Login do usuário

Aramis
Conteúdo sindicalizado RSS Milton Nascimento

Milton Nascimento

Pintaram novamente boas trilhas sonoras

Aleluia! Após um longo tempo de indigência musical em termos de trilhas sonoras, com oportunistas montagens (mil vezes piores do que é feito pela Sigla, para as telenovelas da Globo) de sucessos pop para serem catipultuados em filmes supostamente de apelo jovem, os produtores estão voltando-se para trabalhos originais - se não de um único compositor (como acontecia no passado), ao menos com melhor adequação - e não apenas servido para divulgar candidatos ao sol do nirvana pop.

Bethania: "Gil, governador da Bahia, por que não?"

Porto Alegre - janeiro - "Gil? Ah! Ele agora é secretário da Cultura de Salvador. Está entusiasmadíssimo. Cá entre nós, acho até que o político que existe nele pode fazer o cantor parar. Aliás, ele já disse que quer ser prefeito de Salvador". - E por que não governador da Bahia? - Sim. Por que não? Afinal, ele tem condições para isto!

Um céu sonoro com o som dos mestres

Cada vez melhora mais a orquestra celeste enquanto aqui na terra vamos ficando mais pobres em talentos. A triste rotina de anotar datas de falecimentos dos grandes nomes da música é tarefa para pesquisadores atentos em manterem atualizados suas obras de referência, como faz o incansável professor Alceu Schwaab. Uma prova de como o Brasil perdeu, nestes últimos anos grandes talentos está no interessante "Choro no Céu - Choros Famosos - solistas inesquecíveis" (Sigla/Som Livre), produzido por Toninho Paladino e Waldyr Santos.

Crocodilo australiano e os jovens do Rio Grande

Mais uma semana de poucas estréias. Na verdade, apenas dois novos filmes estréiam esta semana: a comédia "Crocodilo Dundee", produção australiana, de Peter Faiman e que foi o maior sucesso de bilheteria nos EUA nos últimos meses (Cine Plaza) e a produção gaúcha "Quero Ser Feliz", de Sérgio Lerrer, que, a rigor, já deveria ter sido lançada na semana passada no Groff - mas que acabou sendo adiada devido ao prestigiamento que Francisco Alves deu a "A Opção", de Ozualdo Candeias. Assim, esta produção jovem do cinema gaúcho, estréia agora no Luz, em substituição a "Suspeita", de Hitchcock.

A Cultura Popular na Dança de São Gonçalo

Identificado à cultura polonesa - embora seja descendente de italianos e portugueses - o vereador Rafael Greca de Macedo voltou entusiasmado com o que observou, durante três dias, no município de Cruz Machado. No distrito de Santana, as comemorações do 75º aniversário da imigração polonesa motivaram uma série de festas populares organizadas pelo padre Daniel Niemicz, da Missão Polona-Católica no Brasil, e que há anos ali radicado tem se preocupado em preservar aspectos da cultura regional, na melhor tradição da época dos pioneiros. xxx

Na semana do Oscar, muitos lançamentos e boas reprises

Semana do Oscar - festa maior da indústria cinematográfica - significa época de vacas gordas em termos de opção cinematográfica. Além da exibição de dois dos cinco filmes que concorrem ao troféu principal - "Entre Dois Amores" (Lido I) e "O Beijo da Mulher Aranha" (Palace-Itália), a semana tem outras atrações. Por exemplo, "O Enigma da Pirâmide", nova produção de Steven Spielberg, direção do ótimo Barry Levinson, é candidato ao Oscar de melhores efeitos especiais.

Geléia Geral

Nelson Gonçalves (Santana do Livramento, RS, 21/6/1919), em 45 anos de carreira, nunca saiu da RCA e se orgulha de ser um dos artistas a ter maior númeor de gravações em catálogo. Des seus 105 elepês e mais de 500 gravações avulsas (78 rpm/compactos), pelo menos a metade continua a vender como pão quente, enquanto que ele, em plena forma, não pára de cantar. Nos últimos anos, afinal, nelson passou a se preocupar em melhorar o repertório e sofisticar as produções.

Geléia Geral

É cada vez maior a presença de músicos americanos no Brasil. apaixonados por nossa MPB, entusiasmados com o Rio de Janeiro (e as cariocas, tanto é que muitos aqui acabaram casando), os gringos vão ficando por aqui e, com isto, resultam também harmoniosos casamentos musicais. O mais recente exemplo é o High Life, produto do talento de quatro talentosos instrumentalistas brasileiros com o saxofonista americano Stevie Slagle, que já trabalhou com Stevie Wonder e Carlos Bley.

A Música em Pessoa

"Eu sou trezentos, sou trezentos e cinqüenta" - diz Mário de Andrade, num verso célebre. Fernando Pessoa foi mais contido, em matéria de cifra. Em compensação criou uma heteronímia militante e triunfante, caso talvez único na história das letras universais. Hoje em dia, a presença do autor de "Mensagem" se mede, não em escala nacional, ou continental, mas em termos ecumênicos. Fernando Pessoa é considerado, pela melhor crítica mundial, um dos maiores poetas do século." (Hélio Pellegrino)
© 1996-2016. tabloide digital - 35 anos de jornalismo sob a ótica de Aramis Millarch - Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por Altermedia.com.br