Login do usuário

Aramis
Conteúdo sindicalizado RSS INPS

INPS

A guerra santa de Lacerda contra o papelório na JCP

Quando assumiu a presidência da Junta Comercial do Paraná, o industrial Luciano Lacerda levou para as novas funções uma válida experiência adquirida no período em que ali funcionou como vogal. Diretor por muitos anos dos Moinhos Unidos Brasil – Mate – originário da fusão de vários moinhos, um dos quais de propriedade de seu pai, José Lacerda (1877-1940), Luciano sempre procurou ser um homem plástico e objetivo.

Reinhold, a competência de um bom administrador

Há 26 anos, quando deslanchava uma administração que, na época, mudou a fisionomia urbana de Curitiba, o prefeito Ivo Arzua Pereira esbarrava com um problema que até há dois anos era o calcanhar-de-aquiles do município: dificuldades orçamentárias (hoje, com os altíssimos índices do IPTU, a administração Lerner dispõe de recursos milionários).

Ligando bairros, uma nova área se aproxima

Mais do que a abertura de ruas de ligação entre algumas avenidas na Zona Leste da cidade, o prosseguimento da Rua Ostoja Roguski, em 700 metros, a partir do final da Rua Agamenon Magalhães / cruzamento com a Avenida Centenário - e ultrapassando a linha férrea - abrirá uma nova área da cinema, até hoje preservada pela falta de acesso. O trecho concluído - e que será oficialmente inaugurado no aniversário de Curitiba - já está permitindo alcançar a Avenida Afonso Camargo de uma forma mais rápida.

Paixão musical segundo Regina

Roberto de Regina é daquelas pessoas que ama o seu trabalho. Médico anestesista foi um bom profissional até conseguir aposentar-se do INPS - no qual trabalhou por 35 anos - mas o que sempre gostou mesmo foi a música. Apaixonado por música antiga, fundou grupos instrumentais que pioneiramente passaram a desenvolver no Brasil um repertório até então praticamente pouco divulgado e com o Coral Dante Martinez, numa série de três elepês lançados pela CBS nos anos 60 - "Cantos e Danças da Renascença" (que merecia a reedição, na perfeição do CD) ganhou aplausos internacionais.

A tese de Solange sobre nosso cinema

Há dez anos, quando formou-se em jornalismo pela Universidade Católica do Paraná, Solange Straus Stecz começou a trabalhar junto à Cinemateca do Museu Guido Viaro como colaboradora voluntária. Apaixonada por cinema desde a infância interessou-se em pesquisar as primeiras exibições aqui ocorridas - sobre as quais existiam apenas registros nos amarelecidos jornais da época e apenas uma série de reportagens que havíamos publicado dez anos antes ("Cinema Cá Entre Nós", O Estado do Paraná, Prêmio Reportagem Cidade de Curitiba, 1966).

Curitiba e os seus "operários" sonoros

Mesmo que oficialmente ninguém lembre-se de homenagear a memória de Humberto Lavalle - falecido em setembro do ano passado, aos 79 anos - o radialista, publicitário e animador cultural não será esquecido. Isto porque, ao menos dois grupos de curitibanos que cultivaram a mesma paixão de Lavalle pela ópera, ouvindo as suas árias favoritas - ou assistindo em vídeo-cassete as óperas que tanto apreciava - estarão reunidos para rememorar o grande amigo que se foi.

Afinal um "happy end" no romance de Sérgio

A primeira exibição de "Romance", o novo (segunda) longa-metragem de Sérgio Bianchi, ocorrido há pouco mais de uma semana, para um pequeno grupo de críticos paulistas, arrancou elogios. Edmar Pereira, do "Jornal da Tarde" - normalmente rigoroso e cáustico - se entusiasmou e na edição da última sexta-feira, 5, escreveu:

Viaro leva ballet até Foz do Iguaçu

Tinha razão o advogado René Dotti ao ser convidado para a Secretaria da Cultura pelo governador Álvaro Dias em insistir em alguns nomes para cargos em sua pasta. E, se a nomeação de Constantino Viaro para a superintendência da Fundação Teatro Guaíra encontrou algumas objeções junto e camarilha que ocupava aquele órgão, insistindo numa discutível lista tríplice, o fato é que Viaro, nestes 80 primeiros dias de administração vem se mostrando, mais uma vez, o eficiente executivo cultural.

Os sonhos para melhorar programação da Estadual

Apesar da Rádio Estadual do Paraná ter retornado à esfera da Secretaria da Comunicação Social, a intenção do advogado René Dotti, da Cultura, é ocupar alguns horários no prefixo oficial. Especialmente na freqüência FM - que, os otimistas acreditam, deve entrar no ar ainda este ano. xxx Através da resolução interna, o advogado René Dotti criou um grupo de trabalho para "apresentar planos de programação" destinados à emissora oficial, considerando "o relevo social da produção e emissão dos programas culturais no seu amplo sentido." xxx

Vá ver o filme mas não pense no livro

Há 39 anos, quando teve a feliz idéia de criar uma revista para publicar em quadrinhos os grandes clássicos da literatura, o editor Adolfo Aizen, 80 anos, baiano há mais de 50 anos radicado no Rio de Janeiro, teve o cuidado de redigir uma mensagem que, por 24 anos fechava sempre a revista "Edição Maravilhosa". "As adaptações de romances para Edição Maravilhosa são apenas um "aperitivo", um deleite para o leitor. Se você gostou, procure ler o próprio livro, adquirindo-o e organizando a sua biblioteca, que uma boa biblioteca é sinal de cultura e bom gosto."
© 1996-2016. tabloide digital - 35 anos de jornalismo sob a ótica de Aramis Millarch - Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por Altermedia.com.br