Login do usuário

Aramis
Conteúdo sindicalizado RSS Dante Mendonça

Dante Mendonça

Curitiba presente na Bienal de Quadrinhos

Em 1938, o jornal "Diário da Tarde", de Curitiba, publicava tiras de um personagem chamado Haroldo, o Homem Relâmpago. O autor era o então desconhecido Poty Lazarotto, que por muitos anos desenhou quadrinhos. Um painel com alguns desses desenhos faz parte da exposição de artistas curitibanos, que integra a Mostra da 1ª Bienal Internacional de Quadrinhos, promovida pela Fundação Cultural de Curitiba. A exposição está no Museu Guido Viaro até o próximo domingo, dia 10, juntando ainda trabalhos de mais de duas dezenas de cartunistas e desenhistas de HQs na cidade.

"Noções Unidas", o riso da realidade brasileira

Uma charge de Dante Mendonça na primeira página de O Estado do Paraná vale às vezes por um editorial. As colunas de Millor Fernandes no "Jornal do Brasil" e "Isto É" assustam mais aos políticos do que furiosos editoriais d' "O Estado de São Paulo". O humor sarcástico de Jô Soares - seja na revista "Veja" ou no seu talk show na SBT/TV Iguaçu, conquistam cada vez maiores faixas de audiência.

10 ANOS SEM ELIS REGINA (Porto Alegre, 17/3/45 - São Paulo, 19/1/1982)

10 anos sem Elis! Há exatamente dez anos - madrugada de 18 para 19 de janeiro de 1982, vítima de uma overdose, a cantora mais famosa do Brasil morria, solitária, em seu apartamento em São Paulo. Foi um choque para todo o país. Desde Francisco Alves - cuja morte, num acidente automobilístico na via Dutra, na manhã de 27 de setembro de 1952, também fez o Brasil chorar - não havia tanta comoção pela morte de uma artista popular.

Do lazer abandonado ao largo da desordem

A carta-denúncia de Jorge Carlos Sade (Praça Garibaldi, 85), datada de 15 de janeiro último, é a seguinte: "Dizem que a casa é a cara do dono!" A Praça Garibaldi, o dito setor histórico, seria o retrato de Curitiba? Baderneiros, drogados, bêbados, cheiradores, assaltantes, maloqueiros, botecos e bares de lixo e de luxo, putaréu, violência, despoliciamento, gangues varzeanas, ratatuia infecta e contagiosa, dia & noite-noite & dia infestam o eixo Praça da Ordem-Alto do São Francisco. Eis a Curitiba ecológica! Isso é o retrato da Prefeitura, da dita Secretaria do Meio Ambiente?

Do lazer abandonado ao largo da desordem

A carta-denúncia de Jorge Carlos Sade (Praça Garibaldi, 85), datada de 15 de janeiro último, é a seguinte: "Dizem que a casa é a cara do dono!" A Praça Garibaldi, o dito setor histórico, seria o retrato de Curitiba? Baderneiros, drogados, bêbados, cheiradores, assaltantes, maloqueiros, botecos e bares de lixo e de luxo, putaréu, violência, despoliciamento, gangues varzeanas, ratatuia infecta e contagiosa, dia & noite-noite & dia infestam o eixo Praça da Ordem-Alto do São Francisco. Eis a Curitiba ecológica! Isso é o retrato da Prefeitura, da dita Secretaria do Meio Ambiente?

Os restaurantes de categoria que Curitiba teve no passado

Um livro patrocinado pela Brahma reunindo crônicas de vários autores sobre endereços gastronômicos-etílicos de Curitiba, que está sendo coordenado pelo casal Maí e Dante Mendonça - com lançamento previsto para o dia 29 de março, 299o. aniversário da fundação de Curitiba - embora reverenciando restaurantes e bares "históricos" desta cidade não esgota em absoluto um tema que está a merecer pesquisas mais amplas e profundas: a Curitiba gastronômica e boêmia, hoje presente apenas na memória de seus habitantes mais idosos.

Maringá adia FestVídeo para prestigiar a cultura local

O II FestVídeo de Maringá foi adiado para 1992. Um dos mais bem sucedidos eventos ocorridos no ano passado na Cidade Canção, esta promoção que entre os dias 26 a 30 de novembro de 1990 reuniu videomakers de vários estados não acontecerá este ano por uma razão simples e objetiva: falta de patrocínio.

A grande noite da Curitiba dos anos 60

No patamar da escadaria que conduzia à Marrocos, no primeiro andar do sobrado na Rua Marechal Deodoro, n.º 5, esquina com a Praça Zacarias, o então jovem jornalista Enock de Lima Pereira cumprimenta afetivamente o velho porteiro e diz: - "Cachimbo", amigo! Gostaria um dia, de ter a verve de Rubem Braga para lhe dedicar a crônica que você merece.
© 1996-2016. tabloide digital - 35 anos de jornalismo sob a ótica de Aramis Millarch - Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por Altermedia.com.br