Login do usuário

Aramis
Conteúdo sindicalizado RSS Jaime Lerner

Jaime Lerner

Solheid, o que teve a arte de viver com amor

Desde a tarde de segunda-feira, 28, as eleições no Paraná tornaram-se mais difíceis de serem realizadas. Não porque os partidos políticos estejam em crises ainda maiores - embora divergências e rupturas aconteçam naturalmente - mas porque o Tribunal Regional Eleitoral perdeu um de seus mais eficientes executivos.

Uma produção faraônica na pedreira do Leminski

Ao reservar quase Cr$ 5 milhões para financiar o curso de Ética - pagando o apreciável cachê de Cr$ 60 mil por palestra - a Secretaria Municipal da Cultura mostra não só uma excelente situação financeira como também acena para remunerações altas a todos que, de agora em diante, se dispuserem a participar de qualquer evento patrocinado pelo município de Curitiba.

Qualquer dia a mansão dos Gomm cairá (e com ela também memórias do Batel)

Um exemplo único de arquitetura no estilo da Nova Inglaterra, inteiramente construída em "Araucária angustifolia", está ruindo no Batel. Embora localizada num terreno desapropriado pelo ex-prefeito Roberto Requião e tombada pelo Estado há exatamente dois anos (*), a Mansão dos Gomm, na Avenida Batel, 1829, está abandonada desde 1988, sem qualquer conservação e interditada inclusive à inspeção oficial dos integrantes do Conselho do Patrimônio Histórico e Artístico do Estado.

O sonho de Jaime é fazer gabinete da Prefeitura voltar à Generoso Marques

Dezesseis anos após ter, finalmente, conseguido uma sede condigna à sua importância cultural, o Museu Paranaense pode, no futuro, ficar novamente sem teto e ter que procurar uma nova sede. Oficialmente, a ameaça ainda não existe, mas os mais íntimos colaboradores do prefeito Jaime Lerner, como seu secretário de Comunicação Social, Jaime Lechinski, confirmam que desde sua segunda gestão ele pensa em fazer o gabinete do prefeito retornar ao antigo Paço da Liberdade - a belíssima construção estilo "Art Nouveau" inaugurada pelo prefeito Cândido de Abreu em 24 de fevereiro de 1916.

Almas penadas no terreno que tem caveira-de-burro

Apesar de suas identificações apaixonadas ao brizolismo, o prefeito Jaime Lerner necessitará não só todo o fulgor de sua estrela como também a simpatia da área econômica do governo federal para levar adiante os projetos que tem envolvendo negociações com a Caixa Econômica Federal.

No campo de batalha

Nativista apaixonado, estudioso da cultura regional e vendo a necessidade do Sul ter maior valorização junto a Federação, o advogado Joaquim Tramujas Neto, 43 anos - comemorados festivamente no último dia 27, uniu-se ao empresário Waldomiro Trombini para a confecção de três mil "T-shirts" com a inscrição "O Sul é Meu País", em cores verdes, que estão sendo procuradíssimas por adeptos de formações de uma nova região administrativa no País.

Os secretários de Requião que trabalharam com Jaime

Apesar de todas as dificuldades que ameaçam a Prefeitura de Curitiba em relação ao governo do Estado - especialmente no caso da questão da dívida advinda da Cidade Industrial, negada pelo município, mas que o governador Roberto Requião está disposto a não perdoar - em termos pessoais o alcaide curitibano deve ter ótimo relacionamento com pelo menos dois comandantes das finanças do Estado.

A ciranda do poder

Foi em Paris, durante um dos muitos jantares cinco estrelas, com vinho da melhor safra, no apartamento-estúdio do pintor Juarez Machado - e preparados por sua esposa, Eliete - que o governador eleito Roberto Requião e Maristela, aconselharam-se sobre mudanças nas artes plásticas do Paraná. Como Juarez não iria trocar os US$ 30 mil que fatura (no mínimo) mensalmente na Cidade Luz para vir assumir a direção do Museu de Arte Contemporânea, lembrou o nome de seu maior amigo no Paraná, João Osório Brzezinski, 51 anos, como o nome ideal para dirigir o MAC.

Lei Vanhoni aprovada para estimular nossos artistas

Por uma feliz coincidência, exatamente seis dias após o Programa Nacional de Financiamento da Cultura (PNFC) ter sido encaminhado pelo presidente Fernando Collor ao Congresso, os vereadores de Curitiba deram um exemplo de maturidade e inteligência ao aprovarem, em duas discussões, na terça e quarta-feira, dias 13 e 14, o projeto de lei 16/91, já chamada Lei Vanhoni que cria incentivos fiscais para a realização de projetos culturais, a ser concedida a pessoa física ou jurídica domiciliada no município.

Césio 137, um alerta de utilidade pública

Há dois anos, ainda sob o impacto do "Césio 137", premiado nos festivais de Cinema de Natal e Brasília, em 1970, sugerimos numa conversa informal ao prefeito Jaime Lerner que mais do que todo o blá-blá que se faz para dar a Curitiba uma dimensão de Capital Ecológica do Brasil, a exibição do filme de Roberto Pires seria o gancho ideal para todo um evento ligado ao cinema (e vídeo) ecológico.
© 1996-2016. tabloide digital - 35 anos de jornalismo sob a ótica de Aramis Millarch - Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por Altermedia.com.br