Login do usuário

Aramis
Conteúdo sindicalizado RSS Laranja Mecânica

Laranja Mecânica

"Pecados de Guerra", mais uma denúncia da guerra do Vietnã

Continua atraente a temporada cinematográfica. Afora os (excelentes) filmes que permanecem em exibição, catipultados pelo Oscar - "Conduzindo Miss Daisy" (Lido II e agora no Itália), "Sociedade dos Poetas Mortos" (Bristol) e "Nascido a 4 de Julho" (Condor / Lido I), teremos, no próximo dia 12, a estréia nacional de "Meu Pé Esquerdo", de Jim Sheridan, que valeu os Oscars de melhor ator (Daniel Day Lewis) e atriz coadjuvante (Brenda Fricker), no Cine Astor (pré-estréia, em benefício da Legião Brasileira de Assistência, dia 11).

Quem diria, Josephine Baker acabou por aqui

Há algumas semanas, na sala de projeção do Disc-Tape (Rua Padre Agostinho), uma equipe de jovens filmava uma das principais seqüências de "Josephine". Inspirado claramente em "Laranja Mecânica", o roteiro do diretor André Gentil (desenvolvido em colaboração com Paulo Camargo) previa uma seqüência em que a personagem central, interpretada pela jovem Carla Almeida, 19 anos, amarrada numa cadeira é obrigada a assistir dezenas de vezes um mesmo filme com a cantora Josephine Baker - num processo de lavagem cerebral.

Sexo já não assusta ninguém

"Salô ou os 12 Dias de Sodoma", que Pier Paolo Pasolini (1922-1975) concluiu em poucas semanas antes de morrer assassinado, finalmente chega às telas brasileiras. Após duas exibições na Mostra Internacional de Cinema, que o crítico Leon Cakoff organiza em São Paulo, foi adquirido pelo grupo Fama Filmes e teve sua estréia nacional em Curitiba. O filme mais escatalógico e chocante da história do cinema - em que pese em sua visão a crítica de seu autor - foi exibido por um mês (Cines São João / Bristol) e não provocou qualquer protesto.

Os filmes de Babenco e Andrei, com retrospectiva brasileira

Inesperadamente, um dos 10 melhores filmes do do ano estreou na cidade: "Ironweed", de Hector Babenco - até agora só lançado em São Paulo e que há exatamente uma semana, teve uma mostra hors-concours, no cine Art Copacabana, durante o V Fest Rio.

No campo de batalha

Uma das condições com que Marlos Nobre aceitou o convite de seu amigo José Aparecido para assumir a presidência da Fundação Cultural do Distrito Federal, em substituição ao jornalista Reinaldo Jardim, foi a de que não interrompesse seus compromissos internacionais. Afinal, Marlos é hoje o brasileiro de maior prestígio internacional na área da música contemporânea, com suas peças sendo executadas nos mais importantes teatros do mundo. xxx

Os melhores filmes das últimas décadas

A escolha dos melhores filmes do ano transcende a simples vaidade crítica e reflete, antes de tudo, uma visão sintética do ano cinematográfico. Assim como os "Conselhos de Cinema" - criados a partir do pioneirismo do "Cahiers du Cinema", nos anos 50, se mantém atuais e a prova disso está no destaque que ocupam nas mais importantes revistas especializadas (e mesmo algumas de atualidades) de vários países (e, no "Jornal do Brasil", Rio, ultrapassando também para outras áreas culturais) - também as listagens anuais são significativas.

São oito estréias para ninguém botar defeito

Quem nunca comeu melado... O velho adágio da música popular se aplica nesta semana cinematográfica. Nada menos que oito estréias, algumas entre as mais interessantes do ano, acontecem simultaneamente, fazendo com que os fãs de cinema (em tela larga) tenham que se desdobrar para acompanhar a programação, pois, infelizmente, ótimos filmes não encontram (bom) público e assim ficam poucos dias em cartaz. Querem dois exemplos? "Arizona, Nunca Mais" e o extraordinário "O Declínio do Império Americano" já estão substituídos.

Sob fogo cerrado, a guerra da notícia (II)

A exemplo de "Missing - Desaparecido", de Costa Gavras: (1982), sobre a repressão violentíssima, no golpe de Pinochet sobre o governo democrático de Allende, "Sob Fogo Cerrado" (Cine Astor, só hoje, 4 sessões), também foi filmado no México. Gavras, anteriormente, havia rodado no Chile, quando ali existia um governo democrático, outro filme-denúncia sobre a brutalidade da repressão política no Cone Sul: "Estado De Sítio" (1973) cuja ação se passava no Brasil (nos anos mais duros da repressão do governo Médici) e no Uruguai conflituado pela ação dos Tupamaros.

Geléia Geral

Virgílio Savarim, hoje o lojista de discos mais afinado com as preferenciais da juventude que compra discos de rock, mostra-se surpreso: afinal qual o critério adotado pelas gravadoras nos lançamentos pop?
© 1996-2016. tabloide digital - 35 anos de jornalismo sob a ótica de Aramis Millarch - Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por Altermedia.com.br