Login do usuário

Aramis
Conteúdo sindicalizado RSS Milton Nascimento

Milton Nascimento

MPB, 15 anos em que o marketing é quem manda

Em 1973, quando CLAUDIO MANOEL DA COSTA começava no jornalismo, a era dos festivais de Música Popular já tinha praticamente acabado a forma de grande impacto. Um ano antes, em setembro de 1972, a Rede Globo promoveu o VII FIC - o último da série - que premiou "Fio Maravilha" (Jorge Ben), revelando a ex-empregada doméstica Maria Alcina como uma intérprete original e destacando também "Diálogo" (Baden Powell/Paulo Cesar Pinheiro), defendida no Maracanãzinho por Tobias e Claudia Regina - dois entre tantos cantores lançados em festivais que não deram certo.

Instrumentistas em alta com o talento de Senise

Infelizmente, o projeto de trazer a Curitiba uma amostragem da melhor música instrumental dançou. Há alguns meses, uma produtora de shows do Rio de Janeiro chegou a reservar datas para, durante 10 dias, realizar no Teatro Guaíra, uma espécie de festival de música instrumental, que incluiria, inclusive o grupo Cama de Gato, quarteto tão criativo que por sua belíssima performance em São Paulo, no Free Jazz do ano passado, foi escolhido para a noite de encerramento do IV Free Jazz (dia 6, no Rio de Janeiro), antecedendo a cantora Nina Simone.

Alaide, cantora de verdade

Se existe uma definição perfeita para Alaide Costa é a de cantora de câmara. Uma voz fina, afinadíssima, perfeita, única e original - que a faria ser uma artista consagrada, valorizada profissionalmente e sem ter que se preocupar com qualquer problema material se tivesse nascido na Europa ou nos Estados Unidos - e não no Rio de Janeiro (08/12/1935).

Wagner Tiso, caminhos múltiplos dos teclados

Dentro do ecletismo musical que movimenta este fim-de-semana curitibano - o rock do Legião Urbana (ginásio do Tarumã, hoje), a centenária tradição vocal dos Meninos Cantores de Viena (segunda-feira, auditório Bento Munhoz da Rocha Neto) - ambas promoções conduzidas, localmente, pela competência empresarial da elétrica Verinha Walflor - o panorama se complementa com aquilo que se poderia chamar de recital do multitecladista Wagner Tiso (auditório Bento Munhoz da Rocha Neto, amanhã, 21 horas).

Mitológica viagem (sem LSD) pelos caminhos da harmonia

"Mito (do grego mythos), fábula, S. M. I Narrativa dos tempos fabulosos ou heróicos. 2.Narrativa de significação simbólica, geralmente ligada à cosmologia e referente a deuses encarnadores das forças da natureza e/ou de aspectos da condição humana. 3. Representação de fatos ou personagens reais, exagerada pela imaginação popular, pela tradição etc." (Quatro das dez definições que mestre Aurélio Buarque de Hollanda dá em seu dicionário).

O "Despertar" do som mineiro de Silvestre

Jairo Amancio Teixeira de Carvalho, mineiro de Belo Horizonte, mas hoje curitibano por adoção, há 15 anos, quando aqui chegou, encontrou no radialista Sérgio Silva um parceiro com quem fez músicas marcantes. Duas delas - "Morte Expressa" e "Era Uma Vez, O Tempo", ficaram em 2º e 3º lugar num dos (poucos) festivais de MPB de nível realizados em Curitiba na década de 70 - e que revelou a então adolescente Rosy Greca com seu emocionante "Concepção".

Os 68 escolhidos

São 66 troféus em oito categorias - além de três prêmios especiais - música do ano para "Passarim", de Antônio Carlos Jobim; melhor projeto gráfico para o paranaense Elifas Andreato pelo álbum "Malandro" de Martinho da Vila e uma premiação para Roberto Carlos por sua "contribuição artística".

Uma noite de muita música para premiar os melhores

Elizeth Cardoso foi, merecidamente, aplaudida em pé. Por duas vezes, elas recebeu troféus em nome de dois premiados - o sambista Marçal (melhor disco na categoria) e Milton Nascimento (melhor cantor), que se encontram no Exterior: o primeiro acompanhando o espetáculo "Francisco" em Portugal. Milton excursionando pela Ásia, na maior excursão já feita por um artista da MPB no Exterior.

Mesmo ferido, Rubinho deu o show com o Zimbo

O baterista Rubens Barsotti deu um exemplo de profissionalismo na fria noite de terça-feira, 14. Saindo do hotel Mabu e dirigindo-se, a pé, para o Auditório Salvador de Ferrante, o guarda iniciou que ele deveria entrar por uma das portas laterais, no setor administrativo. Só que por falta de iluminação, Rubinho não viu uma pesada corrente que ali é estendida à noite - para evitar o estacionamento de veículos - e literalmente esborrachou-se no chão. "A corrente funcionou como uma alavanca e eu voei", comentava, momentos depois, gemendo de dores, no camarim do teatro. xxx

Julho dos festivais

Nem só de poderio artístico (leia-se dólares) se faz (em) festival (is) e se o First New York Festival International Of Arts, que entra agora em sua semana final (a propósito, hoje completamos o registro com texto inicialmente previsto para domingo), não podemos nos queixar dos eventos programados para este mês de julho por aqui.
© 1996-2016. tabloide digital - 35 anos de jornalismo sob a ótica de Aramis Millarch - Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por Altermedia.com.br