Login do usuário

Aramis
Conteúdo sindicalizado RSS Foz do Iguaçu

Foz do Iguaçu

Canto do Nacional revela talentos entre bancários

Há quase 30 anos, Paulo Cesar Batista Faria era um modesto funcionário da agência Botafogo do Banco Nacional (então "de Minas Gerais") e entre os clientes estava Hermínio Bello de Carvalho - na época, executivo de uma empresa de navegação - que tinha algumas composições. Bastou Hermínio ouvi-las para aconselhar o garoto: abandone o banco e assuma o samba! Assim nascia para a glória da nossa MPB o genial Paulinho da Viola. xxx

No campo de batalha

O casal 20 da arte fotográfica no Paraná continua a subir. Enquanto Orlando Azevedo recebe cumprimentos do Brasil e Exterior pela qualidade de suas fotos no livro sobre Foz do Iguaçu, editado pelo Bamerindus, sua esposa Vilma Slomp também se destaca nas imagens. Foi a única paranaense convidada para a exposição "Mulheres Fotógrafas/Anos 80", organizada pelo Instituto Nacional de Fotografia da Funarte que inaugurou terça-feira, no Rio de Janeiro. xxx

No campo de batalha

A Umuarama criou um anúncio colorido, página dupla, especialmente para promover, institucionalmente o livro sobre Foz do Iguaçu, com fotos de Orlando Azevedo, veiculado no último número da revista "Íris". A mesma publicação destaca também o livro sobre o Paraná, com fotos de Renato Fernandes e outros profissionais, cuja edição já se esgotou. xxx

As imagens de Foz para que o mundo a conheça

Demorou mas saiu. O mais esperado livro-arte do ano finalmente começa a ser conhecido, admirado e, naturalmente, disputado: "Foz do Iguaçu", com fotografias de Orlando Azevedo, abrindo a coleção "Nossa Terra", do Bamerindus, deixa os depósitos da Umuarama, onde os 5 mil exemplares estavam guardados há quase 60 dias e começam a serem distribuídos, criteriosamente, para clientes especiais, imprensa nacional, autoridades e também no Exterior.

Orlando, o nosso caçador de cores

Boris Cossoy, 48 anos, respeitado como um dos mais importantes pesquisadores da história da fotografia no Brasil (há 9 anos, provou o pioneirismo de Hércules Florence, de Campinas, na invenção da máquina fotográfica em 1833), ficou extasiado com a qualidade das fotografias de Orlando Azevedo, selecionadas para o livro que abre a coleção "Nossa Terra".

Dom Pedro, 50 anos num mesmo endereço

Em fevereiro do próximo ano, Dom Pedro Fedalto vai comemorar, intimamente, com direito a um vinho da melhor cepa, uma data muito especial: os 50 anos de residência no Palácio Episcopal. Pois foi exatamente na manhã de 2 de fevereiro de 1940, que o seu pai, Jacó, acompanhado pelo professor Luís, da colônia de Antônio Rebouças, o trouxeram ao seminário que funcionava já no casarão da Avenida Jaime Reis.

Look, daqui pode sair a modelo de US$ 1 milhão

Concursos de beleza acontecem em toda parte, em todas as estações. Mas um concurso em que a beleza seja apenas uma das condições e que a(s) premiada(s) ganhem muito mais do que uma faixa, a coroa e, no máximo uma viagem ao Exterior, não ocorrem todos os dias.

Quando Mercer trocou a gravata de Umberto Eco

Os estudantes e alguns professores dos cursos de letras e desenho industrial que numa noite da primavera de 1980 lotaram o anfiteatro da Pontifícia Universidade Católica, em seu campus no Guabirotuba, para assistir a palestra de um professor italiano, famoso até então por seus livros em torno da semiologia, estão hoje entre os que podem dizer: - "Eu curti a palavra ao vivo de Umberto Eco".

No campo de batalha

O cineasta e ecologista Frederico Fullgraf não pára. Acaba de chegar de longa viagem a Alemanha, com retorno via Nova Iorque, trazendo muitas novidades. Uma delas é um embasamento internacional para a recém criada Fundação Terra de Pesquisas Ecológicas e Educação Ambiental. Para expor os projetos desta nova instituição - mais do que simples preservacionista, também operacionalmente ativa em vários setores - Fullgraf chega a Curitiba na próxima semana. xxx

E Curitiba ficou fora do roteiro da Bossa Nova

Cláudio Ribeiro, diretor da divisão de Música Popular da Secretaria da Cultura, quebrou lanças mas não conseguiu vencer a burocracia (e apatia) que faz com que Curitiba continue perdendo bons espetáculos. Assim, o revival "Bossa Nova, 30 Anos / Chega de Saudade", já iniciado em Londrina com as apresentações do Quarteto em Cy - e que também entrou no roteiro de Cascavel - não virá mesmo a Curitiba.
© 1996-2016. tabloide digital - 35 anos de jornalismo sob a ótica de Aramis Millarch - Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por Altermedia.com.br