Login do usuário

Aramis
Conteúdo sindicalizado RSS José Domingos Raffaelli

José Domingos Raffaelli

O bravo Jonas faz a Imagem ganhar agora produções CD

Quem acompanha o movimento fonográfico nestes últimos 20 anos aprendeu a admirar e respeitar o trabalho de um nordestino cariocarizado que tem dedicado sua vida a divulgar a melhor música: Jonas Silva. Desde os tempos de modesto vendedor de uma loja de discos (Murray's).

A música que poucos entenderam na época

Assim como o roteirista Joel Oliansky, teve a vantagem de contar com os originais do ainda inédito "Life in E Flat" ("Vida em Mi Bemol"), livro de Chan Parker, 63 anos (e que posteriormente se casou com Phill Woods, 58 anos, também saxofonista), a viúva de Charlie, consultora do filme (hoje vive em Paris), cedeu a Clint Eastwood fitas com registros inéditos de Yardbird.

Jazz after hours foi o melhor de New Orleans

Só quem não tinha compromissos na manhã de sábado e pode ficar até às 5h30 no Clube Curitibano é que ouviu/viu, realmente, o bom jazz. Afinal, como sempre acontece em encontros deste tipo, o "Jazz After Hours" que tem a maior espontaneidade, com os instrumentistas fazendo aquilo que sabem: a improvisação e criação sonora up to date, no momento.

Bondrius, Nando e o grupo Azymuth

Se, de um lado, o projeto de realizar uma semana de música instrumental no Guaíra foi para o brejo, isto não impede que Caetano Rodrigues, a quem se deve a existência há um ano do Blue Note Jazz Clube, estar esperançoso de, se o clube sobreviver, no futuro, haja condições de trazer bons instrumentistas que estão aparecendo. Por exemplo, um quinteto que embora ainda pouco conhecido por aqui mas é respeitado no Rio, o do saxofonista Idris Boudrious (Massy Palaiseau, França, 5/12/1958) lançou agora o seu segundo disco ("Jamal", Vison).

A harmonia perfeita com as suítes da BN

A promoção de um concerto com Luiz Eça & Jerzy Milewski Ensemble seria o ideal para a Pró-Música Blue Note Jazz Clube somarem esforços - desde que encontrem um patrocinador com inteligência e sensibilidade para entender a importância deste evento. Para tanto, basta ouvir a gravação (até agora de circulação restrita) no qual, pela primeira vez no Brasil - e uma das poucas no mundo, com tanta felicidade - o violino integrou-se de forma tão perfeita a temas populares jazzízticos, todos de autoria de Luizinho Eça.

O jazz vai muito bem, obrigado!

Progresso houve. Nestes últimos dez anos, a partir do I Jazz Festival São Paulo-Montreaux (Anhembi, São Paulo. 1978), sem dúvida que muitos álbuns de jazz foram editados. E embora o São Paulo-Montreaux não tenha passado de duas edições e a tentativa de fazer o Rio-Monterrey Festival, no Maracanãzinho, há 8 anos, tenha sido frustrada, a coisa engrenou a partir de 1985, quando as irmãs Monique e Sylvia Dauelsberg, da Dueto Promoções, acreditaram nas possibilidades de fazer o grande Free Jazz Festival.

O ótimo jazz nas rádios (Rio/SP, naturalmente)

Para quem - e são milhares de pessoas - gosta de jazz mas não pode dispor de Cz$ 200,00 a Cz$ 1.000,00 para comprar discos (entre os nacionais ao compact disc laser), os programas de rádio especializados seriam uma opção. Excetuando-se a Scala, só a Estadual do Paraná é que mantém o "Jazz Time", mas limitando-se a rodar velhas gravações, cheias de chiados, de seu precário acervo, sem qualquer informação a respeito dos temas e dos intérpretes.

Blue Note, um clube de jazz

A idéia é antiga: reunir os aficionados de jazz num clube que possa possibilitar um intercâmbio de informações, a promoção de eventos (cursos, mesas redondas, etc.) relacionadas a esta música tão fascinante e, naturalmente, estimular os instrumentistas locais que se preocupam em desenvolver um trabalho de maior fôlego.

Melhores de 1986 segundo Raffaelli

A lista dos melhores discos de jazz editados em 1986 que o expert José Domingos Raffaelli (crítico do "Jornal do Brasil", co-produtor de "Arte Final: Jazz", rádio JB) preparou para o referendum de O Estado chegou incompleta; sem as indicações dos melhores discos instrumentais de músicos brasileiros. Assim, complementamos hoje a listagem de Raffaelli, que por sua competência e conhecimento da área, merece ter sua opinião divulgada.
© 1996-2016. tabloide digital - 35 anos de jornalismo sob a ótica de Aramis Millarch - Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por Altermedia.com.br