Login do usuário

Aramis
Conteúdo sindicalizado RSS FestRio

FestRio

A bendita Operação França vem atualizar os cinéfilos

Para quem nasceu no meio cinematográfico - filho de um dos mais famosos diretores de fotografia dos anos 40, Quinto Albicoco, e que aos 13 anos já fazia seu primeiro curta-metragem inspirado num poema de Rimbaud - participando depois da Nouvelle Vague, com ao menos um filme que os cinéfilos curtiram muito nos anos 60 ("A Garota dos Olhos de Ouro"), com Marie Laforet, Jean Gabriel Albicoco conhece, como ninguém, a cinematografia internacional.

Gabi e Jaime fazem cinema francês voltar ao Brasil

Apesar de ter uma das maiores (e melhores) produções cinematográficas do mundo, a França tem sido pouco vista nas telas do Brasil. Desde que a Gaummont encerrou suas atividades entre nós, foram raros os filmes franceses - e mesmo de outros países europeus nos quais aquela poderosa produtora atua - que conseguiram distribuição comercial. Assim, o cineasta e executivo Jean Gabriel Albicoco, 54 anos, que por muito tempo dirigiu a Gaummont no Brasil, decidiu retomar o setor de exibição e distribuição.

No campo de batalha

Enfim uma exposição realmente importante na galeria de arte Banestado, cuja generosidade tem acolhido mostras de menor gabarito: esculturas de Renato Pedroso. Um dos primeiros artistas a trabalhar com o ferro e outros metais no Paraná, Renato tem uma obra da maior qualidade - e que justamente por ser reduzida é valorizada. Eis a oportunidade de se adquirir peças únicas e de alto nível. xxx

Até Saura oscarizável para a mostra do VI FestRio

Rio e Janeiro - Parece um milagre: num ano em que a produção cinematográfica teve seus mais baixos números, no qual foram extintas e sepultadas a Embrafilme/Fundação Nacional de Cinema e que a recessão econômica faz com que mesmo os empresários mais progressistas nem queiram ouvir propostas de financiar filmes, o RioCine Festival tem sua sexta edição, ampliada e revista, encerrando o calendário cinematográfico do ano - que teve, ainda, mostras em Gramado (julho), Natal (setembro) e Brasília (outubro).

uma cinematografia em alta conquistando novos mercados

Mesmo sem ter ainda sido negociado para distribuição comercial no Brasil - mas o que certamente acontecerá "Ay, Carmela", selecionado pela Espanha para disputar o Oscar como melhor filme estrangeiro-1991, e com indicações ao "Felix" - um novo troféu do cinema europeu, que terá agora sua terceira edição -, se constitui em nova demonstração do talento de Saura, 59 anos (a serem completados no próximo dia 4 de janeiro), 32 de cinema, e apontado como o novo Buñuel a partir das premiações que começou a acumular nos anos 60.

A vanguarda do vídeo que se faz no mundo

Repetiu-se no IV RioCine Festival, o problema que sempre existiu na parte de vídeo das seis edições do FestRio: multiplicidade de opções. Assim como Hamilton Costa Pinto, coordenador nos FestRio, sempre procurou dar uma amostragem internacional do que se cria nesta nova área - somada às produções competitivas, em disputa, também o RioCine foi generoso em sua programação.

No romance e na realidade, os ótimos filmes estão chegando

Ora, viva! Afinal um filme de primeira categoria, candidato sério a entrar na lista dos melhores do ano, ganha uma segunda semana de exibição: "Stanley e Iris", de Martin Ritt - um exemplo de obra emotiva, suave, falando de gente como a gente, com dois excelentes intérpretes - Robert de Niro e Jane Fonda, uma belíssima trilha sonora de John Williams e, principalmente, um roteiro esplêndido, permanece em cartaz no Condor. Uma chance de quem ainda não assistiu, conhecer um exemplo de bom cinema.
© 1996-2016. tabloide digital - 35 anos de jornalismo sob a ótica de Aramis Millarch - Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por Altermedia.com.br