Login do usuário

Aramis
Conteúdo sindicalizado RSS EMI/Odeon

EMI/Odeon

Depois da música, romance de Lisboa

Entre as revelações da música urbana, uma das mais significativas nos anos 80 foi a de Nei Lisboa, gaúcho de Caxias do Sul, próximo aos 32 anos - a serem completados em 18 de janeiro. Quando gravou seu primeiro disco, a produção independente "Pra Viajar no Cosmos não Precisa Gasolina" (1983), já havia acumulado boas experiências: músico desde o final da década de 70, em 1975, viajou aos EUA e morou numa cidadezinha do Interior da Califórnia, ao lado de um bar "que lembra" o "Bagdá Café" do filme de Percy Adlon.

Os melhores nacionais e do jazz segundo Caetano

Caetano Cerqueira Rodrigues, 57 anos, presidente do Blue Note Jazz Clube; produtor de programas de jazz e bossa nova para a rádio Ouro Verde-FM - e também é dono de uma das maiores coleções de CDs, especializados em jazz, música instrumental brasileira, Bossa Nova e grandes vocalistas americanos. Assim, sua relação dos 10 lançamentos e reedições exclusivamente em CDs feitos no Brasil é importante referencial sobre uma faixa altamente sofisticada na produção nacional e internacional. Os 10 melhores lançamentos nacionais

OS 10 MELHORES DISCOS DE MPB - 1991 (produções de gravadoras)

1- Todo Sentimento -Elizeth Cardoso/Rafael Rabello (Columbia/Sony Music); 2- João - João Gilberto (Philips/Polygram); 3- Olhos Negros - Johnny Alf e convidados (BMG); 4- Zona de Fronteira - João Bosco (Columbia/Sony Music); 5- Circuladô - Caetano Veloso (Philips/Polygram); 6- O Planeta Blue na Estrada do Sol, - Milton Nascimento (show acústico gravado ao vivo) - (Columbia/Sony); 7- Vai Meu Samba Vai - Martinho da Vila (Columbia/Sony); 8- Canções - Pericles Cavalcanti (Philips/Polygram); 9- Fronteiras Abertas - Luiz Carlos Borges/Antônio Tarrago Ros (RGE);

Beth, Marina e Leila, as vozes deste final de ano

Entre a choradeira das gravadoras, mais do que nunca queixando-se de uma natural (e até justa) retração dos consumidores frente ao empobrecimento cada vez maior da classe média - que normalmente se constituía numa faixa-alvo dos negócios fonográficos - mesmo os chamados "grandes lançamentos" de final de ano estão sendo repensados. Este ano, não teremos um álbum de prestígio de Chico Buarque ou Edu Lobo, o (ótimo) disco de João Bosco ("Zona da Fronteira", Sony) já saiu em outubro e a esperança, qualitativamente, é o novo álbum acústico de Milton Nascimento.

Os 10 melhores lançamentos instrumentais brasileiros-1991

1. "Bonfá's Magic" - Luiz Bonfá (Caju); 2. "Retratos/Radamés Gnatalli" - Chiquinho do Acordeon/Rafael Rabello/Orquestra de Cordas Brasileiras (Kuarup); 3. Rafael Rabello & Dino 7 Cordas (Caju); 4. "Tocar" - Geraldo Flach (RGE); 5. "Profissão, Músico" - Wagner Tiso (Polygram); 7. Paulo Moura e Ociladocê Interpretam Dorival Caymmi (Choros); 8. "Visões" - Leo Gandelman (Polygram); 8. Egberto Gismonti (EMI-Odeon); 9. Altamiro Carrilho - 50 anos de choro (Visom) e 10.

Música Brasileira - As reedições chegam com qualidade

Por múltiplas razões, a reedição se tornou uma forma de gravadores tradicionais - ou mesmo produtoras independentes, na área nostálgica - para enfrentar estes tempos de recessão. Afinal, para as gravadoras que dispõem de grandes acervos não custa quase nada providenciar remontagens de gravações de artistas que passaram pelos seus estúdios. Infelizmente, a maioria dos lançamentos é feita de uma forma caça-níquel - e nisto a Continental é campeã absoluta - recolocando dezenas de vezes no mercado, com títulos e capas diferentes, as mais esdrúxulas montagens.

O velho Cocker retorna sem precisar a ajuda dos amigos

Enquanto no Brasil, os grandes nomes da música do passado são esquecidos precocemente - e só graças a idealistas como Leon Barg é que tantos valores da época de ouro podem ser ouvidos em CDs - no próprio mundo do rock, tão mutável em seu consumismo, veteranos tem sua vez.

O infantil descartável e o retorno de J. Brown

O extraordinário sucesso da telenovela "Carrossel" (SBT/TV Iguaçu) promoveu bastante a sua trilha sonora, basicamente voltada a faixa infantil com uma montagem criada por Nelson Edson dos Santos, reunindo fonogramas da COMEP / FLIPPER / EMI / ODEON / Maravilha e editados em elepê da Barclay.

Os 10 melhores lançamentos instrumentais brasileiros-1991

1. "Bonfá's Magic" - Luiz Bonfá (Caju); 2. "Retratos/Radamés Gnatalli" - Chiquinho do Acordeon/Rafael Rabello/Orquestra de Cordas Brasileiras (Kuarup); 3. Rafael Rabello & Dino 7 Cordas (Caju); 4. "Tocar" - Geraldo Flach (RGE); 5. "Profissão, Músico" - Wagner Tiso (Polygram); 7. Paulo Moura e Ociladocê Interpretam Dorival Caymmi (Choros); 8. "Visões" - Leo Gandelman (Polygram); 8. Egberto Gismonti (EMI-Odeon); 9. Altamiro Carrilho - 50 anos de choro (Visom) e 10.

Paulinha Abdul, coreógrafa e cantora e a sensual Christine

Para não ficarmos apenas no machismo eletrificado, registre-se o novo álbum de um nome conhecido: Paula Abdul ("Spellbound"), vocalista, compositora e que também tem se destacado como coreógrafa em filmes como "Coming America", com Eddie Murphy, "Running Man", com Arnold Scwarzeneger e o recentíssimo "The Doors", de Oliver Stone.
© 1996-2016. tabloide digital - 35 anos de jornalismo sob a ótica de Aramis Millarch - Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por Altermedia.com.br