Login do usuário

Aramis
Conteúdo sindicalizado RSS Marcelo Marchioro

Marcelo Marchioro

Na gorda safra visual, chegou a Sociedade dos Poetas Mortos

Começa a safra das vacas gordas para os exibidores! Após algumas semanas de indigência de filmes - e em conseqüência também de público - abre-se a temporada do Oscar, trazendo filmes que com o maior marketing faz com que o acomodado espectador, cada vez mais viciado pela TV e vídeo - e também assustado com os preços dos ingressos, a falta de segurança para estacionar veículos no centro e outras razões que levam ao esvaziamento das salas de exibição - prefira cada vez mais ver os filmes na telinha do que no esplendor da tela ampla.

Filme sobre Maria Bueno começa no dia de Finados

No dia de Finados, Valêncio Xavier, cineasta entre outras atividades, inicia as filmagens de sua versão muito particular do mito Maria Bueno. Com equipamento e filme virgem fornecidos pelo fotógrafo Sérgio Sandeman, de Cascavel - que também participará da realização - Valêncio optou em começar pela parte documental: vai registrar a movimentação imensa no túmulo daquela que é considerada santa por milhares de curitibanos e que diariamente fazem romaria ao Cemitério Municipal.

No campo de batalha

Incansáveis na programação de qualidade em sua galeria de arte, Ida & Anita trazem a Curitiba (a partir do dia 18) mais dois importantes artistas: Nilton Maia, potiguar, 36 anos e a pernambucana Lucia Helena Regis de Campos. Maia vem expondo regularmente desde 1981, após ter freqüentado vários ateliers de mestres famosos. Escultor, há seis anos já era um dos premiados do IV Salão Paranaense de Cerâmica organizado pelo Museu Alfredo Andersen. No ano passado expôs individualmente na galeria AMC, em Buenos Aires, e este esteve, homenageado no 9º Salão Paranaense de Cerâmica. xxx

No campo de batalha

Os cenários de "Tosca" (estréia dia 18, 20 horas) são tão grandiosos que Marcelo Marchioro está sentindo-se como se fosse Cecil B. De Mille nas filmagens de "Os 10 Mandamentos", versão-56. Afinal, todos os espaços do Guaíra foram "invadidos" para que a cenografia saia a tempo. O palco do auditório Bento Munhoz da Rocha Neto, durante o dia, viraram uma grande marcenaria, onde carpinteiros habilidosos dão forma ao castelo, masmorra e outros cenários monumentais.

No campo de batalha

As comparações serão inevitáveis e os especialistas em ópera por certo discutirão bastante: quem está melhor na produção - se o elenco A (que se apresentou ontem e volta amanhã), com a soprano Neyde Thomas na personagem título, ou se o elenco B, com a londrinense Deborah Oliveira, no mesmo papel. Neyde Thomas é uma cantora de grande experiência, curriculum ilustre e que já cantou em várias partes do mundo. Já Deborah Oliveira é jovem e surpreendeu-se ao merecer o convite para fazer um trabalho tão importante.

"Tosca" ganhou justos aplausos

Uma das raras críticas especializadas em ópera no Brasil, a Sra. Maria Teresa Del Moro, colaboradora da "Última Hora", Rio de Janeiro, assistiu as duas récitas de "Tosca", na quarta e quinta-feira da semana passada e, não escondeu algumas opiniões, antecipando aquilo que estará em seu artigo prometido para a edição de hoje do jornal carioca. Entre outras coisas, disse a várias pessoas que nos últimos 30 anos, no Brasil, esta foi a melhor montagem que assistiu da ópera de Puccini.

Projetos piramidais

Entusiasmado com a montagem de "Tosca", no vesperal de encerramento da temporada, domingo, o prefeito Jaime Lerner tentava convencer a Constantino Viaro, superintendente da Fundação Teatro Guaíra, de fazer uma récita da obra de Puccini na Pedreira - que substituiu nesta terceira administração de Lerner a paixão que ele tinha, anteriormente, pelo Teatro do Paiol, como espaço cultural.

No campo de batalha

Um injusto esquecimento: na inauguração do monumento na Praça das Nações aos "boinas azuis" que, em 1956 foram ao Suez, integrar as tropas de Paz da ONU, poderia ter sido lembrado o nome do primeiro soldado a se alistar no Paraná para aquele batalhão. Foi Alcides Machado, na época fotógrafo da Tribuna do Paraná. xxx

Muriel e suas imagens do milagre de nascer

Na Clamart, em uma moderna e asséptica maternidade de Paris, há exatamente 14 anos, quando deu a luz ao seu primeiro filho, uma jovem francesa, aceitou a aplicação do método peridural, para evitar as dores do parto, mas que lhe trouxeram problemas posteriores. Indagou-se, então, se não seria mais prático a adoção de métodos naturais, como fazem, há milênios, mulheres das mais diversas partes do mundo.

A vida (e morte) de Joe, o dramaturgo, no cinema

Enquanto "Dangerous Liaisons", a segunda versão à tela do clássico romance de Pierre Chordelos de Laclos (1741-1803) abriu no último dia 10 o 39o. Festival Internacional de Cinema de Berlim - numa confirmação do talento do inglês Stephen Frears, finalmente reconhecido nos EUA, chega à Curitiba o seu polêmico "O Amor Não Tem Sexo" (Prick Up Your Ears), realizado em 1987 e que vem causando discussões em vários países - ao mesmo tempo que promove uma redescoberta da obra do dramaturgo inglês Joe Orton (1933-1967), biografado neste filme.
© 1996-2016. tabloide digital - 35 anos de jornalismo sob a ótica de Aramis Millarch - Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por Altermedia.com.br