Login do usuário

Aramis
Conteúdo sindicalizado RSS FM

FM

Observatório

CLÁUDIO RIBEIRO, produtor apresentador de "Cidade de Olhos Abertos" na Rádio Cidade, comemorou com várias rodadas de chope, dois fatos que o alegraram na semana passada: primeiro a confirmação da cantora Claudia de que virá a Curitiba para gravar uma das faixas de "Saudades de Mim", primeiro elepê de Claudionor Cruz que será produzido por Ribeiro naAudisom.

A Estadual mantém programação mas ouvintes estranham hora religiosa

A coluna em que denunciamos a mudança da programação da Rádio Estadual do Paraná - que na busca de melhor Ibope ameaçava substituir a difusão do que há de mais significativo na música (nacional e internacional) pelo brega e som de consumo, felizmente teve repercussão. A secretária Gilda Poli, da Cultura - pasta à qual está subordinada a Fundação Rádio e TV Estadual do Paraná - recortou a coluna e despachou à direção da emissora, com algumas observações. xxx

Os bons tempos da Clube, Guairacá, Marumby, Colombo e outros prefixos

A nossa pioneira "Clube" - a PRB-2, Radio Clube Paranaense, cujas primeiras transmissões foram ao ar numa fria noite de 27 de junho de 1924 - num pioneirismo de um grupo de paranaenses que colocou a novidade praticamente ao mesmo tempo que acontecia o início efetivo das rádios do Rio de Janeiro e Pernambuco - a próxima Rádio Exclusiva, a 13ª FM que entrará no ar dentro de seis semanas (elevando o número de rádios para 26, somente em Curitiba) muita coisa mudou.

Clássicos e jazz agora só em edição CD/cromo

Definitivamente a era do laser chegou. Quem duvidava de que o novo processo demoraria a emplacar pelo seu custo enganou-se. Duas fábricas de CDs - a Microservice, em São Paulo e a VAT, em Manaus, estão com produção a toda para atender as várias gravadoras seja na área de reedições - desde trabalhos originais como a que Leon Barg, da Revivendo, está fazendo com antigos 78 rpm até discos dos mais comerciais - ou em lançamentos inéditos, alguns, inclusive, só saindo em CD e fita cromo.

No campo de batalha

Uma das primeiras pessoas convocadas para integrar a equipe de comunicação, como mestre de cerimonias em eventos populares, no Palácio Iguaçu, foi o radialista Cláudio Ribeiro. Durante a campanha, o bom Cláudio passou o tempo todo viajando com o governador Roberto Requião, que pode sentir sua dedicação. Cláudio, compositor com boa obra, foi quem implantou o setor de Música Popular da Secretaria da Cultura, que agora finalmente, deve voltar a funcionar com as substituições das Coordenadorias daquela pasta. xxx

Pisco, o homem que acaba com o chiado

Se não fosse um dos mais competentes integrantes da equipe de produção da Rádio Roquete Pinto, no Rio de Janeiro, e assim poder identificar-se como radialista - Ayrton Pisco confundiria os recepcionistas dos hotéis em que se hospeda ao preencher a sua ficha de entrada no item profissão: "especialista em restauração fonográfica". Sem dúvida, Pisco é o único profissional do Brasil - e um dos poucos no mundo - que pode assumir oficialmente esta "profissão" originalíssima - e que lhe representa mais de 90% de seu gordo orçamento mensal.

Em Curitiba, as imagens chegaram dez anos depois

A televisão chegou em Curitiba com um atraso de dez anos, e 42 dias. Se as primeiras imagens da televisão brasileira foram ao ar, da TV-Tupi em São Paulo, exatamente no dia 18 de setembro de 1950, em Curitiba a primeira estação de televisão - a Emissora Paranaense foi inaugurada em 30 de outubro de 1960 - numa operação corre-corre determinada pelo advogado e empresário Nagib Chede, que não desejava perder para a então toda-poderosa Rede Associada, a condição de pioneiro.

O bom trabalho de Luís Carlos

O vereador Luís Carlos Martins está fazendo algo que deveria ser normal de todos aqueles que buscam votos para cargos eletivos e se esquecem de prestar contas do que fazem para merecer salários de marajás: está distribuindo um objetivo relatório de suas atividades parlamentares no ano passado.

All That's Jazz

Redes nacionais de televisão abrem espaços para programas jazzísticos, Zuza Homem de Mello, 54 anos, um dos maiores experts na área, começa a produzir e apresentar na TV-Cultura de São Paulo o Jazz Brasil. Cada vez surgem maiores espaços para o jazz. O Free Jazz é um evento hoje totalmente consagrado e, naturalmente, até mesmo as gravadoras que durante anos insistiram em ignorar o gênero começam a investir em sólidas edições.
© 1996-2016. tabloide digital - 35 anos de jornalismo sob a ótica de Aramis Millarch - Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por Altermedia.com.br