Login do usuário

Aramis
Conteúdo sindicalizado RSS Mercedes Sosa

Mercedes Sosa

Artigo em 31.01.1982

Há seis anos que Orlando Manuel Monteiro de Azevedo e Vilma Slomp estão em todos os grandes shows do Guairá, máquinas fotográficas na mão, procurando colher flagrantes dos bastidores e do palco.

Mais uma bela antologia com obras de Milton Nascimento

A abertura do mercado de CD está fazendo todas as gravadoras - e mesmo etiquetas menores - remexerem seus arquivos para produzir reedições das mais variadas. Quando dispõe de grandes nomes em seu acervo - mesmo que hoje estejam em outras fábricas - a tarefa fica facilitada. Em outros casos, acordos operacionais - pois os tycoons fonográficos sempre se entendem, possibilitam montagens especiais. É o caso agora de "Canção da América", álbum duplo com "O Melhor de Milton Nascimento", que a Polygram montou, com direção de Mayrton Bahia e um trabalho de compilação de Luiz Pereira (Lelé).

Em clima de festivais, o renascer de nossa música

Das 425 músicas inscritas para o Acorde Cataratas, foram selecionadas 36, das quais disputaram a finalíssima na noite de domingo, as seguintes: "Fronteira Cantar" (Armando Vasques / Valdir Santana, RS); "Hay Una Nota En El Aeire" (Rodrigues Bernard / Jesus Soares, Uruguai); "Luz" (Altay Velloso / Paulo Cesar Feital); "Mãe Natureza" (Kleiton Ramil); "Canção de Foz" (Bagé / Erlon Péricles, Foz do Iguaçu); "Canta Viola" (Telu); "Avenida São João" (Paulo / Jean Garfunkel); "Tchim Tchim" (Saúde) (Eduardo Constantinoupolos / Jairo Ubirajara Lago, Foz do Iguaçu); "vitória do Trigo"

Foz, um festival para aproximar as fronteiras culturais latinas

O advogado Osmar Koehler, 52 anos, catarinense de Canoinhas mas curitibano por adoção - aqui vive desde 1957, quando chegou para estudar na UFPR, convidou dois casais amigos e enfrentou a bordo de sua confortável F-, cabine dupla, os buracos da BR-277 para passar o último fim-de-semana em Foz do Iguaçu. Finalidade: assistir ao Acordes Cataratas.

A travessia pelo talento de Bituca em cinco fases

Por várias razões - mas que podem ser resumidas na questão econômica, que desistimula investimentos maiores em áreas de riscos - a maioria das gravadoras vem fazendo relançamentos às mãos-cheias. Desde as multinacionais com seus acervos históricos até pequenas etiquetas, com público específico - como a Revivendo, do bravo Leon Barg, em Curitiba, já com mais de 60 títulos na praça e preparando-se para os três primeiros Cds (Carmem Miranda, Orlando Silva e Francisco Alves).

No campo de batalha

Descrente com o clima de penúria criativa nas artes plásticas locais, a estudiosa da área, Marlene Almeida, da equipe de O Estado do Paraná, foi para a Europa, circulando 30 dias entre os museus e melhores galeria de Madrid, Londres e Paris. Voltou entusiasmada com o que viu mas continua pessimista com o que (re)encontrou ao voltar. xxx Marlene é a correspondente no Paraná da revista "Galeria", uma das mais sofisticadas publicações de artes visuais e, a partir de agora, representa regionalmente outro veículo classe "A": a ultra sofisticada revista "Ventura". xxx

O jazz saboroso que Cuba exporta

Cuba não é apenas sinônimo do (melhor) charuto e socialismo tropical mas, sim, sonoramente, um ilha de grande riqueza como se prova através dos gêneros & talentos musicais que ali surgiram. Se a Nova Trova Cubana - com Sílvio Rodriguez e Pablo Milanez - explodiu na última década, graças à ponte cultural que Chico Buarque (e outros intelectuais do primeiro time) souberam construir - há também outros criadores notáveis da música cubana, sem folclorismos & concessões que começam a acontecer mundialmente.
© 1996-2016. tabloide digital - 35 anos de jornalismo sob a ótica de Aramis Millarch - Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por Altermedia.com.br