Login do usuário

Aramis
Conteúdo sindicalizado RSS Francisco Alves dos Santos

Francisco Alves dos Santos

A dor da velhice com as imagens da música

Poucas vezes o cinema tratou com tanta profundidade, sinceridade e emoção um tema difícil, incômodo mas verdadeiro - a velhice como fez Fabio Carpi em "Quarteto Basileus" (cine Luz, até amanhã). A partir da morte de um violinista, Oscar - logo na primeira seqüência, "Quarteto Basileus" é um painel profundamente humano do crepúsculo dos três sobreviventes, músicos virtuoses que, por 30 anos, dedicaram-se a sua arte, desprendendo-se de uma vida familiar, de uma realização afetiva e, sentindo, de repente, a chegada do peso da idade, a proximidade da morte e o vazio da existência.

As mulheres & a vida

Maria de Lourdes Montenegro, socióloga, ex-presidente da FREI - agora em tempo integral dedicando-se a sua campanha à Câmara Federal passou a Semana Santa devorando "A Mulher e a Constituinte - Uma Contribuição ao Debate" de Silvia Pimentel (Cortez Editora, Cz$ 28,56).

Apenas uma estréia numa semana de muitos filmes

Apenas uma estréia nesta semana, mas nem por isto a programação deixa de estar atraente. Além dos muitos bons filmes em cartaz há também reprises indispensáveis, especialmente "Era Uma Vez na América", de Sérgio Leone (Cine Luz, 14 e 20 horas) - integrada à trilogia "Era Uma Vez a Aventura", desta vez um grande painel americano. A propósito, o jornalista Roberto Salomão, chefe-de-reportagem de O Estado, faz uma apreciação a respeito nesta mesma página.

Uma semana com variadas e excelentes opções

Excesso de bons programas traz angústia a quem se interessa em acompanhar todos. A eficiência de Francisco Alves dos Santos, programador das salas de exibição da Fundação Cultural, somada à chegada dos filmes nominados para o Oscar - e alguns premiados na noite de segunda-feira - faz com que falte tempo para se assistir a tudo que está em exibição.

Aqueles filmes que nunca foram vistos

Mesmo com toda atividade cultural da Cinemateca do Museu Guido Viaro e entusiasmo de seu criador, Valêncio Xavier - transmitido ao ex-seminarista Francisco Alves dos Santos, que o sucedeu - pelo cinema brasileiro, existe quase uma centena de filmes produzidos nos últimos 20 anos que nunca chegaram a ter exibição em Curitiba. Alguns nem sequer em sessões especiais. É o chamado cinema dos malditos, o marginal intelectualmente assumido e que fica restrito a círculos esotéricos de público.

No campo de batalha

A Rádio Estadual do Paraná aceitou a sugestão da coluna e vai homenagear Newton Finzetto, cujos 10 anos de morte transcorreram a 6 de dezembro de 1986. Um especial está sendo montado sob coordenação do gerente-executivo, Lourival Pedrazzian (Palito) e uma placa deverá ser descerrada no estúdio que, oficialmente, tem o nome do fundador da emissora. xxx Falando em homenagens, o vereador Luís Carlos Betenheuser apresentou há tempos um projeto dando o nome do radialista, homem de televisão e político Homero Silva (1920-1981) a um logradouro de Curitiba. xxx

Marés dá chance na FCC às mulheres...

Não é sem razão que o advogado Carlos Frederico Marés de Souza está com um excelente ibope nos círculos feministas. Desde que assumiu a presidência da Fundação Cultural de Curitiba tem prestigiado as mulheres para funções executivas nas diferentes unidades da instituição e ainda agora, com a ciranda promovida em seus quadros - adequando-os a uma estrutura mais dinâmica, já que passou a ser a Secretaria Municipal de Cultura, o sexo feminino foi valorizado. xxx

No curso de Candeias nascerá o novo filme

A inventividade aliada a uma extrema simplicidade está fazendo com que o curso prático de produção cinematográfica que, em tão boa hora, trouxe o cineasta Ozualdo Candeias, 57 anos, a Curitiba, esteja entusiasmando aos jovens que se increveram.

Da-Rin mostra hoje a Igreja da Libertação

Hoje, a partir das 13 horas, no auditório da Administração do Centro Politécnico, o grande evento cinematográfico paralelo a reunião da Sociedade Brasileira Para o Progresso da Ciência: a pré-estréia de "Igreja da Libertação", de Silvio Da-Rin, que desde ontem se encontra em Curitiba. Já lançado em algumas capitais, este atualíssimo documentário sobre a participação da Igreja nos movimentos sociais vem sendo recebido com aplusos por todos que já o viram.
© 1996-2016. tabloide digital - 35 anos de jornalismo sob a ótica de Aramis Millarch - Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por Altermedia.com.br