Login do usuário

Aramis
Conteúdo sindicalizado RSS Museu da Imagem e do Som

Museu da Imagem e do Som

Maria Bueno em longa-metragem

Um encontro entre o fotógrafo e cineasta Sérgio Sanderman, de Cascavel, com Valêncio Xavier, diretor do Museu da Imagem e do Som, há duas semanas, poderá resultar, na rodagem de um longa-metragem. Entusiasmado ao conhecer o (excelente) equipamento que Sanderman reuniu ao longo dos últimos anos e um estoque de negativos Kodak, Valêncio Xavier, um homem sempre de boas idéias, pensou em lhe propor a produção de um filme em quatro episódios - que seriam rodados com temas, personagens e atores das regiões Norte, Oeste, Curitiba e Litoral.

No campo de batalha

Organização é isto: em apenas 10 dias, Fernando Severo fez todas as filmagens - externas e internas - de "Longas Sombras no Fim da Tarde", com locations em Morretes, Ilha do Mel e Antonina. Segunda-feira, 1º, fez os últimos takes com o ator José Rubens Siqueira, em seqüências rodadas na sede do Sindicato dos Artistas e Profissionais em Espetáculos no Paraná. xxx

Começamos a entrar na época dos videomakers

Classificar como um "movimento" talvez seja precipitado, já que até agora os trabalhos têm sido desenvolvidos graças a esforços individuais ou de pequenos grupos. Mas sem duvida as novas perspectivas trazidas pela época do vídeo no que diz respeito à criação de projetos audiovisuais está estimulando a dezenas de pessoas a se lançarem na aventura fascinante de fazerem suas primeiras "obras".

Moviola e ajuda para quem faz cinema/vídeo

Acreditando que uma nova geração de videomakers pode aparecer nacionalmente nos próximos meses, com trabalhos representativos - no que também confiamos, haja visto a abertura jornalística que estamos dando aos realizadores nesta bitola - Valêncio Xavier, diretor do Museu da Imagem e do Som, não se limita apenas a promoção de cursos práticos para que os futuros realizadores tenham um aprendizado de como fazer seus vídeos.

Afinal, o "Ci(S)ne" de Lélio em edição maior

Quando elogiou Jerry Lewis como um dos grandes inventores da comédia americana, em textos publicados no "Estado" ou "Diário do Paraná", no início dos anos 60, o então garoto Lélio Sotto Maior Júnior, provocou a ira de cinéfilos tradicionais que viam no comediante apenas o "birutade" - dupla então desfeita com o cantor Dean Martin.

No campo de batalha

César Ribeiro Fonseca, 42 anos, economista, animador cultural, ex-diretor do Museu da Imagem e do Som - com passagens por vários organismos, é agora chefe-de-gabinete e secretário de Administração de Morretes. O prefeito Sebastião Cavagnoli (PFL) veio buscá-lo na Secretaria do Trabalho e Bem Estar Social para ajudá-lo. Experiente tanto na área administrativa como no setor cultural e de promoções, poderá ajudar Cavagnoli a fazer uma boa gestão e disputar o turismo, meta que o prefeito de Antonina, Leopoldino Abreu, também vai perseguir nos próximos 4 anos. xxx

38 projetos estão a procura de Mecenas

Começou a circular na segunda feira, 23, uma publicação muito especial: "38 Projetos Culturais". É um volume sofisticadíssimo, 98 páginas, papel couchê, excelente apresentação gráfica - méritos à designer Teresa Cristina Montecelli - destinado a tentar sensibilizar executivos de empresas médias, grandes e mesmo multinacionais a financiarem a cultura no Paraná. O secretário René Dotti entendeu que se deveria fazer um volume enfeixando as mais variadas propostas em busca de financiamento e encarregou seu assessor especial Sebastião De França, a organizar o trabalho.

MIS sai do "pombal" e ganha um palácio

Apesar do carnaval - o que sempre é desculpa para adiar novos projetos - Valêncio Xavier promete que começa a ocupar a nova sede do Museu da Imagem e do Som na próxima semana. Afinal, não há tempo a perder: uma reivindicação de anos, finalmente atendida pelo governador Álvaro Dias, poderá dar um local definitivo para a mais enjeitada das instituições culturais do Estado.

O filho enjeitado de nossa memória

Idealizado e fundado por Maurício Quadrio, um dos mais admiráveis pesquisadores e produtores culturais do Brasil, o Museu da Imagem e do Som do Rio de Janeiro - instalado na administração de Carlos Lacerda, surgiu numa época em que mais do que nunca era grave a perda da memória da música, cinema e fotografia no Brasil. Quadrio idealizou o primeiro MIS no Brasil mas não chegou a permanecer em sua direção por muito tempo.

Bianchi, nosso grande cineasta

Afinal, o Paraná tem um cineasta internacional. Nascido em Ponta Grossa, de formação curitibana, honesto, sem narcisismos e esquemas de autopromoção - ao contrário, relativamente esquecido localmente - Sérgio Bianchi, 38 anos, é hoje um dos grandes nomes do cinema brasileiro em projeção internacional.
© 1996-2016. tabloide digital - 35 anos de jornalismo sob a ótica de Aramis Millarch - Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por Altermedia.com.br