Login do usuário

Aramis
Conteúdo sindicalizado RSS Imara Reis

Imara Reis

Os premiados do 24o. Festival de Brasília

LONGA-METRAGEM: filme - O CORPO; melhor filme - júri popular: "[Ameríndia], Memória e Compromisso no V Centenário"; diretor: Neville de Almeida ("Matou a família e foi ao cinema"); ATOR: Hugo Carvana ("Vai Trabalhar Vagabundo II: A Volta"); atriz ; Marieta Severo ("O Corpo"); ator coadjuvante: Eurico Martins ("Sua Excelência, o Candidato"); atriz coadjuvante: Andréa Beltrão ("Vai Trabalhar..."); roteiro: Alfredo Oroz ("O Corpo"); cenografia: Felipe Crescente ("O Corpo"); trilha sonora: Paulo Barnabé ("O Corpo");montagem: Danilo Tadeu/Eder Mazzini ("O Corpo"); e Idê Lecre

Agora é a Golden Metais que promove o "Oscar" das artes

O sucesso do Prêmio Sharp de Música, idealizado e dirigido por José Maurício Machline, levou outras empresas a criarem promoções semelhantes. Assim, a Golden Metais lançou há alguns meses uma premiação para os melhores do teatro, cinema e televisão. Devido a problemas internos, os resultados dos indicados de 1989 só acontecerá no dia 17 de setembro, no Golden Room do Copacabana Palace.

Ecos do festival

Como aconteceu uma inesperada reunião de integrantes de Conselhos Estaduais de Cultura de vários Estados no Auditório Brasílio Itiberê, as sessões da retrospectiva do cinema francês foram transferidas para a Cinemateca. Hoje, entretanto, voltam a acontecer naquele espaço, com dois programas interessantes: um desenho animado sobre as aventuras do Barão de Munchausen e o excelente "Duas Inglesas e o Amor" (Les Deux Anglaises et le Continent, 1971), de François Truffaut (1932-1984). xxx

Uma saga de amizade estradeira

A primeira - e maior - validade de "Jorge, um brasileiro" (cines Palace Itália e Condor, 5 sessões) é voltar-se a uma temática popular, de personagens simples, estabelecendo - ou buscando ao menos - aquele vínculo necessário, capaz de ampliar as platéias e que, infelizmente, raras vezes é alcançado.

A saga dos caminhoneiros

Depois de três anos do início das filmagens, "Jorge, um Brasileiro" chega às telas (em Curitiba, estréia dia 2 de março, cines Lido I e Itália). Super produção para os padrões brasileiros - mais de 30 empresas se associaram ao projeto de Paulo Thiago, pavimentando o projeto com empréstimos desde quadros até carretas e caminhões - a transposição às telas do romance de Oswaldo França Júnior há muito vem sendo aguardada.

Drama na Austrália e comédia de Sabino, melhores estréias

Com a estréia de "O Grande Mentecapto", no Cine Condor - e a transferência de "007 - Licença para Matar" para o Lido I, ficou adiado o lançamento de "Matador de Aluguel", que já teve duas pré-estréias sabatinas. Hoje, às 22 horas, a CIC faz no Lido II (que está exibindo "Corra que a Polícia Vem Aí"), o pré-lançamento do quinto episódio da série "Jornada nas Estrelas: A Última Fronteira", dirigida agora por William Shatner, que interpreta o capitão Kirk da Enterprise. No elenco, novamente Leonar Nimoy (que dirigiu duas seqüências anteriores) e De Forest Kelley.

No campo de batalha

1) - O próprio Fernando Sabino - que estava sendo aguardado ontem deve estar dividido: afinal, duas de suas estórias inspiraram filmes que estão em competição. Ontem foi exibido "O Grande Mentecapto", com um elenco de nomes famosos - Diogo Vilela, Osmar Prado, Luís Fernando Guimarães, Imara Reis (aliás, competindo em vários outros curtas e longas em exibição no festival), Débora Bloch, Antônio Pedro, Regina Casé, Jofre Soares, Emiliano Queiroz, Maurício do Valle e até Cláudio Correa e Castro.

No campo de batalha

1) - Difícil, com antecipação, fazer previsões das premiações de hoje à noite. Após a exibição hors concours de "Lili, a Estrela do Crime", de Lui Farias (que representou o Brasil no último FestRio, ao lado de "O Mentiroso", de Werner Schulmann), serão anunciados os vitoriosos desta 17ª edição do Festival de Gramado. Em termos de voto popular, os preferidos são "O Grande Mentecapto", entre os longas, e "A Garota das Telas", de Cao Hamburger - filme de animação que fascina o público (é até covardia colocá-lo em competição após já ter sido premiado em outros festivais). xxx
© 1996-2016. tabloide digital - 35 anos de jornalismo sob a ótica de Aramis Millarch - Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por Altermedia.com.br