Login do usuário

Aramis
Conteúdo sindicalizado RSS João Gilberto

João Gilberto

A presença cristal da iluminada Bebel

Uma prova de profissionalismo e, sobretudo, generosidade foi dada pela cantora Bebel (Isabel Hollanda Pereira de Oliveira, Nova York, 12/5/1966) na noite de sexta-feira, no Teatro Paiol: Apesar de apenas 15 pessoas na platéia, fez um espetáculo com toda emoção, arrancando aplausos entusiásticos e até o pedido de um bis - que atendeu com a balançante "Drumer Neguinha".

A travessia pelo talento de Bituca em cinco fases

Por várias razões - mas que podem ser resumidas na questão econômica, que desistimula investimentos maiores em áreas de riscos - a maioria das gravadoras vem fazendo relançamentos às mãos-cheias. Desde as multinacionais com seus acervos históricos até pequenas etiquetas, com público específico - como a Revivendo, do bravo Leon Barg, em Curitiba, já com mais de 60 títulos na praça e preparando-se para os três primeiros Cds (Carmem Miranda, Orlando Silva e Francisco Alves).

Lembrando Vinícius e nostalgia em cassete

Ao lado de projetos uniformes, reunindo limelights da obra de grandes autores e intérpretes - como fez com as faixas de Nat King Cole ("Songs We'll Never Forget"), Altemar Dutra ("O Trovador das Américas"), e, agora Milton Nascimento e João Gilberto, a Emi-Odeon, através de sua divisão de projetos especiais, com orientação do competente Francisco Rodrigues, também promove reedições simples - mas igualmente bem cuidadas.

Moraes Neto revive valsas num espetáculo de Gersinho

Há algum tempo, Leon Barg estava em seu escritório quando teve a melhor surpresa ao receber um visitante inesperado: - "Boa tarde, meu nome é Moraes Neto!" Leon quase se assustou. Afinal, há muito desejava estabelecer um contato com o veterano cantor de rádio, mas não esperava, jamais, uma visita pessoal. Surpresa que aumentou quando ele anunciou: - "É que agora estou morando em Curitiba e não poderia deixar de procurá-lo para cumprimentá-lo pelo seu trabalho na "Revivendo".

João e Nana, a performance de nossos grandes cantores

A montagem de discos com fonogramas de diferentes fontes - seja de artistas e estilos diversos, seja, de uma mesma tendência, estilo e gênero - tornou-se, nos últimos tempos, uma das formas mais lucrativas das gravadoras oferecerem novidades sem terem que fazer investimentos. Afinal, basta no máximo uma remixagem técnica nas fitas originais, a criação de uma capa e, principalmente, uma seleção do material que dispõe para ter condições de editar produtos isolados ou em forma de coleção.

Catálogo já oferece 1.600 boas ofertas

O catálogo da Microservice - Microfilmagem e Reproduções Técnicas (Rua Jacofer, 479, São Paulo) apontava, em meados de abril, exatamente 1.482 gravações CDs existentes para 18 etiquetas que operam no Brasil.

Stelinha e Gaya, um espaço para recordar o grande amor

Stelinha Egg tem estado muito ocupada nas últimas semanas. Em sua residência, na ampla sala de visitas e biblioteca, espalham-se recortes de jornais, partituras, fotos, discos e objetos que marcaram a sua longa carreira artística e, especialmente, os 42 anos de um dos mais felizes casamentos do mundo artístico - em termos profissionais e pessoais - com o inesquecível pianista, compositor, arranjador Lindolfo Gaya (Itararé, 06/05/1921 - Curitiba, 17/09/1987).

Moraes e Pepeu no marketing carnavalesco e para a Copa

A consagração não poderia ser maior: capa da "Veja" na semana de Carnaval e uma agenda completa para todo este verão - faz com que dois dos "Novos Baianos" - Moraes Moreira e Pepeu - fossem os campeões da temporada. Campeões de um novo comportamento musical, já que hoje a música carnavalesca tem novos critérios, alvos e, especialmente, regras de marketing - que, por várias vezes, temos registrado em nossos espaços.

Em dez discos, a saudade do melhor da Bossa Nova

Os trinta anos da Bossa Nova - que poderia ter suas comemorações até retroagidas para 1988, considerando-se que a gravação-marco do movimento que modificou a MPB foi mesmo "Canção do amor demais", produzido por Irineu Garcia, para a Festa, reunindo Elizeth Cardoso às primeiras parcerias de Vinícius e Antonio Carlos Jobim - e tendo ao violão o baiano João Gilberto com sua batida diferente - proporcionaram que dezenas de gravações - e algumas publicações - se voltassem a esta efeméride.

Feche os olhos e lembre os bons tempos da Jovem Guarda

Depois da exumação da Bossa Nova - cujos 30 anos, comemorados entre 1988/89 (considerando o disco marco "Canção do Amor Demais", com Elizeth Cardoso e o "Chega de Saudade" com João Gilberto) justificaram inúmeras reedições e homenagens (embora, não tantas quanto merecia o mais importante movimento já existente na MPB), parece chegar a vez da Jovem Guarda começar a ser escavada, com a montagem de elepês com faixas de históricos momentos do movimento e mesmo estudos a respeito.
© 1996-2016. tabloide digital - 35 anos de jornalismo sob a ótica de Aramis Millarch - Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por Altermedia.com.br