Login do usuário

Aramis
Conteúdo sindicalizado RSS MIS-PR

MIS-PR

Requião, videomaker, uma esperança visual

A intimidade que o governador eleito Roberto Requião tem hoje com modernas técnicas de comunicação - um dos campos ao qual sempre se dedicou, desde os tempos de aluno do curso de jornalismo - inclui um especial interesse pelo vídeo. Tanto é que quando prefeito de Curitiba montou um ágil estúdio de produção, com câmeras e ilha de edição, no qual, pessoalmente, supervisionava várias produções publicitárias de sua administração.

No campo de batalha

Com o tema "Curitiba em Julho", o Museu da Imagem e do Som abre nesta sexta-feira uma mostra de 60 fotos dos alunos que fizeram curso com Geraldo Magella, além de uma secção de trabalhos de fotógrafos convidados, entre os quais Tiomkin (Osval Siqueira Filho), Guto Andrade, Antônio D'Alves e Pitela. Na abertura da exposição, uma performance de Edilson Viaro, com o título "Uma Canção para os Náufragos". xxx

No campo de batalha

Devido a um erro de digitação, a abertura do Cine Ópera foi "atrasada" em 6 anos, conforme registro em nossa coluna de ontem: o luxuoso cinema na Avenida João Pessoa (hoje Luiz Xavier), no térreo do edifício Eloísa - construído pelo professor David Carneiro no final dos anos 30 - foi aberto em julho de 1941 (e não em 1947, como saiu) com o filme "Tudo Isto e o Céu Também" (All This and Heaven Too), que o russo mas radicado nos EUA, a partir de 1936) Anatole Litvak (1902-1975) realizou há 50 anos, com Bette Davis (1908-1989) no auge de sua carreira. xxx

Um pouco do Paraná nos cadernos do MIS

Há 17 anos, quando a Fundação Cultural de Curitiba foi criada na primeira administração de Jaime Lerner, uma das primeiras iniciativas foi a edição de uma série de fascículos através da Casa Romário Martins, primeira das unidades voltadas a preservação da história de nossa cidade.

No dia do teatro, o vídeo em homenagem ao grande Zé

No mínimo, a emoção. Quando as imagens de José Maria Santos forem projetadas no telão do Museu de Imagem e do Som, no auditório Brasílio Itiberê, no próximo dia 27, com a primeira exibição pública de "Mal", todos que conheceram e aprenderam a admirar José Maria Santos sentirão profundamente a sua ausência. Num vídeo de 9'45" - no qual aparece cerca de cinco minutos - ficou perpetuado o seu último trabalho, feito exatamente três semanas antes de ser internado no Instituto de Medicina e Cirurgia do Paraná.

Luzes perfeitas para o vídeo sem palavras

Quando Valêncio Xavier concebeu "Mal" como um vídeo de trabalho o fez pensando dentro do curso que Dante Lecioli estava dando sobre uma técnica fundamental mas com poucos especialistas: a iluminação. Assim, como os recursos eram pequenos - apesar do apoio da Secretaria da Comunicação Social, na cessão de equipamento (o Sir-Laboratório de Som & Imagem também colaborou) não havia condições de desenvolver uma história sofisticada, que exigisse tomadas em locação e mesmo diálogos dos intérpretes.

Goethe mostrará o bom cinema feito para TV

Assumindo a direção do Goethe Institut de Curitiba há poucos meses, a professora Birgit Muhlhaus vem realizando um ótimo trabalho. Simpática, competente e experiente - vem de 7 anos de atividades em Buenos Aires, onde deixou grandes amigos e um positivo saldo de trabalho - Birgit começa agora a agilizar o calendário de atividades da instituição, por sinal com uma dinamização cada vez maior em sua área didática (todas as vagas oferecidas para o ensino de alemão neste semestre foram preenchidas em poucos dias).

No campo de batalha

Não poderia ser mais promovido o lançamento de "Fórmula 1: O Circo e o Sonho" de Nice Ribeiro (Editora Best Seller, 208 páginas), um relato jornalístico dos bastidores das quatro temporadas que a autora paulista, 30 anos, atualmente morando em Londres - acompanhou nestes últimos anos. Nice Ribeiro, com seu olhar feminino, fala da política que envolve pilotos e escuderias, as engrenagens que movimentam o grande circo, as tietes, namoradas e esposas, os interesses, o poder do dinheiro, vaidades e rivalidades. xxx

No campo de batalha

Antônio Roberto de Godoy, 57 anos, diretor do grupo cinematográfico Hawaí, tem estado quase que semanalmente em Maringá. É que supervisiona os detalhes finais do Avenida Center, duas salas (370 e 260 espectadores), que serão inauguradas no próximo dia 12 de junho, aumentando para 4 os cinemas da Cidade Canção. xxx
© 1996-2016. tabloide digital - 35 anos de jornalismo sob a ótica de Aramis Millarch - Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por Altermedia.com.br