Login do usuário

Aramis
Conteúdo sindicalizado RSS Goethe Institut

Goethe Institut

Mensagens de poesia & otimismo

Reflexo dos tempos bicudos, foi-se a época dos luxuosos cartões de Boas Festas. Generosas cestas-de-natal e presentes - como bebidas importadas - nem pensar! A não ser para pessoas jurídicas com endereço determinado por interesses das caixas registradoras e não dos corações - como seria de se esperar no Natal.

Haja colírio para tantos programas

Quem se dispuser a acompanhar os filmes que ainda estão programados para a síntese da 13ª Mostra Internacional de Cinema de São Paulo, há que ter muita disposição e tempo livre. Pois afora os filmes que estavam programados até amanhã, mais quatro longas foram acrescentados e serão mostrados no incômodo horário das 24 horas.

No campo de batalha

José Augusto Iwersen, 43 anos, hoje próspero editor de publicações ligadas ao entretenimento, radicado em São Paulo - mas bicho do Paraná, pioneiro da cultura cinematográfica local no início dos anos 60 (cine clube Pró Arte, cine de arte Riviera, produção de filmes super 8 etc), criou a coleção "Nossos Amigos" para a Nova Sampa Diretriz Editorial, destinada a edições monográficas sobre grandes nomes do cinema. O primeiro volume é dedicado a Charlie Chaplin, com texto biográfico e filmografia de Alfredo Stemheim e um ensaio especial de Márcia Kupstas.

Cinema 24 horas para quem desejar os filmes de arte

Responda rápido: qual o espectador que, após uma jornada de 8 horas de trabalho, estaria disposto a assistir um filme de arte, com legendas em inglês ou francês, numa sessão da meia noite? Pois é? Mesmo com todo entusiasmo que tem pelo melhor cinema, a jornalista Malu Maranhão, uma das poucas pessoas que acompanhou toda a primeira fase do rastolho da XIIi Mostra Internacional de Cinema de São Paulo, trazida a Curitiba, queixava-se: - "É pena, mas não dá para encarar as sessões de meia noite. A não ser para quem não trabalhe".

Edson visita Frida mas quer "Espírito" no palco

Apesar de todo entusiasmo da simpática professora Birgit Muhlhaus, que após sete anos de Buenos Aires, assumiu a direção do Instituto Cultural Brasileiro/Germânico / Goethe Institut, em Curitiba, não foi possível viabilizar a vinda do dramaturgo Martin Walser ao Brasil neste ano, o que daria maior dimensão a estréia de sua peça "Uma Visita para Frida".

No campo de batalha

Dono de belo texto, o jornalista Jaime Lechinski, secretário de Comunicação Social da Prefeitura de Curitiba, colocou toda sua sensibilidade para fazer o texto-apresentação de sua musa inspiradora, a artista plástica Leila Pugnaloni, para a mostra "Tudo de Novo" (sede da Fundação Cultural, Praça Garibaldi, até o dia 26). Com Leila, generosamente, dividiu a exposição com Rogério Moura Dias, o artista de Jacarezinho também ganhou palavras afetuosas de Lechinski. xxx

No campo de batalha

Não poderia ter sido mais proveitosa a passagem de Ziraldo por Curitiba no último fim-de-semana: além do prazer de assistir a estréia de "Flics" pelo Ballet Guaíra, fez duas concorridas palestras dentro do projeto Encontro Marcado, coordenado por Araken Távora, e no Solar dos Leões participou de uma "Tarde de Criação" com as crianças. xxx

Cinema ecológico que Curitiba não conhece

Paralelamente ao V RioCine Festival, em agosto último, houve uma mostra do cinema ecológico. Em Salvador, substituindo a Jornada do Cinema Brasileiro - que o idealista Guido Araújo vinha promovendo desde 1972 - aconteceu um simpósio Internacional do Cinema na Defesa do Meio Ambiente. Em Maringá, o prefeito Ricardo Barros, apoiou a idéia de levar uma seleção dos filmes e vídeos no RioCine. Em Curitiba, que o prefeito Jaime Lerner deseja ver transformada na "capital ecológica do Brasil", até agora nada foi feito.

No campo de batalha

As comparações serão inevitáveis e os especialistas em ópera por certo discutirão bastante: quem está melhor na produção - se o elenco A (que se apresentou ontem e volta amanhã), com a soprano Neyde Thomas na personagem título, ou se o elenco B, com a londrinense Deborah Oliveira, no mesmo papel. Neyde Thomas é uma cantora de grande experiência, curriculum ilustre e que já cantou em várias partes do mundo. Já Deborah Oliveira é jovem e surpreendeu-se ao merecer o convite para fazer um trabalho tão importante.
© 1996-2016. tabloide digital - 35 anos de jornalismo sob a ótica de Aramis Millarch - Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por Altermedia.com.br