Login do usuário

Aramis
Conteúdo sindicalizado RSS Fundação Cultural de Curitiba

Fundação Cultural de Curitiba

Mesmo sem ajuda, nosso vídeo vive

Durante dois anos e meio a infeliz administração da Fundação Cultural de Curitiba não só ignorou totalmente o setor de vídeo como também fez tudo para prejudicar a regulamentação do fundo Municipal de Cinema, projeto aprovado na excelente administração Roberto Requião por iniciativa do combativo vereador José Maria Correa. Denúncias sucessivas levantadas pelo vereador Mário Celso, um dos mais atentos fiscais dos desmandos na área cultural e a recente intimação à sra.

Maria Luíza, a competência na direção de uma fundação

Quando um governador ou, especialmente, prefeito, tem a felicidade de escolher as pessoas certas para as funções de confiança uma administração torna-se soft e competente. Foi o caso de Joaquim Roriz, que eleito para o governo do Distrito Federal teve o bom senso de prestigiar a área cultural convidando uma das mais estimadas pessoas de Brasília para o cargo de diretora executiva da Fundação Cultural do DF: a professora Maria Luiza Dornas.

Artigo em 20.06.1991

Como os próprios advogados da procuradoria do município advertiram de que a pesquisadora Clara Satiko Kano, injustamente demitida da Fundação Cultural de Curitiba, ganharia na justiça e seria reintegrada com direito a todos os salários atrasados - funcionária que é desde 16 de março de 1979, a diretora da fundação Cultural de Curitiba a procurou para que voltasse ao serviço. Clara, pesquisadora premiada, formada em psicologia, já está trabalhando num projeto especial junto a diretoria do Patrimônio Histórico do município. xxx

Cinéfilos continuam sendo desrespeitados pela FUCUCU

Fanáticos por filmes americanos e franceses - estas, heranças dos verdes anos em que viveu em Paris - o prefeito Jaime Lerner terá uma irritação semelhante a de centenas de cinéfilos da cidade se pretender assistir ao programa em cartaz no cine Groff. É que apesar de todas as solicitações, sugestões e críticas feitas, a Fucucu, através de sua incompetente e pernóstica coordenação (sic) de cinemas, continua a desrespeitar o público que ainda freqüenta o circuito oficial.

Artigo em 23.06.1991

O engenheiro João Alberto Sautchuk, 39 anos, chefe do serviço de planejamento do Departamento Nacional de Estradas de rodagens no Paraná retornando de Bruxelas, onde a convite do Belgiam Road Research Center participou de encontro internacional em que estiveram presentes 22 técnicos seniors representando 13 países.

Mário Celso, o sabor de 72 horas no poder

Ao transmitir ontem o cargo de prefeito interino para o deputado Algaci Túlio, o vereador Mário Celso completou apenas 72 horas na chefia do Executivo. Aparentemente, uma substituição quase simbólica, pois assim como o vice prefeito Tulio, assumindom por suas semanas, durante a viagem de Jaime Lerner à Escandinávia, já tem limitada a sua ação, nem se cogita que em apenas três dias úteis, alguém possa personalizar qualquer ato na máquina administrativa.

Câmara inicia devassa nos desmandos da FCC

Apesar da intervenção do prefeito Jaime Lerner na crise provocada pela inabilidade, incompetência e autoritarismo das sras. Lúcia Camargo e Celise Niero da Fundação Cultural de Curitiba, a demissão dos cinco funcionários da Cinemateca do Museu Guido Viaro e a violência cometida contra a Associação de Pesquisadores da Música Popular Brasileira chegou a Câmara Municipal, que desde a semana passada começou a se preocupar pelos desmandos que vem ocorrendo neste setor da administração municipal.

Um amplo fórum para o debate da cultura

O vereador Jorge Bernardi (PDT) aproveitou a sessão de segunda-feira, 13, na Câmara Municipal, para levantar uma ótima idéia: a criação de um conselho municipal de cultura e, especialmente, a promoção com auspícios do Legislativo, de um seminário em que vários aspectos da questão cultural sejam, discutidos em profundidade. Uma proposta excelente, aplaudida por todos e que se torna necessária para possibilitar que seja realmente definida uma política cultural oficial - já que na atual administração, nunca foi apresentada pela FCC um projeto a respeito.

Desrespeito

O respeito ao público que se dispõe a sair de casa em noites frias e procurar um cinema é o mínimo que o exibidor pode oferecer, já que o agrado ou não do filme que apresenta, não é de sua responsabilidade. Entretanto, a Fundação Cultural de Curitiba, através de sua bem remunerada "coordenação de cinema" (funcionários admitidos sem concurso, com salários superiores aos pagos a equipe anterior, afastada em abril), continua a mostrar que infelizmente não tem experiência e competência para as funções. xxx
© 1996-2016. tabloide digital - 35 anos de jornalismo sob a ótica de Aramis Millarch - Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por Altermedia.com.br