Login do usuário

Aramis
Conteúdo sindicalizado RSS Cinemateca do Museu Guido Viaro

Cinemateca do Museu Guido Viaro

Haja tempo para assistir os filmes destes Festival

Apesar da modéstia e falta de maior experiência da parte de seus organizadores, o I Festival de Cinema Cidade de Curitiba (até domingo, no Cine Ritz) traz opções a quem se interessa em conhecer especialmente curtas, médias e longas que habitualmente não freqüentam os circuitos comerciais.

Tetê mostra a terra de Rose em Curitiba

Valeu a pena a cineasta Tetê de Moraes ter vindo a Curitiba, há um mês, para evitar que seu premiado "Terra para Rose" fosse "queimado" no Cine Groff, como pretendia a coordenação de cinema da Fundação Cultural, ao jogar para aquela sala - a pior do circuito oficial (excluindo a asfixiante Cinemateca, há muito necessitando de uma reforma) uma obra que merece tratamento especial.

A tese de Solange sobre nosso cinema

Há dez anos, quando formou-se em jornalismo pela Universidade Católica do Paraná, Solange Straus Stecz começou a trabalhar junto à Cinemateca do Museu Guido Viaro como colaboradora voluntária. Apaixonada por cinema desde a infância interessou-se em pesquisar as primeiras exibições aqui ocorridas - sobre as quais existiam apenas registros nos amarelecidos jornais da época e apenas uma série de reportagens que havíamos publicado dez anos antes ("Cinema Cá Entre Nós", O Estado do Paraná, Prêmio Reportagem Cidade de Curitiba, 1966).

No campo de batalha

Novos integrantes nos órgãos colegiados na Fundação Universidade Estadual de Londrina: Lúcio Tedesco Marchese e Ruy de Jesus Marçal Carneiro foram nomeados para o Conselho de Curadores - integrando automaticamente também o Conselho Universitário. Generosidade natalina do marchand-de-tablaux Jorge Carlos Sade: além de doar 80 obras de arte para o Museu do Portão, está patrocinando a apresentação que Priscila Freire faz no Teatro do SESC.

As pesquisas de Solange no Festival de Brasília

Os dois adiamentos que a 21ª edição do Festival de Brasília do Cinema Brasileiro sofreram acabaram prejudicando a pesquisadora Solange Straube Stecz, de Curitiba. É que como integrante do Centro de Pesquisadores do Cinema Brasileiro, Solange teve lançado durante a reunião desta instituição, num dos eventos paralelos do Festival de Brasília, o seu estudo "Jacarezinho, A Cidade Rainha do Norte do Paraná" (ensaio sobre o primeiro filme da década de 40 sobre o norte pioneiro), na manhã de segunda-feira, 31 de outubro.

Festivais mostram cinema que se aprende na escola

Os festivais de cinema estão abrindo-se para uma vitrine dos filmes realizados por uma novíssima geração, saída dos (poucos) cursos existentes no Brasil. Este ano, a maior revelação foi da dupla Paulo Halm e Luiz Campos, da Universidade Federal Fluminense, que com o contundente "PSW - Uma Crônica Subversiva", média metragem de 50 minutos, denunciando o desaparecimento do deputado catarinense Paulo Stuart Wright, em setembro de 1973, nos cárceres do DOI-COI, São Paulo, praticamente revelaram mais um fato trágico dos anos de ditadura e que permanecia esquecido da história oficial.

Um festival do real sem estrelismos

Salvador - Não há mais estrelas globais, rostos famosos, e mesmo belas "panteras" nas sessões. Ao contrário, as sessões acontecem em salas modestas, na maioria dos filmes projetados em 16 milímetros. A cobertura jornalística e da televisão é mínima. Os jornais nacionais ignoram e até a imprensa local dá pouco espaço. Entretanto, ininterruptamente, a Jornada Internacional de Cinema da Bahia, acontece desde 1972, com um prestígio cada vez maior.
© 1996-2016. tabloide digital - 35 anos de jornalismo sob a ótica de Aramis Millarch - Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por Altermedia.com.br