Login do usuário

Aramis
Conteúdo sindicalizado RSS Dizzy Gillespie

Dizzy Gillespie

Os melhores nacionais e do jazz segundo Caetano

Caetano Cerqueira Rodrigues, 57 anos, presidente do Blue Note Jazz Clube; produtor de programas de jazz e bossa nova para a rádio Ouro Verde-FM - e também é dono de uma das maiores coleções de CDs, especializados em jazz, música instrumental brasileira, Bossa Nova e grandes vocalistas americanos. Assim, sua relação dos 10 lançamentos e reedições exclusivamente em CDs feitos no Brasil é importante referencial sobre uma faixa altamente sofisticada na produção nacional e internacional. Os 10 melhores lançamentos nacionais

32 anos depois, Cole segundo Peterson ainda é um clássico

Mais uma preciosa soma a crescente discografia que o centenário de nascimento de Cole Porter (Peru, Indiana, 9/6/1891 - Santa Mônica, Callifórnia, 15/10/64) está justificando: e edição em CD do excelente "Oscar Peterson plays the Cole Porter song book" (Verve/Polygram).

Os melhores nacionais e do jazz segundo Caetano

Caetano Cerqueira Rodrigues, 57 anos, presidente do Blue Note Jazz Clube; produtor de programas de jazz e bossa nova para a rádio Ouro Verde-FM - e também é dono de uma das maiores coleções de CDs, especializados em jazz, música instrumental brasileira, Bossa Nova e grandes vocalistas americanos. Assim, sua relação dos 10 lançamentos e reedições exclusivamente em CDs feitos no Brasil é importante referencial sobre uma faixa altamente sofisticada na produção nacional e internacional. Os 10 melhores lançamentos nacionais

A música da velha Itália e as rumbas com Lecuona

Paralelamente ao CD de Pedro Vargas e ao elepê, em vinil com 14 clássicos de repertório de Libertad Lamarque ("A Dama do Tango"), Leon Barg, da Revivendo, sempre em seu idealismo cultural de trazer para ouvidos mais jovens (e alegrar os mais idosos) - grandes vozes, também colocou nas lojas especializadas três intérpretes de épocas e públicos específicos, hoje totalmente esquecidos mas que tiveram sua importância.

Clássicos e jazz agora só em edição CD/cromo

Definitivamente a era do laser chegou. Quem duvidava de que o novo processo demoraria a emplacar pelo seu custo enganou-se. Duas fábricas de CDs - a Microservice, em São Paulo e a VAT, em Manaus, estão com produção a toda para atender as várias gravadoras seja na área de reedições - desde trabalhos originais como a que Leon Barg, da Revivendo, está fazendo com antigos 78 rpm até discos dos mais comerciais - ou em lançamentos inéditos, alguns, inclusive, só saindo em CD e fita cromo.

Arrau, Zoltan, Vladimir com o melhor da obra pianística

A Polygram, detendo catálogos de primeira linha como os Philips, Deutsch Grammophon e London, vem tendo uma aceitação impressionante em sua produção, inclusive com resultados excelentes que o seu eficiente representante territorial, o estimado Wilson Berro, desde 1969 no Paraná, coadjuvado pelo divulgador Emilson Pohl, garantem a estes novos produtos. Só nas últimas semanas, quatro importantes lançamentos duplos da área clássica - sem falar nos jazz - como o antológico "A Portrait of Duke Ellington" com Dizzy Gillespie e orquestra - mostram a liderança da multinacional holandesa.

Airto, como sempre, o melhor da América

A notícia já foi publicada por nós, nestes anos todos em que aqui estamos, várias vezes, mas sempre repetimos mudando apenas a data. Sempre com uma imensa satisfação: o catarina-curitibano Airto Guimorvan Moreira, mais uma vez, na cabeça do "Jazz Poll" da "Down Beat", a mais famosa revista de jazz do mundo. Tanto no julgamento da crítica como dos leitores (que, por se constituírem numa elite de bom gosto, sabem no que votam), o catarinense de Itaiópolis, infância passada em Guarapuava e juventude em Curitiba - desde 1967 morando nos Estados Unidos, continua a ser o melhor na percussão.

Melhores blues sem as lágrimas

Quem conhece Saul (Silva Bueno), 45, o mais jazzístico pistão da noite curitibana e que há cinco anos faz de seu Trumpet's (Rua Cruz Machado) o único endereço em que se pode escutar a qualquer hora da madrugada, improvisações com instrumentistas que amam o jazz (seja os de casa, ou profissionais e amadores que ali gostam de dar canja) não deixará de estabelecer algumas ligações ao assistir "Mais e Melhores Blues" (Lido II, até quinta-feira). Até fisicamente, o bom Saul lembra um pouco a Denze Washington, 35 anos, que no filme de Spike Lee interpreta o talentoso pistonista Bleek Gilliam.

Diana Moreira já segue o seu caminho musical

Filho de peixe, peixinho é. O refrão é antigo, mas sempre válido. E se aplica mais uma vez em relação à bela Diana, 18 anos completados a 15 de agosto último, única filha de Airto Moreira e Flora Purim, nascida na Califórnia mas que sempre que pode vem passar férias no Brasil. Ainda recentemente esteve algumas semanas, visitando sua avó Zelinda, a tia Onilda e os primos Emerson e Gustavo.

As perdas de 1990

Janeiro Ernest Widmer, nascido na Suíça, em 1927. Maestro-compositor, veio para o Brasil em 1956 a convite de K. F. Koelrreuter, naturalizando-se brasileiro. Viveu muitos anos na Bahia, onde implantou uma avançada escola de estudos e pesquisas. Faleceu dia 04/01. George Auld, saxofonista-tenor, nascido em 18/05/1919. Gravou seus melhores discos com Benny Goodman. Em 1977 apareceu numa ponta no filme "New York, New York" como o músico que ensina Robert De Niro a tocar saxofone. Dia 08/01.
© 1996-2016. tabloide digital - 35 anos de jornalismo sob a ótica de Aramis Millarch - Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por Altermedia.com.br