertar de uma consciência, ao invés do "Retrato de uma coragem", como foi adjetivado, no título em português. Uma mulher que cresce ao longo do filme, transforma-se em líder sindical na luta pelos direitos de sua categoria e, especialmente, na denúncia necessária que se faz pela maior segurança das indústrias que trabalham com produtos atômicos. Só isto já faz "Silkwood "(Cine Astor) um dos mais significativos filmes do ano, um trabalho sério, profundo e absolutamente atual - numa época em que todos estamos expostos a contaminação provocada por interesses multinacionais.

Sonhos do passado

" A Juventude é um defeito que o tempo corrige depressa demais" xxx A primeira lembrança que as sequëncias iniciais nos trazem é de "Os Maridos" ( The Husbands ) que John Cassavetes realizou e, 1970, Um grupo de amigos que volta a se reunir devido a morte de um deles. No filme de Cassavetes, após a cerimônia fúnebre, três dos antigos companheiros separados há anos. Embriagam-se recordam o passado e tal, como garotos rebeldes, decidem fazer gazta em seus compromissos familiares e acabam voando para Londres, em busca de aventuras amorosas.

O'Toole, tela & video

DEPOIS de ter sido o neurótico diretor de cinema Eli Rosa no delirante "O Substituto" (The Stun Man, 1981, de Richard Rush), Peter O'Toole ressurge novamente vivendo um personagem cinematográfico: é o ator Alan Swann em "Um Cara Muito Baratinado" (Cine Astor, ainda hoje) - interpretação que lhe valeu, pela 5' vez para o inglês Ben Kingsley, por "Gandhi"). Filme de estréia do ator Richard Benjamin como diretor, "My Favorite Year" é uma cornédia nostálgica, ambientada na Nova lorque do início dos anos 50, quando a televisão ainda era feita ao vivo.

No campo de batalha

De um eleitor peemedebista a propósito da decisão dos vereadores em criarem 33 cargos de superassessores, com salário inicial de Cr$ 300 mil: Pelo menos 66 pessoas estarão satisfeitas: os 33 vereadores e os 33 apadrinhados que ganharem esta sinecura" . Entretanto, ao menos um vereador jura que é contra: Algacy Túlio, que por ter externado sua posição foi ameaçado de ter seu mandato cassado. Dois engenheiros paranaenses -

Trilhas sonoras

Local Hero é o título original deste filme escrito e dirigido pelo desconhecido Bill Forsyth que não tem ainda data de lançamento no brasil. Se do filme nada se sabe, de sua trilha sonora - lançada pela Polygram em sua série azul - já sabemos: é magnífica. Como lembrou Ezequiel Neves, pode (e deve) ser considerado o primeiro LP - solo do líder e guitarrista ótimo grupo inglês Dire Straits: Mark Knopfler. entre o country pop, Knopfler nos oferece 13 temas próprios (só o belo "The Mist Covered Mountains" não é de sua autoria) onde mostra sensibilidade e inteligência.

Amargo e bruto

Em algumas seqüências de "Feios, Sujos e Malvados" (Cine Astor, hoje, último dia em exibição) alguns espectadores ensaiam risos. Mas parece não chegar a contaminar histrionicamente a ninguém. Ao contrário, há uma sensação de sufoco, de angústia, frente a imagens tão brutais, chocantes como a que Ettore Scola coloca neste filme denso e pesado, um documento amargo de nossos dias. "Feios, Sujos e Malvados" não é uma comédia, muito menos um filme agradável. Ao contrário: é desagradável a quem busca o belo, o colorido, o alienado.
© 1996-2016. tabloide digital - 35 anos de jornalismo sob a ótica de Aramis Millarch - Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por Altermedia.com.br