Login do usuário

Aramis
Conteúdo sindicalizado RSS Edu Lobo

Edu Lobo

"Flicts", o ballet de muitas cores

Publicado em 1970, "Flicts" transformou-se na mais lírica e conhecida obra infantil do mineiro Ziraldo Alves Pinto. Dois anos depois ganhava uma adaptação de Aderbal Júnior para teatro e desde então tem sido um dos espetáculos infantis mais representados em palcos brasileiros.

O XVII Fercapo e as suas possibilidades

Otimista ao extremo, Romário Borelli, dramaturgo (autor de "O Contestado", encenado há dez anos pelo TCP), sociólogo, pesquisador e hoje empresário do setor de som, está investindo forte na produção de vários discos com artistas paranaenses. Em seu modesto estúdio (Álamo, filial do estabelecimento modelar, de São Paulo), nas margens do lago do Barigui, Romário está gravando elepês com artistas como Alecir de Antonina, Cabelo, João Lopes (que ficou famosos por ter criado a expressão "Bicho do Paraná"), entre outros.

Capinam e Abel ganham afinal seus discos

Poucas vezes a edição de dois álbuns de montagens com fonogramas diferentes, reunindo vários intérpretes, obteve uma acolhida tão simpática (e ampla) junto à grande imprensa. A própria SBK Songs, etiqueta que, em 1988, foi a grande revelação no meio fonográfico, deve ter se surpreendido pelo interesse que a série Songbooks, reunido obras de letristas da MPB, despertou.

O circo místico (e mágico) na maturidade de um ballet

Mesmo não tendo subido no palco do auditório Bento Munhoz da Rocha Neto para receberem placas comemorativas aos 20 anos de existência do Ballet Guaíra, duas pessoas foram cumprimentadas por todos que conhecem e acompanham a nossa vida cultural.

Espetáculo de flauta e sax

Um show de Mauro Senise significa um espetáculo de flauta e sax para ouvido nenhum botar defeito. E é o que se poderá conferir amanhã: Senise, um dos maiores instrumentistas da MPB, está em Curitiba pelo projeto Esquina idealizado pela Localiza Movimento Sonoro. Em 16 anos de música instrumental, Senise brilhou em todos os sentidos. No palco, nos estúdios de gravação, no Brasil e no Exterior.

Vinícius Vive. Como sempre

Existe maior alegria do que lembrar pessoas queridas, imortais pelas obras que realizaram? Pois esta felicidade vem sendo proporcionada graças ao mecenato de algumas empresas dirigidas por executivos de sensibilidade e visão e que buscam assessoramento de quem tem competência. O mais recente exemplo é o álbum dedicado a Vinícius de Moraes - livro e disco, editado graças a soma de recursos da Empresa Carioca de Engenharia S/A, Christiani Nielsen - Engenheiros e Construtores S/A e Sanenge - Saneamento e Engenharia Ltda., empresas coligadas.

Cronologia

Marcus Vinícius Cruz de Mello Moraes. 1913 - Nasce, em 19 de outubro, na Rua Lopes Quintas, Gávea - Rio de Janeiro. Filho de Clodoaldo Pereira da Silva Moraes e Lydia Cruz de Moraes. São seus avós paternos Antero Pereira da Silva Moraes, e maternos Antônio Burlamaqui dos Santos Cruz e Celestina dos Santos (Cestinha). 1916 - A família muda-se para a casa dos avós paternos, na Rua Voluntários da Pátria, em Botafogo, onde nasce sua irmã Laetitta. 1917 - Vinícius e Lygia, sua irmã mais velha, começam a freqüentar a escola primária Afrânio Peixoto.

Carlinhos, presença amiga de boa música

Carlinhos Vergueiro é uma das pessoas mais estimadas dentro da música brasileira. Prova disto é a força que os melhores compositores sempre deram na carreira deste paulista, 36 anos, 15 de carreira musical e por seu talento, simpatia e, sobretudo, aquela capacidade de fazer amigos, conquistou uma platéia significativa em Curitiba - aqui retornando no próximo dia 17 (Teatro do Paiol e bar Habbeas Corpus).

MPB, 15 anos em que o marketing é quem manda

Em 1973, quando CLAUDIO MANOEL DA COSTA começava no jornalismo, a era dos festivais de Música Popular já tinha praticamente acabado a forma de grande impacto. Um ano antes, em setembro de 1972, a Rede Globo promoveu o VII FIC - o último da série - que premiou "Fio Maravilha" (Jorge Ben), revelando a ex-empregada doméstica Maria Alcina como uma intérprete original e destacando também "Diálogo" (Baden Powell/Paulo Cesar Pinheiro), defendida no Maracanãzinho por Tobias e Claudia Regina - dois entre tantos cantores lançados em festivais que não deram certo.
© 1996-2016. tabloide digital - 35 anos de jornalismo sob a ótica de Aramis Millarch - Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por Altermedia.com.br