Login do usuário

Aramis
Conteúdo sindicalizado RSS MPB

MPB

As canções de esperança do poeta Paulo Pinheiro

Só o fato de já ter merecido um livro interpretativo sobre a sua obra - "O Poeta da Esperança", de José Maria Souza Dante - dá uma idéia da importância de Paulo César Pinheiro dentro da cultura musical brasileira. Poeta e letrista, antes de tudo, este carioca 43 anos, completados no dia 28 de abril, é hoje um dos nomes mais importantes da criação poética no Brasil.

Chorinhos de Ouro com Severino e a Tabajara difíceis de achar

Há mais de 90 dias que o professor Alceu Schwab, um dos mais apaixonados pesquisadores e colecionadores da melhor MPB, procura em todas as lojas de disco da cidade o lp "Chorinhos de Ouro" que Severino Araújo e Orquestra [Tabajara] gravaram no ano passado. Fazendo quase que diariamente o percurso das casas tradicionais - e mesmo em outros pontos de vendas - o bom Schwab ainda não encontrou este belíssimo disco instrumental, produzido pela etiqueta de Harry Zuckerman - a Companhia Industrial de Discos, mas que, infelizmente, não tem sido adquirido pelos nossos ignorantes lojistas.

A Estadual mantém programação mas ouvintes estranham hora religiosa

A coluna em que denunciamos a mudança da programação da Rádio Estadual do Paraná - que na busca de melhor Ibope ameaçava substituir a difusão do que há de mais significativo na música (nacional e internacional) pelo brega e som de consumo, felizmente teve repercussão. A secretária Gilda Poli, da Cultura - pasta à qual está subordinada a Fundação Rádio e TV Estadual do Paraná - recortou a coluna e despachou à direção da emissora, com algumas observações. xxx

No cavaquinho de Almeida, até o samba vira chorinho

Além de ter editado o excelente "Chorinhos de Ouro", com o clarinetista Severino Araújo e sua Orquestra Tabajara, a CID produziu também dois outros excelentes lps instrumentais: "[Cavaquinho] de Ouro" com Jorge de Almeida e "Avec Elegancia" com Serginho do Trombone.

O R&B tupiniquim de Edmon

Dentro da crise fonográfica a necessidade de renovação de elenco, as gravadoras apostam em quem oferece alguma possibilidade. Por isto, Edmon ganha um álbum-solo pela Sony após ter seu "Coração de Gelo" catapultado na trilha sonora de "O Dono do Mundo". Carioca, 27 anos, morador da Vila Penha, é definido (exageradamente), por Adriano Sanglard, no release promocional, "a maior revelação na 'praia' do R(hytm) & B(lue) nacional - se é que se pode dizer que isso já existe no Brasil".

Quarteto em Cy trouxe o melhor do grande Chico

Ainda que timidamente, os grupos corais estão reaparecendo fonograficamente nesta época em que a qualidade falta nos lançamentos (poucos) de MPB das gravadoras. Afinal, numa recessão braba que obrigou a praticanmente todas as fábricas a concederem longas férias de início de ano, suspendendo suas edições, a MPB mais uma vez é quem sofre.

Hoje é dia de show na Ópera

Leila Pinheiro, Rafael Rabelo, Chiquinho do Acordeon e o Quarteto Brazlilis fazem show, a partir das 20h30 de hoje, na Ópera de Arame, saudando o projeto do Conservatório de Música Popular Brasileira de Curitiba. (Entrada franca). A nova escola estará inteiramente voltada ao ensino da MPB, com supervisão do maestro Roberto Gnatalli e administração da Fundação Cultural. Sua sede será o Sobrado dos Guimarães, localizado na 13 de Maio com Mateus Leme, que se encontra em obra de restauração. Mesmo assim as aulas começam no dia 13 próximo, provisoriamente no Solar do Barão.

Artigo em 08.04.1992

Fabiano Carlos Zenin, 18 anos, levou um susto há alguns dias, quando reconheceu num simpático cavalheiro, de bigodes finos, que o aplaudia numa das mesas do La [Cibeles]. Era o violonista que ele mais admira - Paulinho Nogueira. Quis homenageá-lo com "Bachaninha Nº 1 " mas ficou tão nervoso que errou na harmonia, o que não impediu de ganhar elogios de Paulinho e da cantora Alaíde Costa, que à noite, no show que fizeram no Paiol, citaram Fabiano com destaque. xxx

Lula traz melhor do cinema em ritmo "BN"

Letrista dos mais inspirados no mais fértil período da Bossa Nova, parceiro de Oscar Castro Neves e outros grandes nomes, Lula (Luís Fernando) Freire foi participante de destaque na renovação da MPB nos anos 60. Depois, seguiu os passos de seu pai, o senador Vitorino Freire e acabou até deputado federal. Distante da política, Luís Fernando é hoje editor de uma das mais sofisticadas publicações de arte já feitas no Brasil, a revista "Ventura", que tem como representante regional a crítica e agitadora cultural Marlene Almeida.
© 1996-2016. tabloide digital - 35 anos de jornalismo sob a ótica de Aramis Millarch - Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por Altermedia.com.br