Login do usuário

Aramis
Conteúdo sindicalizado RSS II FestRio

II FestRio

Quando os casais fazem som juntos

Tuck & Patti, marido e mulher, fazem um pop puxado para o jazz. Já são conhecidos pelo álbum "Tears of Joy", ao qual a Polygram acrescentou agora "Love Warriors", produção de Patti (Patricia Cathcart Andress), autora de músicas como "Hold Out", "Hold Up". "And Hold On", é a faixa título, além de dividir com Tuck (Andress), seu marido, os arranjos.

Ótimos filmes em exibição

A programação continua a esquentar com lançamentos para diferentes faixas: os filmes-revelações de Cannes-89 estão chegando - "Sexo, mentiras e videotapes", de Steven Sondenberg, previsto para os próximos dias no Ritz (pré-estréia amanhã, 24 horas), enquanto "Faça a Coisa Certa", de Spike Lee, substituirá "Chuva Negra", de Ridley Scott - que apesar de seus méritos e marketing estreou com público abaixo do esperado: pouco mais de 5 mil espectadores na primeira semana (apesar disto continua no Condor).

Um Chico Mendes julgado na competição dos curtas-metragens

Fortaleza - Como eficiente assessor da Embrafilme, o jornalista Sebastião França, faz questão de contar a boa notícia: por determinação do ministro José Aparecido de Oliveira, da Cultura - após ouvir o apelo do secretário René Dotti (de quem França foi assessor especial por seis meses) a Fundação do Cinema Brasileiro vai agilizar a sua participação para que os quatro curtas-metragens, co-produzidos pelo governo do Paraná, sejam, enfim, finalizados. Não é sem tempo.

Novo filme de Meryl Streep já em vídeo

A América Vídeo é uma distribuidora surpreendente. Ligada ao grupo Paris Filmes, do nervoso Alex Adamiu (que em Curitiba é dono do Cine Palace Itália), faz os lançamentos mais medíocres e comerciais que se possa imaginar. Por exemplo, em seu último pacote traz aberrações visuais como o pornô explícito "Beyond Fullfillment", com o mais famoso garanhão do gênero (John Holmes) - e que recebeu o título de "Eu Quero Gozar Muito"; o policial "Encurralado em Los Angeles", do desconhecido R. M.

A raposa ganhou espaços e traz festival de inéditos

Nos anos dourados da cinelândia curitibana, os filmes da MGM eram exibidos exclusivamente no Cine Ópera - inaugurado em 1943, enquanto que o seu principal concorrente, o Avenida, bem mais antigo (foi aberto em 1º de maio de 1929, com "Moulin Rouge") tinha as produções da 20th Century Fox, alternadas com as da Universal (que, depois passavam para o antigo Ritz). O Cine Theatro Palácio, do pioneiro Henrique Oliva, tinha nas produções da Paramount a sua grande força para atrair os espectadores da tranqüila Curitiba de pouco mais de 100 mil habitantes - mas que lotavam as salas de exibição.

Produtores discutem a pirataria do vídeo+

O papel da crítica cinematográfica não foi o único tema discutido paralelamente no FestRio. No dia 21 de novembro, no auditório do rio Palace Hotel, aconteceram dois outros seminários, organizados por Cláudia Furiatti - que teve no entusiasmo de seus assistentes, Helena Perli e Adolfo Lachtermarcher, uma das razões do êxito que os mesmos obtiveram.
© 1996-2016. tabloide digital - 35 anos de jornalismo sob a ótica de Aramis Millarch - Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por Altermedia.com.br