Login do usuário

Aramis
Conteúdo sindicalizado RSS Edson Otto

Edson Otto

No campo de batalha

O mais importante compositor nativista, Telmo de Lima Freitas, passou o último fim de semana em Ponta Grossa, participando do VII Rodeio dos Rodeios, promovido pela prefeitura local no Parque de Exposições Otto Cunha e que representou um investimento de Cr$ 30 milhões. xxx

Solidariedade gaúcha

Jornalistas, pesquisadores, colecionadores e outras pessoas que em vários estados participam e acompanham as atividades da Associação dos Pesquisadores da Música Popular Brasileira, estão solidarizando-se com a sua representação no Paraná, pela arbitrariedade sofrida no último sábado, 20, por parte de uma diretora da Fundação Cultural de Curitiba, que provocou um grave incidente ao impedir, autoritariamente, que uma gravação autorizada por seu autor, fosse realizada no Teatro Paiol.

O documentário que não pode ser feito

A Associação dos Pesquisadores da Música Popular Brasileira distribuiu ontem uma nota oficial a propósito da morte de Gonzaguinha, assinada pelos seus ex-presidentes Zuza Homem de Mello (São Paulo) e Aramis Millarch (Curitiba), mais o atual presidente, Albino Pinheiro (Rio de Janeiro), e os membros Edson Otto, de Porto Alegre e Hermínio Bello de Carvalho, ex-diretor da Divisão de Música Popular da Funarte e que organizou o segundo e terceiro encontro da entidade.

Com ajuda de César, nativismo cultural chegou até o Paraná

Há seis anos, quando aqui dedicamos uma série de nove colunas registrando o "Alvorecer Nativista" ("Tablóide", "O Estado do Paraná", entre os dias 17 a 31 de outubro de 1984), após assistirmos ao II Musicanto - Sul Americano de Nativismo, em Santa Rosa, Rio Grande do Sul, o boom tradicionalista na (re)valorização de valores tradicionais da cultural rural do Rio Grande do Sul, embora já com mostras evidentes em outros estados, ainda era ignorado pela imprensa fora daquele Estado.

Telmo e Elomar, dois cantadores de raízes

"Ouço cantigas, é o Minuano me pedindo que os caminhos vão se abrindo prá passar minhas canções rogando ao mundo que a maior fraternidade seja o elo da bondade prá todos os corações Vento Minuano eu te peço que prossigas nesta cantiga da fraterna comunhão" ("Prece ao Minuano", Telmo de Lima Freitas) O que há de comum entre Telmo de Lima Freitas, gaúcho de São Borja, 59 anos, e Elomar Figueira de Melo, baiano de Vitória da Conquista, 50 anos?

Alecir levou fandango ao I Canto das Águas

"Louvação à Chimarrita", um fandango de Alecir de Antonina - de todos os compositores-intépretes paranaenses, o que mais se preocupa com a preservação e divulgação do folclore paranaense - foi a canção representativa de nosso Estado no I Canto das Águas do Mel, realizado no último fim-de-semana na cidade de Iraí (479 km de Porto Alegre).

Nativismo nas araucárias, tchê!

Mesmo antes de ser lançado - o que só acontecerá no próximo dia 12, "Passe a Cuia, Tchê!" do promotor e estudioso de folclores Arthur Tramujas Neto (volume 2 da série "Leite Quente", Secretaria Municipal da Cultura, 32 páginas, em fase de revisão) está sendo solicitado por interessados em conhecer a visão que o autor dá sobre o gauchismo no Paraná.

Leon urra em Curitiba para que se ouça a velha guarda

Hoje à tarde, na Divisão de Música Popular do Instituto Nacional de Música / Funarte, no Rio de Janeiro, Hermínio Bello de Carvalho, o incansável animador cultural reúne-se com Albino Pinheiro, presidente da Associação de Pesquisadores da Música Popular Brasileira e outras pessoas preocupadas com a memória de nossa música para estudar a realização de um quinto encontro. Uma proposta viável é que o mesmo possa acontecer em Curitiba, onde houve o primeiro, há 13 anos (28 de fevereiro a 2 de março de 1975, Auditório Salvador de Ferrante).

Nativismo continua a crescer no Paraná

Na semana passada, o Movimento Tradicionalista Gaúcho do Paraná promoveu em Ponta Grossa o III Congresso Tradicionalista do Estado. Foi mas um passo na reestruturação dos CTGs no Paraná, que hoje já passam de cem unidades - metade das quais, pelo menos, com boa movimentação artístico-cultural. Embora os festivais nativistas ainda não tenham se firmado no Paraná - ao contrário do Rio Grande do Sul, onde já ultrapassam a cinqüenta eventos anuais - algumas manifestações mostram que, pouco a pouco, a identidade sulina vai sendo assumida.

Um encontro extra dos pesquisadores da MPB

Tramandaí Uma das (poucas) críticas que se poderia fazer ao elétrico e competente Edson Otto, diretor administrativo do Instituto Gaúcho de Tradição e Folclore, idealizador e coordenador do seminário Acorde Brasileiro, realizado de 11 a 14 de dezembro, seria o da abrangência do temário. Afinal, concentrar em apenas 4 dias uma gama de assuntos que variavam desde o colonialismo cultural até as relações da MPB com o turismo, era uma proposta ampla e difícil.
© 1996-2016. tabloide digital - 35 anos de jornalismo sob a ótica de Aramis Millarch - Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por Altermedia.com.br