Login do usuário

Aramis
Conteúdo sindicalizado RSS Cinemas de Curitiba

Cinemas de Curitiba

A saga dos caminhoneiros

Depois de três anos do início das filmagens, "Jorge, um Brasileiro" chega às telas (em Curitiba, estréia dia 2 de março, cines Lido I e Itália). Super produção para os padrões brasileiros - mais de 30 empresas se associaram ao projeto de Paulo Thiago, pavimentando o projeto com empréstimos desde quadros até carretas e caminhões - a transposição às telas do romance de Oswaldo França Júnior há muito vem sendo aguardada.

"Bird" voa e chegam comédias e o terror

Lamentavelmente "Bird", de Clint Eastwood, a profunda biografia do saxofonista Charlie Parker (1920-1955), não resistiu a mais do que 7 dias em exibição no Bristol. Teve a mesma sorte (?) que "O Amor Não Tem Sexo", do inglês Stephen Frears, cinebiografia do dramaturgo Joe Orton (1937-1967), que também ficou apenas uma semana em cartaz. Pelo visto, o público não está sabendo prestigiar filmes importantes, de idéias e que mereceriam permanecer de duas a três semanas em exibição. E ainda os que apontam Curitiba como exemplo de cidade de público culto e civilizado...

Vale a locação

Passou despercebido no Lido I, quando de seu lançamento comercial no ano passado. Nem o fato do diretor ser o mesmo do cult movie "Sid & Nancy", fez com que ao menos a faixa jovem se interessasse em ver "Walker", de Alex Cox.

O mundo das estradas visto pelos cineastas

Na filmografia do cinema das estradas no Brasil - ou seja, aqueles filmes que se voltaram para contar estórias de personagens que têm suas vidas ligadas às longas distâncias, o mais famoso destes foi uma pioneira série de televisão, produzida no início dos anos 60 e que tinha uma ligação muito forte com o Departamento Nacional de Estradas de Rodagem: "O Vigilante Rodoviário", seriado que foi um dos marcos da televisão no Brasil, produzido numa época em que a então nascente forma de comunicação apresentava quase que exclusivamente os chamados "enlatados", filmes em série importados dos Esta

No campo de batalha

O cineasta e ecologista Frederico Fullgraf não pára. Acaba de chegar de longa viagem a Alemanha, com retorno via Nova Iorque, trazendo muitas novidades. Uma delas é um embasamento internacional para a recém criada Fundação Terra de Pesquisas Ecológicas e Educação Ambiental. Para expor os projetos desta nova instituição - mais do que simples preservacionista, também operacionalmente ativa em vários setores - Fullgraf chega a Curitiba na próxima semana. xxx

Quando o comunismo assustava a América

Quando "Sob o Domínio do Mal" (Lido II, hoje último dia em exibição) foi realizado, falava-se muito em lavagem cerebral em termos ideológicos. A guerra da Coréia já havia terminado mas as feridas eram recentes (como hoje, 11 anos depois, permanecem as do Vietnã), de forma que quando Richard Condon publicou o livro "The Manchurian Candidate", vários atores importantes se interessaram em interpretar as personagens centrais no cinema. Robert Mitchum e Frank Sinatra foram os primeiros. Surgiram, entretanto, dificuldades de adaptá-lo e o projeto foi adiado.

A Máfia, com pitadas de humor, ironia e religião

Uma história estimulante: "Ritual de Sangue" (Lido II, 5 sessões), chegando sem qualquer promoção (Curitiba está entre as primeiras capitais na qual a UIP lança esta produção de sua safra 1988) é surpreendente. Revela um novo diretor (Donald P.
© 1996-2016. tabloide digital - 35 anos de jornalismo sob a ótica de Aramis Millarch - Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por Altermedia.com.br