Login do usuário

Aramis
Conteúdo sindicalizado RSS Leonel Brizola

Leonel Brizola

Dias de fogo e pressão alta para Jaime Lerner

Após uma semana em que apesar de um exaustivo programa de reuniões técnicas na Alemanha não deixou de ter seu lado soft, o prefeito Jaime Lerner enfrenta agora uma carregadíssima agenda de problemas que exigem sua decisão pessoal, ágil e, sobretudo, equilibrada. Afinal, desde a questão da disputa (ou não) da Prefeitura do Rio de Janeiro - o que poderá representar a catapulta para, em menor tempo do que se espera, poder tentar a ascensão ao Palácio do Planalto - como presidente ou vice - até problemas político-administrativos que se acumulam na esfera municipal, exigirão sua atenção.

No campo de batalha

Nativista apaixonado, estudioso da cultura regional e vendo a necessidade do Sul ter maior valorização junto a Federação, o advogado Joaquim Tramujas Neto, 43 anos - comemorados festivamente no último dia 27, uniu-se ao empresário Waldomiro Trombini para a confecção de três mil "T-shirts" com a inscrição "O Sul é Meu País", em cores verdes, que estão sendo procuradíssimas por adeptos de formações de uma nova região administrativa no País.

A querência querida nos "causos" que o "seo" Manoel sabe contar

O "seo" Manoel é um grande contador de estórias. Quem tem o privilégio de ouví-lo lembrar fatos vividos e sentidos, ao longo de seus 80 anos - comemorados no último dia 22 de março - sempre sai com a sensação de querer mais. Como uma de suas maiores admiradoras, a jornalista Antonia Schwind, "suas mãos vão desenhando no ar os cenários. Olhos espertos e sorriso terno, puxa cuidadosamente o fio das emoções dos seus ouvintes. Após uma passagem mais triste, certamente explode a gargalhada".

A invasão paranaense que colonizou o Sul

Se a questão do nome de Palmas seria inspirado nos coqueiros butiás da região ou uma homenagem ao Conde de Palma, o capitão-general-governador da Capitania de São Paulo em 1816, dom Francisco de Mascarenhas, é apenas um pequeno detalhe na dissertação de mestrado da professora Roselys Velloso Roderjan. O corpo de seu trabalho traz idéias bem mais profundas - que justificam, plenamente que a mesma ganhe edição o mais rapidamente possível.

Um sindicato que discipline os que "guardam" os carros

A longa colaboração que o arquiteto Jaime Lerner prestou às administrações do Rio de Janeiro - especialmente no governo Leonel Brizola - fizeram com que levasse à Cidade Maravilhosa várias idéias que deram certo em Curitiba. Algumas tiveram um bom replay no território carioca, outras nem tanto...

O pensamento político de Giba

Algumas reflexões de Gilberto Vasconcelos em "Collor - a cocaína dos pobres" (A nova cara da Direita)": "A esquerda ainda não entendeu que o verdadeiro não é popular, assim como é através de história que rola a memória do Brasil. Nosso povo acredita que o inconcebível pode ser verídico. Alertando Leonel Brizola em 1979, o cineasta Galuber Rocha dizia que a razão mística é mais importante do que a razão política para chegar ao poder". xxx

Brizula, dobradinha imbatível?

Em "Brizula" - lançado há menos de uma semana em Brasília, o jornalista Gilberto Vasconcelos desenvolve algumas idéias que já havia colocado no ensaio "O preço da esquizofrenia na esquerda brasileira", a partir da página 27 de "Collor - a cocaína dos pobres". E na qual, inicia fazendo a seguinte análise:

Rio de David e 1º de Abril de Letícia

Após bem sucedidas incursões literárias-cinematográficas ("Memórias de Helena", do livro de Helena Morley; "Lucia McCartney", do conto de Rubens Fonseca), o mineiro-carioca David Neves se voltou a um projeto tão lírico e afetivo como é a sua personalidade: um mapeamento truffoneano do Rio de Janeiro. Assim, após "Muito Prazer", com o Leblon como cenário e o encantador "Fulaninha", rodado na Prado Júnior, em Copacabana, justamente na rua em que ele reside, veio "Jardim de Alah", com conflitos e contrastes de um endereço certo, na confluência dos bairros cariocas de Ipanema e Leblon.

As flores voltam mas Paulinho é esquecido

Vê, estão voltando as flores Vê, nesta manhã tão linda Vê, como é bonita a vida Vê, há esperança ainda Vê, as nuvens vão passando Vê, um novo céu se abrindo Vê, o sol iluminando Por onde nós vamos indo Mais, muito mais do que uma marcha-rancho que há exatamente 28 anos se tornou um clássico de nosso cancioneiro, "Estão Voltando as Flores" é um hino de amor e esperança. Isto a fez ser uma das músicas mais cantadas nestas últimas três décadas, e identificada a imagens de otimismo. Difícil alguém que tenha a mínima sensibilidade para a nossa MPB que não a conheça.
© 1996-2016. tabloide digital - 35 anos de jornalismo sob a ótica de Aramis Millarch - Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por Altermedia.com.br